???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21156
Tipo do documento: Tese
Título: Os megaeventos na produção do espaço urbano: análise da cidade do Rio de Janeiro (Brasil)
Título(s) alternativo(s): Mega events in urban space production: analysis of the city of Rio de Janeiro (Brazil)
Autor: Viana, Lúcio Hanai Valeriano 
Primeiro orientador: Bógus, Lucia Maria Machado
Resumo: Este trabalho analisa os efeitos sociais e econômicos em cidades que promoveram profundas reformas urbanas para sediar megaeventos de reconhecimento global, especialmente a cidade do Rio de Janeiro (Brasil). Para tanto, optou-se pela realização de entrevistas em profundidade com técnicos e especialistas envolvidos direta e indiretamente nas transformações urbanas ocorridas nas cidades de Barcelona (Espanha) por ter sediado os Jogos Olímpicos de 1992; na cidade de Lisboa, em função da Exposição Mundial de 1998 (Expo’98) e na cidade do Rio de Janeiro em virtude de sua experiência recente na realização dos Jogos Olímpicos de 2016. Analisou-se a cidade do Rio de Janeiro, objeto desse estudo, notadamente quanto a sua agenda política, aqui considerada fundamental para o entendimento dos propósitos a serem alcançados pelas reformas urbanas demandadas pela realização dos Jogos Olímpicos de 2016. Buscando responder aos objetivos de analisar o teor político e ideológico que circundam os megaeventos, esta pesquisa concentra sua análise nas relações de poder e interesses que circunstanciaram a candidatura e eleição da cidade carioca. Na mesma perspectiva, com vistas a identificar a influência do Comitê Olímpico Internacional (COI) na gestão de políticas urbanas associadas aos megaeventos, optou-se por analisar fontes documentais (Report of the 2016 IOC Evaluation Commission, e Olympic Charter) com o intuito de averiguar a qualidade de suas demandas, contrapartidas e recomendações. Por se tratar de um tema multidisciplinar, o referencial teórico perpassa por diversas áreas do conhecimento. As abordagens teóricas concentram-se no campo da sociologia urbana, das políticas públicas. Constatou-se, do ponto de vista da administração pública, elevado interesse pela valorização imobiliária como forma de reaver as inversões empenhadas para a realização dos megaeventos. Esse tipo de gestão demonstrou a tendência à concentração espacial da renda fazendo agravar as desigualdades sociais na cidade. Percebeu-se forte influência de modelos urbanísticos forâneos, notadamente o Modelo de Barcelona, caracterizado pela apropriação de mais-valia fundiária e por transformar espaços públicos de uso misto em áreas restritas às classes sociais mais abastadas. Verificou-se que as estratégias para a realização de megaeventos obedecem a uma dinâmica padrão que condiciona o desenho das políticas públicas de intervenção urbana à lógica do “custo-benefício” (considerando apenas os aspectos quantitativamente mensuráveis) em detrimento dos interesses sociais. Revelou-se que as estratégias de realização de megaeventos são marcadamente voltadas aos interesses do mercado imobiliário e se apoiam em práticas gerenciais amplamente representadas pelo ideário neoliberal
Abstract: This work analyzes the social and economic effects in cities that promoted deep urban changes to host mega events of global acknowledgement, especially in the City of Rio de Janeiro (Brazil). For this, the option was to conduct in-depth interviews with the technicians and experts directly and indirectly involved in the urban transformations which occurred in Barcelona (Spain) for having hosted the 1992 Olympic Games; in Lisbon, for the 1998 Lisbon World Exposition (Expo’98) and in Rio de Janeiro due to its recent experience in hosting the 2016 Olympic Games. The City of Rio de Janeiro, object of this study, was analyzed notedly regarding its political agenda, here considered essential for understanding the goals to be attained by the urban changes demanded for hosting the 2016 Olympic Games. Seeking to meet the aims of analyzing the political and ideological contents surrounding the mega events, this research focuses on the analysis of the relations of the power and interests circumscribing the application and election of the city. In the same perspective, aiming to identify the influence of the IOC in the management of urban public policies associated to mega events, the option was to analyze documentary sources (Report of the 2016 IOC, Olympic Charter) aiming to investigate the quality of its demands, counterparts and recommendations. For being a multidisciplinary theme, the theoretical framework permeates different knowledge areas. The theoretical approaches are concentrated on the urban sociology field, on public policies and on the neoclassical economics theory. From the public administration viewpoint, a great interest for real estate valorization could be verified as a way of regaining the investments made for carrying out mega events. This kind of management demonstrated the trend of spatial concentration of income, causing an aggravation in the city social inequalities. A strong influence of foreign urban models was observed, notedly from the Barcelona Model, characterized by the appropriation of capital gains on land and for transforming mixed-use public spaces into areas restricted to the wealthier social classes. The strategies for promoting mega events were verified to follow a standard dynamic which conditions the design of public policies of urban intervention to the “cost-benefit” logic (solely considering the quantitatively measurable aspects) to the detriment of social interests. The strategies for carrying out mega events were revealed to be markedly turned to the interests of the real estate market supported on managerial practices widely represented by neoliberalism
Palavras-chave: Megaeventos
Jogos Olímpicos (31. : 2016 : Rio de Janeiro, RJ) - Aspectos econômicos
Planejamento urbano - Rio de Janeiro, RJ
Sociologia urbana
Mega events
Jogos Olímpicos (31th : 2016 : Rio de Janeiro, Brazil) - Economic aspects
City planning - Rio de Janeiro (Brazil)
Sociology, Urban
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Viana, Lúcio Hanai Valeriano. Os megaeventos na produção do espaço urbano: análise da cidade do Rio de Janeiro (Brasil). 2018. 183 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21156
Data de defesa: 13-Mar-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lúcio Hanai Valeriano Viana.pdf2,4 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.