???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20459
Tipo do documento: Dissertação
Título: Naturologia, religião e ciência: entremeares da construção de um campo
Título(s) alternativo(s): Naturology, religion and science: the interwoven construction of a field
Autor: Leite, Ana Luisa Prosperi 
Primeiro orientador: Guerriero, Silas
Resumo: Fundamentada nas reinvindicações contraculturais e na amálgama entre saberes religiosos e científicos que são a base do Movimento Nova Era, a Naturologia se institui como curso acadêmico na área da saúde no Brasil no final da década de 1990. Alguns anos depois se inicia um processo de produção e tentativa de legitimação acadêmica. Suas bases novaeristas provocam um movimento pendular: conquanto a legitimação buscada pelo campo e a regulamentação da profissão demandam a correspondência de suas práticas e pesquisas com aquela instituída pela ciência oficial, elementos oriundos de tradições religiosas são também indissociáveis da proposta terapêutica oferecida pela Naturologia. O presente estudo objetiva debater a interface religiosa das práticas em Naturologia, perscrutando como estão sendo dialogadas com os axiomas científicos nas produções acadêmicas do campo. Foram investigadas as visões de mundo religiosas e seculares que embasaram a noção de saúde utilizada pela Naturologia. As produções acadêmicas tidas como representativas dos protagonistas do campo foram analisadas buscando verificar como estes saberes religiosos estão correlacionados à Naturologia e sob quais termos são elaborados por seus interlocutores na construção de um enunciado próprio à área. Observou-se que a interface religiosa das práticas em Naturologia não são contempladas no discurso da área, que nega que sua prática dê continuidade à saberes esotéricos. Por outro lado, à medida que a Naturologia amadurece academicamente, percebe-se o estreitamento do campo com enunciados e metodologias de pesquisa próprios à ciência e à medicina oficial, assim como a apropriação de premissas cientificas utilizadas para explicar conceitos amparados em cosmologias religiosas. Desta maneira, infere-se que em sua construção epistemológica a Naturologia tem buscado associarse a um discurso cientifico que possa dar sentido aos pressupostos da área
Abstract: Substantiated on counterculture claims and the amalgam between religious and scientific knowledges which are the foundation of New Era Movement, Naturology is instituted as an academic course on medical field by the end of the 1990’s in Brazil. A few years later initiates a path of academical production attempting to reach academical legitimacy. Its New Era foundations make Naturology to move in a pendular movement: although legitimation sought by the field and the activity regulation demand of its practices and researches a strict relation with official science, elements originated from religious traditions are inseparable of the therapeutics proposal offered by Naturology. Starting from this premise, the present study aims to reason how religious practices in Naturology communicate with scientific axiom on academic productions of the field. For such, were investigated the religious and secular world views on which the health concept used by Naturology were based on, differentiating what is in fact religious on the health practices used by the field. The academic productions considered as representative of the protagonists of the field were analyzed seeking to verify how these religious knowledge are correlated to Naturology, and under which terms were elaborated by its collocutor on the construction of an area own statement. It was observed that the religious aspects of Naturology are not mentioned on the area speech, which denies its practices as a continuation to esoteric knowledges. On the other way, as Naturology matures academically speaking, it is noticed the narrowing of the field with statements and research methodologies inherent to science and to official medicine, as well as the appropriation of scientific premises used to explain concepts protected by religious cosmologies. In this way, concludes that in its epistemological construction, Naturology is searching to be associated to a scientific speech that may explain the area assumptions, especially those controversial for been considered mystics or esoteric by common sense
Palavras-chave: Natureza - Poder de cura
Medicina alternativa
Naturologia
Nature - Power of cure
alternative medicine
Naturology
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::OUTRAS SOCIOLOGIAS ESPECIFICAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Leite, Ana Luisa Prosperi. Naturologia, religião e ciência: entremeares da construção de um campo. 2017. 185 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20459
Data de defesa: 18-Sep-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Luisa Prosperi Leite.pdf1,47 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.