???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19372
Tipo do documento: Tese
Título: As “medicinas heréticas” e o holismo francês na primeira metade do século XX
Título(s) alternativo(s): ‘Heretical medicines’ and French holism in the first half of the twentieth century
Autor: Thomaz, Luciana Costa Lima
Primeiro orientador: Priven, Silvia Irene Waisse de
Resumo: Nas primeiras décadas do século XX, desenvolveu-se no cenário médico europeu e norte-americano um maior interesse por práticas médicas consideradas heterodoxas, que visavam, acima de tudo, uma medicina mais humanista. Posteriormente foram qualificadas como abordagens holísticas, por terem uma visão integradora dos diversos aspectos do ser humano. Na França, esse movimento apresentou um impulso maior no período entreguerras, com características próprias que o diferenciaram do restante da Europa, especialmente da Alemanha, onde o holismo médico encontrava-se bem consolidado no mesmo período. Em 1945 foi publicada a obra Médecine officielle et médecines hérétiques, reunindo personalidades importantes do holismo médico francês. A obra constituiu um manifesto frente à medicina da época, que, segundo os autores, necessitava de humanização, pois estava rendida aos males da modernidade. Nossa análise, apoiada nessa mesma obra, visa compreender o diálogo epistemológico entre a medicina holística e a hegemônica naquele período, dentro do contexto traçado pelas principais linhas de pensamento do início do século XX
Abstract: Along the first decades of the twentieth century European and North American doctors became increasingly interested in medical practices rated heterodox and that overall sought to develop a more humane approach to medicine. Later on such practices became known as holistic, for their attempt to take all aspects of human beings into consideration. In France, that movement gained particular momentum in the interwar period and acquired peculiar features that distinguished it from the rest of Europe, Germany in particular, where medical holism was firmly consolidated by that time. Several of the most outstanding French holistic doctors coauthored a book entitled Médecine officielle et médecines hérétiques, published in 1945. This book can be seen as a manifesto against the contemporary official medicine, which according to the authors had surrendered to the evils of the modern civilization. Taking that book as point of departure, our analysis sought to understand the epistemological dialogue established between the holistic and the official medicines within the context circumscribed by the main lines of thought in the beginning of the twentieth century
Palavras-chave: Medicina - França - Século 20
Medicina holística
Medicina hegemônica
Medicine - France - 20th century
Holistic medicine
Official medicine
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Thomaz, Luciana Costa Lima. As “medicinas heréticas” e o holismo francês na primeira metade do século XX. 2016. 169 f. Tese (Doutorado em História da Ciência) - Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19372
Data de defesa: 25-Aug-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luciana Costa Lima-Thomaz.pdf8,48 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.