???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19973
Tipo do documento: Dissertação
Título: Mundialização e subordinação: o Brasil, o movimento do capital e as cadeias globais de valor
Autor: Lacerda, Franklin de Oliveira 
Primeiro orientador: Sawaya, Rubens Rogério
Resumo: Em 1985, a indústria brasileira viveu o seu auge, respondendo por aproximadamente 25% do valor adicionado ao PIB. Essa participação, no entanto, vem caindo sistematicamente desde então e, atualmente, corresponde a 15%. Essa perda de importância da indústria gera diversas dúvidas e desafios, tendo em vista que desde 1930 o processo de industrialização está presente nos debates sobre desenvolvimento econômico nos países periféricos, incluindo o Brasil. Esse movimento de desindustrialização parece ter relação com a escolha brasileira pela industrialização via capital transnacional. Essa escolha não levou em consideração o fato de que esse capital tem um movimento próprio de acumulação, o que implica em processos globais de reestruturação e de ocupação dos espaços nacionais. Esse capital se desloca pelo mundo conforme sua estratégia de acumulação, podendo resultar em processos de desindustrialização. Desde meados da década de 1980, em decorrência do movimento de liberalização do comércio, finanças e fluxos de capital, bem como de avanços tecnológicos alcançados nas telecomunicações e sistemas de informação, o capital passou por processos de reestruturação e novas formas de organização produtiva no espaço, constituindo cadeias globais de valor (CGV). As estratégias de Industrialização por Substituição de Importações e Industrialização Orientada para Exportações parecem não ter a mesma relevância que tiveram no passado, pois as novas CGVs descentralizaram as cadeias produtivas em diferentes países, conforme as estratégias de cada capital individual (grupos econômicos), agora atuando globalmente. Neste cenário, o presente trabalho busca analisar a situação da indústria brasileira para compreender sua evolução nas últimas décadas e delinear a sua nova posição nas CGVs frente a esse movimento de deslocalização do capital, conforme sua estratégia global
Abstract: In 1985, Brazilian industry experienced its peak, accounting approximately for 25% of the value added to GDP. This participation, however, has been falling steadily ever since and currently corresponds to 15%. This loss of importance of the industry raises several doubts and challenges, once since 1930 the industrialization process is present in the debates on economic development in periphery countries, including Brazil. This deindustrialization movement seems to be related to the Brazilian choice for industrialization through transnational capital. This choice did not take into account the fact that this capital has its own accumulation movement, which implies in global processes of restructuring and occupation of national spaces. This capital travels around the world according to its strategy of accumulation, which can result in deindustrialization processes. Since the mid-1980s, as a result of the liberalization of trade, finance and capital flows, as well as technological advances achieved in telecommunications and information systems, capital has undergone processes of restructuring and new forms of productive organization in space, Constituting new global value chains (GVC). The strategies of industrialization through import substitution and export oriented industrialization seem not to have the same relevance that they had in the past, since the new GVCs decentralized the production chains in different countries, according to the strategies of each individual capital (economic groups), now acting Globally. In this scenario, the present work seeks to analyze the situation of the Brazilian industry to understand its evolution in the last decades and to outline its new position in the GVCs in front of this movement of capital relocation, according to its global strategy
Palavras-chave: Industrialização - Brasil
Indústrias -- Brasil
Economia mundial
Brazilian industry
Industrialization
World economy
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Economia, Administração, Contábeis e Atuariais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política
Citação: Lacerda, Franklin de Oliveira. Mundialização e subordinação: o Brasil, o movimento do capital e as cadeias globais de valor. 2017. 101 f. Dissertação (Mestrado em Economia Política) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19973
Data de defesa: 30-Mar-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Franklin de Oliveira Lacerda.pdf1,21 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.