???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19931
Tipo do documento: Dissertação
Título: Evasão de um curso técnico de enfermagem: percepção de estudantes não concluintes
Título(s) alternativo(s): Evasion of a nursing technical course: perception of students don't graduates
Autor: Oliveira, Amanda Aparecida Camargo de 
Primeiro orientador: Duarte, Lucia Rondelo
Resumo: No Brasil de cada quatro alunos que ingressam no ensino fundamental um deles abandona a escola antes de completar a última série. A evasão escolar é um fenômeno social complexo, multidimensional, expressão de um problema coletivo com consequências não só acadêmicas, mas sociais e econômicas. Objetivos: identificar os motivos da evasão dos alunos de um curso técnico de Enfermagem estadual do interior de São Paulo, caracterizar o perfil sócio demográfico e de trabalho dos alunos não concluintes e propor ações que possam auxiliar na diminuição da evasão. Métodos: Trata-se de pesquisa descritiva, documental, com abordagem qualiquantitativa. Participaram do estudo 18 alunos que evadiram no primeiro semestre de 2014. A amostra abrangeu alunos de quatro turmas que apresentaram no ano em questão o percentual de 18,66% de evasão. Foi realizada entrevista oral, gravada em áudio, orientada por questões sobre os motivos da evasão e formas de evitá-las. Além disso, os participantes responderam a um formulário com dados sóciodemográficos e de trabalho. O conteúdo das entrevistas foi organizado segundo o referencial do Discurso do Sujeito Coletivo e para análise e interpretação desses dados foi utilizada a análise de conteúdo, modalidade análise temática. Os dados sóciodemográficos foram analisados segundo a frequência de suas variáveis. Resultados: os participantes são em maioria mulheres, com idade entre 18 e 35 anos, filhos de pais com baixo nível de instrução, pois a maioria não cursou o ensino médio e 50% das famílias vivem com renda de um a três salários mínimos. As causas de evasão apontadas pelos entrevistados foram categorizadas em individuais (maternidade, mudança de endereço, doença na família), ambientais (necessidade de trabalhar, dificuldades financeiras, incompatibilidade de horários) e acadêmicas (insatisfação com a escolha do curso, com o trabalho de conclusão de curso, com o resultado acadêmico insatisfatório). Os fatores ambientais predominaram destacando-se a incompatibilidade de horários como a principal causa de evasão. Este fator está vinculado à dificuldade de conciliar as atividades acadêmicas e o mundo do trabalho e é decorrente da necessidade de trabalhar para compor o orçamento familiar. Os participantes sugeriram ações de acolhimento (ouvir os alunos, busca ativa), medidas acadêmicas (diversificar horários, melhorar o TCC) e medidas de apoio aos alunos com dificuldades financeiras como formas de evitar a evasão. Ouvir o aluno, no sentido de “estar atento” às suas dificuldades e enfrentamentos, sobretudo no processo ensino aprendizagem foi proposto por dois participantes e considerada pela equipe escolar ao receber a devolutiva dos resultados como a ação mais importante no combate da evasão, principalmente, pelo seu caráter preventivo e humanizado. Conclui-se que o acesso e a permanência do estudante no curso envolvem não só questões pedagógicas como também medidas que considerem o contexto e a singularidade do aluno, bem como requerem corresponsabilidade de todos os profissionais envolvidos
Abstract: In Brazil each and of four students that enter in the elementary school one theirs to throw up the school before of to complete the last series. The School flight is a complicate social phenomenon, multidimensional, expression of a collective problem with consequences not only academic, but also social and economic. Aim: This study has the purpose to identify the reasons of flight for students in a state nursing technical course, in the interior of São Paulo, to characterize the demographic and work profile of the not finished students, and to propose actions that may helper to reduce evasion. Method: This is a descriptive, documentary research with a qualitative-quantitative approach. The study included 18 students who evaded in the first semester of 2014. The sample included students from four groups who presented in the year in question the percentage of 18.66% of avoidance. An oral interview conducted, recorded in audio, guided by questions about the reasons for avoidance and ways of avoiding them. In addition, participants replied to a form with socio-demographic and work data. The subject of the interviews organized according to the reference of the Discourse of the Collective Subject for the analysis and interpretation of these data the subject analysis used modality thematic analysis. Sociodemographic dice analyzed according to the frequency of inconstant. Results: showed that the participants were mostly women, aged between 18 and 35 years, children of parents with low level of education, since most didn’t attend high school, and 50% of families live with income of one to three wages Minimum. The causes of evasion identified by the interviewees categorized into individual (maternity, change of address, illness in the family), environmental (need to work, financial difficulties, schedules incompatibility) and academic (dissatisfaction with the choice of course, with the work of Completion of course, unsatisfactory academic result). The environmental factors predominated, the incompatibility of schedules as the main cause of evasion. This agent is entail to the difficulty of to harmonize academic activities and the world of work and is due to the need to work to make up the family budget. Participants suggested welcoming actions (listening to students, active search), academic measures (diversifying schedules, improving CBT), and measures to support students in financial difficulties as ways to avoid circumvention. Listening to the student, in order to "be attentive" to their difficulties and confrontations, especially in the learning teaching process was proposed by two participants and considered by the school team to receive the return of the results as the most important action in the fight against evasion, by its preventive and humanized character. It is concluded that the student's access to and permanence in the course involves not only pedagogical questions but also measures that consider the context and the singularity of the student, as well as require co-responsibility of all the professionals involved
Palavras-chave: Enfermagem
Educação técnica em enfermagem
Evasão escolar
Nursing
Technical education in nursing
School dropout rates
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde
Citação: Oliveira, Amanda Aparecida Camargo de. Evasão de um curso técnico de enfermagem: percepção de estudantes não concluintes. 2016. 91 f. Dissertação (Mestrado em Educação nas Profissões da Saúde) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19931
Data de defesa: 13-Mar-2017
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação nas Profissões da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Amanda Aparecida Camargo de Oliveira.pdf1,6 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.