???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20589
Tipo do documento: Tese
Título: Incertezas, bifurcações e dilemas na jornada humana
Autor: Mazzola, Homero Jorge 
Primeiro orientador: Carvalho, Edgard de Assis
Resumo: Construir um futuro sustentável é a grande missão da humanidade em um mundo assinalado por desigualdades sociais enraizadas e mudanças ambientais profundas. Saint-Exupéry disse: “O futuro não é um lugar para onde estamos indo, mas um lugar que estamos criando. O caminho para ele não é encontrado, mas construído e o ato de fazê-lo transforma tanto o realizador quando o destino”. O homem tem competência para iniciar sua construção, mas deverá se transformar para concretizá-lo. Com esta tese, elaborada na forma de um ensaio, exploram-se possibilidades para se construir esse futuro auspicioso, comprometido com as gerações futuras, sem desprezar as forças que defendem a continuidade do nosso modo de vida. Três questões fundamentais a embasam: de onde viemos, quem somos e para onde vamos, que na tese são abordadas na forma de jornadas humanas: passada, presente e futura. Da primeira extraem-se as lições e aprendizados da história evolutiva, imprescindíveis para se compreender o presente e planejar o futuro. A segunda jornada retrata tanto as profundas transformações que o homem produziu no planeta, adequando-o às suas necessidades e desejos, como as reações dos se posicionam contra a continuidade do sistema mundo capitalista e convidam a humanidade a metamorfosear-se em um metassistema rico em possibilidades ou sucumbir no abismo da insignificância generalizada. Na última jornada, a futura, são abordados conhecimentos sobre a complexidade do mundo e sobre a natureza psíquica humana, que alimentam discussões sobre as transformações individuais e coletivas que devem ocorrer para que se possa engendrar um futuro desejado. O homem tem diante de si incertezas, bifurcações e dilemas, que podem conduzi-lo à catástrofe ou ao bem-estar. A deterioração social e climática, perversa por si, pode ser também um bem e tirar a humanidade da passividade, conduzindo a uma mudança abrangente. Um caminho plausível é um novo contexto civilizatório embasado em uma reforma educacional holística e ecológica, e estruturado através de uma sociedade realmente global: uma Sociedade-Mundo. Há um grande desafio à frente. O que acontecerá, entretanto, só o futuro dirá
Abstract: To build a sustainable future is humanity's great mission in a world characterized by deep social inequalities and environmental changes. Saint-Exupéry said: "The future is not a place where we are going, but a place we are creating. The path to it is not found but built and the act of doing so transforms both the creator and his destiny". Man has the competence to begin its construction, however, must transform himself to make it happen. The purpose of this thesis, elaborated in the form of an essay, is to explore possibilities to build this auspicious future, committed to future generations without under valuating the forces that defend the continuity of our way of life. Three fundamental questions ground this work: where do we come from, what are we and where are we going to, that are structured in three human journeys: past, present and future. In the first we find the lessons and learnings of the evolution process, essential for understanding the present and planning the future. The second journey depicts both the human capacity to transform the planet, adapting it to its needs and desires, as the resistance of those who stand against the continuity of the capitalist world system and defy humanity to metamorphose into a meta system rich in possibilities or to sink in a generalized insignificance. On the last journey, the future, it is approached a vision of the complexity of the world and the human psychic nature, which feed discussions about the individual and collective transformations that must occur to generate a desired future. Man has before him uncertainties, bifurcations and dilemmas, which can result in catastrophe or well-being. The social and climatic deterioration, perverse by itself, can also be good, taking the humanity off passivity, leading it to an overall transformation. A plausible path is a new civilizing context grounded in holistic and ecological educational reform, and structured through a truly global society: the World-Society. There is a great challenge ahead. What will happen, however, only the future will show
Palavras-chave: Mudança social
Natureza - Influência do homem
Sustentabilidade
Hipótese de Gaia
Social change
Nature - Effect of human beings on
Sustainability
Gaia hypothesis
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
Citação: Mazzola, Homero Jorge. Incertezas, bifurcações e dilemas na jornada humana. 2017. 214. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20589
Data de defesa: 27-Oct-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Homero Jorge Mazzola.pdf6,56 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.