???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20084
Tipo do documento: Dissertação
Título: Educação de profissionais de enfermagem para a identificação e registros de eventos adversos em hemodiálise
Autor: Pássaro, Priscila Garpelli 
Primeiro orientador: D'Avila, Ronaldo
Resumo: Introdução: A evolução do cuidado ao paciente deve incluir o completo conhecimento sobre os Eventos Adversos (EA) de determinado procedimento. Nas unidades de hemodiálise existem fatores de risco que aumentam as chances de ocorrer algum tipo de EA, motivo pelo qual é importante que eles sejam devidamente identificados e registrados. Os técnicos de hemodiálise, que exercem o contato direto com os pacientes nas unidades de hemodiálise, devem ser orientados a reconhecer e classificar os EA, além de entender a importância de seu adequado registro. Objetivos: 1. Elaborar indicadores e mecanismos para os registros dos eventos adversos em pacientes em hemodiálise. 2. Construir um programa educacional voltado para a capacitação dos técnicos de enfermagem (alunos), que possibilite a compreensão dos eventos adversos e que vise adequar os registros de dados 3. Avaliar a aprendizagem antes e após o conhecimento. Metodologia: Tratou-se de um estudo prospectivo, longitudinal, descritivo, intervencionista e com enfoque quantitativo, que foi realizado no Centro de Diálise e Transplante Renal (CDTR) do Hospital Santa Lucinda da PUC-SP. Foi criada uma tabela para a coleta de dados e registro de EA durante as sessões de hemodiálise. Foram considerados EA qualquer alteração clínica apresentada pelo paciente em uma sessão de hemodiálise. A apresentação da tabela e o entendimento do EA e de seu registro foram feitos através de um curso, para o qual se empregou metodologia mista, presencial e online, utilizando-se para essa finalidade, a plataforma Moodle. Além do curso em si, foram construídas situações de problemas individuais para cada técnico de enfermagem, que descreviam a ocorrência de EA durante a sessão de hemodiálise. O preenchimento dos modelos de registro dos EA baseados nesses casos serviu para avaliação comparativa, online, do conhecimento dos técnicos de enfermagem antes e após o curso. Foi feita ainda uma pesquisa de satisfação dos técnicos participantes do curso. Resultados: Dos 16 técnicos de enfermagem participantes, 9 eram do sexo feminino (56%), sua idade média era de 39± 8,9 anos e a média do tempo de experiência no setor de hemodiálise foi de 10±5,9 anos.O número total de acessos dos participantes ao curso através da plataforma Moodle foi de 825, sendo a média de acesso por aluno, 51,6±21,7 vezes. No teste inicial, a nota média foi 3,7±0,3 pontos e na avaliação final, feita após o curso e utilizando o mesmo problema do pré curso, 4,2± 0,3pontos (p=0,00002). Na avaliação após o curso, também foi oferecido um caso diferente do que havia sido respondido no pré curso por cada um dos alunos. A média dessas avaliações foi semelhante (4,3±0,3 pontos, p=0,26). A pesquisa de satisfação dos participantes do curso mostrou que todos os alunos aprovaram o curso. Conclusão: A avaliação de alunos antes e após um curso de apresentação de uma tabela desenvolvida para melhorar os registros de eventos adversos durante as hemodiálises mostrou que os alunos tinham um baixo nível de compreensão desses fatos antes do curso; houve uma melhora estatisticamente significante na avaliação após o curso; os alunos mostraram um comportamento homogêneo nas avaliações; o curso provocou interesse dos alunos, e o número de acessos ao curso foi elevado
Abstract: Introduction: The evolution of patient care should include the complete knowledge about the Adverse Events (AD) of a given procedure. In hemodialysis units there are risk factors that increase the chances of some type of AE occurring, which is why it is important that they are properly identified and recorded. Hemodialysis technicians, who have direct contact with patients in hemodialysis units, should be instructed to recognize and classify AE, in addition to understanding the importance of proper recording. Objectives: 1. Elaborate indicators and mechanisms for the registration of adverse events in hemodialysis patients. 2. To construct an educational program aimed at the training of nursing technicians (students), which allows the understanding of adverse events and aims to adapt the data records. 3. Evaluate the learning before and after the knowledge. Methodology: This was a prospective, longitudinal, descriptive, interventional and quantitative study that was performed at the Dialysis and Renal Transplant Center (CDTR) of Santa Lucinda Hospital, PUC-SP. A table was created for data collection and EA recording during hemodialysis sessions. Any clinical change presented by the patient in a hemodialysis session was considered as an AD. The presentation table and the understanding of the EA and its registration were made through a course, for which a mixed methodology was used, both face-to-face and online, using the Moodle platform for this purpose. In addition to the course itself, individual problems were constructed for each nursing technician, who described the occurrence of AD during the hemodialysis session. The filling in of the EA record models based on these cases served to evaluate online the knowledge of nursing technicians before and after the course. A satisfaction survey of the technicians participating in the course was also made. Results: Of the 16 participating nursing technicians, 9 were female (56%), their mean age was 39 ± 8.9 years and the mean time of experience in the hemodialysis sector was 10 ± 5.9 years. The total number of accesses of the participants to the course through the Moodle platform was 825, with the average access per student, 51.6 ± 21.7 times. In the initial test, the mean score was 3.7 ± 0.3 points and in the final assessment, after the course and using the same pre-course problem, 4.2 ± 0.3 points (p = 0.00002). In the assessment after the course, a different case was also offered than had been answered in the pre-course by each of the students. The mean of these evaluations was similar (4.3 ± 0.3 points, p = 0.26). Satisfaction survey of course participants showed that all students approved the course. Conclusion: The assessment of students before and after a course of presentation of a table developed to improve records of adverse events during hemodialysis showed that students had a low level of understanding of these facts before the course; There was a statistically significant improvement in the evaluation after the course; The students showed a homogeneous behavior in the evaluations; The course provoked interest of the students, and the number of accesses to the course was high
Palavras-chave: Avaliação em enfermagem
Hemodialise - Pacientes
Enfermeiros - Prática profissional
Nursing evaluation
Hemodialysis - Patients
Nurses - Professional practice
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde
Citação: Pássaro, Priscila Garpelli. Educação de profissionais de enfermagem para a identificação e registros de eventos adversos em hemodiálise. 2017. 83 f. Dissertação (Mestrado em Educação nas Profissões da Saúde) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20084
Data de defesa: 4-May-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Priscila Garpelli Pássaro.pdf2,87 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.