???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20171
Tipo do documento: Tese
Título: A construção da fantasia fundamental como limite à Durcherbeitung freudiana: uma contribuição a partir de Lacan
Título(s) alternativo(s): The construction of the fundamental fantasy as a limit to the Freudian Durcharbeitung: a contribution from Lacan
Autor: Almeida, Ricardo Monteiro Guedes de 
Primeiro orientador: Pacheco Filho, Raul Albino
Resumo: O presente estudo teve como propósito pesquisar a noção de construção da fantasia fundamental em Lacan, visando uma possível articulação com o conceito freudiano de Durcharbeitung. Nossa questão norteadora consistiu em saber como a construção da fantasia fundamental impõe-se como um limite ao incansável trabalho de perlaboração do analisando. Partimos da tese de que a construção da fantasia fundamental sinaliza um limite para o insistente trabalho de articulação significante, caracterizado pela Durcharbeitung, assim como, uma abertura para uma concepção de uma análise finita. Para desenvolver esta Tese, percorremos principalmente as obras de Jacques Lacan. Com esse fim, restringimo-nos ao momento de seu ensino referente aos anos de 1957 a 1967, período que vai do Seminário 5: as formações do inconsciente ao Seminário 14: a lógica da fantasia. Em nosso último capítulo, abordamos com base no Seminário 14, a lógica do fantasma, o quadrângulo de Klein e o uso que Lacan faz disso para representar o percurso de uma análise. Só então foi possível abordar a fantasia fundamental como o impasse do sujeito e o papel disso no percurso do processo analítico, mais especificamente no trabalho de Durcharbeitung. Defendemos, finalmente, que a fantasia fundamental, associada com o impasse do sujeito, representa, na análise, um ponto limite ao trabalho de Durcharbeitung. Concebemos que a fantasia fundamental se encontrava tanto no ponto de chegada do tempo para compreender como, também, no ponto de partida do momento de concluir
Abstract: The purpose of the present study was to investigate the notion of the construction of the fundamental fantasy in Lacan, aiming at a possible articulation with the Freudian concept of Durcharbeitung. Our guiding question was how the construction of the fundamental fantasy imposes itself as a limit to the tireless work of the analysand's perlaboration. We start from the notion that the construction of the fundamental fantasy indicates a limit to the persistent work of the significant articulation, characterized by the Durcharbeitung, as well as an opening for the notion of a finite analysis. To develop this thesis, we mainly cover the works of Jacques Lacan. With this purpose, we limited ourselves to his teachings from 1957 to 1967, a period that goes from Seminar 5: the formations of the unconscious to Seminar 14: the logic of fantasy. In our last chapter, based on Seminar 14, the logic of fantasy, we approached Klein's quadrangle and the way Lacan uses it to represent the route of an analysis. Only then was it possible to address the fundamental fantasy as the subject's deadlock and its role in the route of the analytic process, more specifically in the work of Durcharbeitung. In conclusion, we defend that the fundamental fantasy, associated with the subject's deadlock, represents in the analysis a limit point to the work of Durcharbeitung. We understand that the fundamental fantasy was present both at the point of arrival of the time of understanding and also at the point of departure from the moment of conclusion
Palavras-chave: Durcharbeitung
Fantasia fundamental
Tempo - Aspectos psicológico
Fundamental fantasy
Time - Psychological Aspects
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Citação: Almeida, Ricardo Monteiro Guedes de. A construção da fantasia fundamental como limite à Durcherbeitung freudiana: uma contribuição a partir de Lacan. 2017. 253 f. Tese (Doutorado em Psicologia: Psicologia Social) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20171
Data de defesa: 12-May-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ricardo Monteiro Guedes de Almeida.pdf2,02 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.