???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20048
Tipo do documento: Dissertação
Título: Qualidade de vida dos profissionais de TI e as condições de trabalho
Autor: Pereira, Max D’Angelo
Primeiro orientador: Junqueira, Luciano Prates
Resumo: Este estudo analisa a relação entre as condições de trabalho e a qualidade de vida de profissionais atuantes em tecnologia da informação. Foi aplicado um questionário com perguntas sociodemográficas, sobre condições do trabalho e o instrumento WHOQOL - Bref, da Organização Mundial da Saúde, em uma amostra de 170 profissionais distribuídos pelo Brasil. Com maioria de homens (81%), casados (64%), com boa formação acadêmica (45%), trabalhando em empresa de grande porte (57%) e ocupando cargos técnicos (66%). Aplicou-se uma análise de confiabilidade interna, obtendo 0,89 para o Alfa de Cronbach. Utilizou-se dos testes T de Student, ANOVA e Regressão Linear para confirmação das hipóteses de pesquisa. Confirmou-se que os profissionais de TI estão com boa avaliação quanto à qualidade de vida, destacando-se o domínio físico com maior pontuação. Por outro lado, conclui-se que o domínio das relações sociais precisa ser melhorado. Conclui-se também que a jornada diária, a flexibilidade e o ambiente de trabalho são as condições de trabalho que possuem maior influência na qualidade de vida dos profissionais de TI. Outra resposta trazida pela pesquisa é a desmistificação em relação à remuneração e modo de contratação, que não afetaram significativamente a qualidade de vida destes profissionais
Abstract: This study examines the relationship between working conditions and the quality of life of working professionals in information technology. A questionnaire was applied with socio-demographic questions about work conditions and the WHOQOL-Bref-instrument, of the World Health Organization, in a sample of 170 professionals distributed by Brazil. With a majority of men (81%), married (64%), with a good academic background (45%), working in a large company (57%) and holding technical positions (66%). An internal reliability analysis was applied, obtaining 0.89 for Cronbach's Alpha. Student's t-tests, ANOVA and Linear Regression were used to confirm the hypotheses. It was confirmed that IT professionals have a good evaluation of the quality of life, highlighting the physical domain with the highest score. On the other hand, it is concluded that the domain of social relations needs to be improved. It is also concluded that work time, flexibility and work environment are the working conditions that have the greatest influence on the quality of life of IT professionals. Another answer brought by the research is the demystification in relation to the salary and contract type, which did not significantly affect the quality of life of these professionals
Palavras-chave: Qualidade de vida no trabalho
Tecnologia da informação
Tecnólogos
Quality of life at work
Information technology
Technologists
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Citação: Pereira, Max D’Angelo. Qualidade de vida dos profissionais de TI e as condições de trabalho. 2017. 58 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20048
Data de defesa: 10-Apr-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Max D_angelo Pereira.pdf1,49 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.