???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21012
Tipo do documento: Dissertação
Título: Sobre mães e filhos: discurso, fantasia e impasses na constituição subjetiva
Autor: Villela, Rosemy Aparecida Mendonça 
Primeiro orientador: Lier-DeVitto, Maria Francisca
Resumo: Esta dissertação surge de inquietações resultantes do entrecruzamentos de caminhos que compõem minha trajetória pessoal, profissional e acadêmica. Nele, o foco está dirigido para a problemática envolvida na relação mãe-filho. Quando uma criança nasce saudável, sem malformação ou privação sensorial, os pais encontram-se, geralmente, em condições mais favoráveis para sustentar o conjunto de representações implicadas no nascimento de um filho. Acidentes podem incidir de forma perturbadora nesse conjunto e produzir ali uma “ferida”. Em muitos casos, há desinvestimento dos pais na criança, que pode ficar marcada pelo signo de patologia. Este estudo faz um mergulho na teoria psicanalítica sobre o assunto. Neste âmbito teórico, a linguagem tem papel determinante na estruturação do sujeito. Admite-se sua anterioridade lógica em relação à chegada do bebê ao mundo e que, sendo assim, a criança, é “capturada” pela linguagem, i.e., nas redes imaginárias e simbólicas do Outro que, inclusive, precedem sua chegada. Nesta dissertação dá-se reconhecimento à hipótese do inconsciente, introduzida por Freud (1900) e à consequente teorização sobre o sujeito, desenvolvida por Jacques Lacan em sua obra. Entende-se, assim, que a relação criança-língua-outro é solo da aquisição da linguagem e da constituição do sujeito (LEMOS, 1992). A Psicanálise problematiza de forma vertical a relação mãe-criança e joga luz sobre o conflito implicado na ideia de “captura da criança pelo outro-falante”. Este trabalho contribui, assim, para o entendimento de situações em que “algo não vai bem”: situações que se resolvem em quadros clínicos complexos ou em relações difíceis. Esta dissertação reflete uma formação impulsionada pelos estudos no campo da Clínica de Linguagem, liderada e construída por Maria Francisca Lier-DeVitto, no LAEL-PUCSP, em que se desenvolve uma direção original de teorização e pesquisa focadas nas patologias de linguagem. Este Grupo de Pesquisa tem vínculos com Interacionismo em Aquisição de Linguagem (Lemos, desde 1992) e, também, com a Psicanálise. O encontro com esta vertente teórica tem guiado, como uma espécie de “lente”, minha discussão sobre a matriz complexa que é a relação mãe-criança e seus efeitos na aquisição da linguagem e na estruturação do sujeito. A filiação ao Grupo de Pesquisa Aquisição, patologias e clínica de linguagem (LAEL-PUCSP/CNPq) impulsionou e está na base das discussões deste trabalho
Abstract: This dissertation arises from the uneasiness resulting from the intersections of paths that make up my personal, professional and academic trajectory. In it, the focus is directed to the problematic involved in the mother-child relationship. When a child is born healthy, without malformation or sensory deprivation, parents generally find themselves in more favorable conditions to support the set of representations involved in the birth of a child. Accidents can have a disturbing effect on this group and produce a "wound" there. In many cases, there is disinvestment of the parents towards the child, which can be marked by the sign of pathology. This study takes a dip in the psychoanalytic theory in the subject. In this theoretical framework, language has a determining role in the structuring of the subject. Its logical antecedence is admitted in relation to the arrival of the baby to the world and that, thus, the child, is "captured" by the language, in other words, in the imaginary and symbolic networks of the Other that even precede the child’s arrival. It is recognized by this dissertation the recognition of the hypothesis of the unconscious, introduced by Freud (1900) and of the consequent theorization about the subject, developed by Jacques Lacan in his work. It is understood, therefore, that the child-language-other relationship is the soil of language acquisition and the constitution of the subject (Lemos, 1992). Psychoanalysis conceptualizes the mother-child relationship in a vertical way and throws light on the conflict involved in the idea of "catching the child by the other speaker". This work contributes, this way, to the understanding of situations where "something is not going well": situations that are resolved in complex clinical settings or in difficult relationships. This dissertation reflects a formation driven by the studies in the field of Language Clinic, led and constructed by Maria Francisca Lier-DeVitto, in the LAEL-PUCSP, in which an original direction of theorization and research focused on language pathologies are developed. This Research Group is linked to the Interactionism in Language Acquisition (Lemos, since 1992) and also Psychoanalysis. The encounter with this theoretical aspect has guided, as a sort of "lens", my discussion about the complex matrix that is the mother-child relationship and its effects on the acquisition of language and the structuring of the subject. Membership in the Acquisition, Pathologies and Clinical Clinical Research Group (LAEL-PUCSP / CNPq) stimulated and is in the basis of this this work’s discussions
Palavras-chave: Aquisição de linguagem - Participação dos pais
Psicanálise
Mãe e filho
Language acquisition - Parent participation
Psychoanalysis
Mothers and sons
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem
Citação: Villela, Rosemy Aparecida Mendonça. Sobre mães e filhos: discurso, fantasia e impasses na constituição subjetiva. 2017. 87 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/21012
Data de defesa: 23-Feb-2018
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rosemy Aparecida Mendonça Villela.pdf703,17 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.