???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20857
Tipo do documento: Tese
Título: A destilação da psique no século XX: uma análise da interpretação de C. G. Jung sobre as ideias de Gerhard Dorn
Título(s) alternativo(s): Distillation of the psyche in the 20th century: an analysis of C. G. Jung’s interpretation of Gerhard Dorn’s concepts
Autor: Calazans, Diogo de Lima e 
Primeiro orientador: Beltran, Maria Helena Roxo
Resumo: A presente pesquisa foi desenvolvida no âmbito da História da Ciência, a partir da hipótese que a obra de Gerhard Dorn (1530/35-1584) teria desempenhado importante papel na fundamentação de conceitos centrais sobre a interpretação de Carl Gustav Jung (1875-1961) da alquimia. Embora nas publicações de Jung encontremos referência ao trabalho de inúmeros autores que trataram da alquimia, alguns deles acabaram por figurar como personagens principais, sendo utilizados por Jung para dar voz a sua interpretação psicológica da alquimia, assim como nas relações que acabou por estabelecer entre o trabalho de laboratório e a psicologia analítica. Os estudos de Dorn, em especial os tratados A Filosofia Especulativa e A Meditativa Filosofia foram de grande relevância na defesa de Jung de suas teses sobre o papel dos processos inconscientes durante o opus alquímico. Em especial, a obra do alquimista tornou-se importante para a análise de Jung de que o processo de transformação da matéria seria, na verdade, a projeção de um desenvolvimento psicológico interior. Ainda, na última obra de Jung sobre a alquimia, noções contidas nos tratados de Dorn foram então utilizadas para dar os contornos alquímicos finais a um de seus mais importantes conceitos, o processo de individuação. Partindo deste objetivo iniciamos este estudo a partir dos debates sobre a alquimia no final do século XIX e inicio do século XX, situando a interpretação junguiana dentro deste contexto e analisando a metodologia aplicada por Jung em seus estudos. Também dedicamos parte deste trabalho a uma breve análise sobre a obra de Gerhard Dorn, tendo como referencial o trabalho de historiadores da ciência. Ainda, buscamos nas publicações de Jung os temas, nos quais, o alquimista teria sido utilizado como forma de fundamentação das hipóteses junguianas, destacando o papel que Jung lhe atribui como um dos precursores nos estudos sobre o processo de individuação. Por fim, dedicamos o último capítulo a uma análise sobre a aplicação de Jung das ideias de Dorn na formulação final deste conceito
Abstract: This research was developed under the scope of History of Science, starting from the hypothesis that Gerhard Dorn's (153/35 - 1584) work has played an important role in the validation of key concepts of Carl Gustav Jung's (1875 - 1961) understanding of alchemy. Although Jung's publications contain references to a great number of authors who wrote about the subject, some of them ended up becoming the main characters used by Jung to voice his psychological understanding of alchemy, as well as in the connections found between lab work and Analytical Psychology. Dorn's studies, The Speculative Philosophy and The Meditative Philosophy in special, were of great relevance when Jung defended his thesis about the role of the unconscious process during the alchemical opus. Moreover, the alchemist work became important for Jung's analysis concerning the process of matter transformation – stating that it would actually be the projection of an inner psychological development. Regarding Jung's last work on alchemy, the beliefs found in Dorn's treaty were then used to add the final alchemical shape to one of his most important concepts: the individuation process. With this goal in mind, we approached alchemy at the end of the 19th century and beginning of the 20th as the starting point for this paper, contextualizing Jung's understanding and analyzing the methodology he used in his own studies. Part of this paper is also dedicated to a brief analysis of Gerhard Dorn's work by using the work of some historians of science as our reference. We also sought after themes within Jung's publications in which the alchemist would have used as a way to ground his Jungian hypothesis, in special the importance Jung gives him by claiming Dorn to be one of the first to study the process of individuation. At last, the final chapter is dedicated to the analysis of how Dorn's ideas worked in the constitution of this final concept
Palavras-chave: Ciencia - Historia
Psicologia junguiana
Dorneus, Gerardus [Século 16]
Alquimia
Science - History
Jungian psychology
Alchemy
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Calazans, Diogo de Lima e. A destilação da psique no século XX: uma análise da interpretação de C. G. Jung sobre as ideias de Gerhard Dorn. 2017. 104 f. Tese (Doutorado em História da Ciência) - Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20857
Data de defesa: 6-Sep-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diogo de Lima e Calazans.pdf631,71 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.