???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20009
Tipo do documento: Dissertação
Título: As relações de poder na gestão de organizações de defesa de direitos no Brasil
Autor: Abumanssur, Helda Oliveira 
Primeiro orientador: Junqueira, Luciano Prates
Resumo: O presente estudo foi desenvolvido a partir do pressuposto de que a vitalidade democrática de uma sociedade depende da diversidade, energia e autonomia de suas instituições sociais, sendo importante empreender pesquisas no sentido de ampliar o conhecimento e compreensão sobre sua atuação e impactos sociais do seu trabalho. Nele, o foco recaiu sobre as entidades que trabalham na promoção e defesa de direitos no Brasil, em especial aquelas que tiveram sua trajetória relacionada aos centros de assessoria e apoio aos movimentos populares que resistiram à ditadura militar. Como objetivo geral, estabeleceu-se o interesse de identificar as especificidades e ampliar a compreensão das relações de poder na gestão das organizações estudadas; e de forma particular, buscou-se: identificar e analisar os princípios e valores que orientaram a estruturação dos seus sistemas de gestão; verificar se e como foram feitas adaptações neles ao longo do período de tempo delimitado para este trabalho (ditadura militar até o fim dos governos Fernando Henrique Cardoso); e ressaltar os conhecimentos que elaboraram no processo, a partir de sua prática. Para alcançar esses objetivos, foram feitas entrevistas com dirigentes de cinco entidades de defesa de direitos, cujo conteúdo foi analisado a partir da genealogia de poder proposta por Michel Foucault, marco teórico entendido como adequado para refletir sobre o trabalho de entidades que lutam por justiça, pela diminuição das desigualdades, e são contra discriminações nas relações sociais. Em outras palavras, as organizações que querem influenciar a forma como o poder se distribui na sociedade
Abstract: The present study was developed based on the assumption that the democratic vitality of a society depends on the diversity, energy and autonomy of its social institutions, and it is important to undertake research in order to increase the knowledge and understanding about its performance and social impacts of its work .The focus was on the entities that work in the promotion and defense of human rights in Brazil, especially those that had their trajectory related to the centers of advice and support to the popular movements that resisted the military dictatorship. The general objective was to identify the specificities and to broaden the understanding of power relations in the management of the organizations studied; and particularly sought to identify and analyze the principles and values that guided the structuring of its management systems; to verify if and how adaptations were made in the same ones during the period of time delimited for this work (military dictatorship until the end of the governments Fernando Henrique Cardoso); and highlight the knowledge they have elaborated in the process, from their practice. To achieve these objectives, interviews were conducted with leaders of five rights-advocacy organizations, whose content were analyzed using the genealogy of power, as proposed by Michel Foucault, a theoretical framework understood as adequate to reflect on the work of entities struggling for justice, to reduce inequalities, and that are against discrimination in social relations. In other words, organizations that want to influence how power is distributed in society
Palavras-chave: Organizações da Sociedade Civil
Poder
Direitos humanos
Civil Society Organizations
Power
Human rights
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Sociais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração
Citação: Abumanssur, Helda Oliveira. As relações de poder na gestão de organizações de defesa de direitos no Brasil. 2017. 106 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20009
Data de defesa: 3-Apr-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Helda Oliveira Abumanssur.pdf892,07 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.