???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19187
Tipo do documento: Tese
Título: Discurso empresarial contemporâneo: anglicismos e prática social
Autor: Vernalha, Hercules Brasil 
Primeiro orientador: Siqueira, João Hilton Sayeg de
Resumo: Esta pesquisa visa a investigar as razões do uso deliberado de anglicismos no discurso empresarial contemporâneo do Brasil, particularmente nos casos em que eles não colaboram para aclarar a ideia comunicada. A literatura sobre o cruzamento de línguas e sobre antigas e modernas línguas francas é examinada no trabalho, com o propósito de compreender a maneira pela qual as línguas exercem influência umas sobre as outras. Também são estudadas as principais influências históricas e modernas sobre a língua portuguesa, com especial ênfase ao processo de interação com o idioma inglês. A metodologia adotada para a investigação do discurso empresarial neste trabalho é a Análise de Discurso Crítica (ADC) proposta por N. Fairclough, cujas origens formativas são estudadas por meio de uma revisão da literatura que trata das várias abordagens de análise de discurso, nas linhas anglo-saxã e francesa. O corpus da pesquisa é composto por revistas de administração e negócios de caráter popular, sítios eletrônicos específicos e mensagens de e-mail trocadas no ambiente empresarial. A partir da investigaçãoapresentada neste trabalho é possível estabelecer quatro categorias de razões subjacentes ao uso deliberado e aparentemente desnecessário dos anglicismos no discurso empresarial contemporâneo do Brasil: eufemização, pertencimento, valorização e comodificação. Eufemizaçãoé o termo escolhido para expressar a maneira pela qual as empresas procuram esconder ou dissimular, em suas manifestações discursivas, iniciativas que possam ser consideradas inadequadas ou prejudiciais.Pertencimento remete à condição de aceitação como membro do grupo que se identifica com o discurso empresarial contemporâneo (pós-fordista) em oposição ao discurso empresarial clássico (fordista).Valorizaçãoexpressa a forma pela qual antigas profissões, práticas e metodologias laborais têm seus títulos e nomes alterados para que pareçam mais atrativos. Comodificação refere-se ao tratamento de mercadoria que se dá a serviços de domínios sociais cujo alvo não é a produção de bens de consumo, como educação e saúde, enquanto seus discursos são invadidos pelo discurso da publicidade
Abstract: This research aims to investigate the reasons for the deliberate use of Anglicisms in Brazilian contemporary business discourse, especially if they don´t help to understand the idea to be communicated. Literature on the crossing of languages and on both ancient and modern linguas francas is examined in this work in order to understand the way languages influence each other. Main historical and modern influences on Portuguese language are also studied, with special attention to English interaction process. Critical Discourse Analysis (CDA), as proposed by N. Fairclough, is the methodology chosen for the investigation of the business discourse in this work. Formative influences of CDA are studied through a literature review on the many approaches of discourse analysis in both Anglo Saxon and French lines. Management and business magazines available in newsstands, Internet business sites and business e-mail messages form the corpus of this research.As a result of the work, it is possible to establish four categories of underlying reasons for the deliberate and seemingly unnecessary use of Anglicisms in Brazilian contemporary business discourse: euphemization, belonging, valorization and commodification.Euphemization is the word chosen to express the way enterprises hide or dissimulate initiatives that can be consideredharmful or inadequate in their discursive manifestation. Belonging refers to the sense of acceptance as a member of the contemporary(post-Fordist)business discourse group in opposition to the classic(Fordist)business discourse group.The word Valorizationis used to express the way oldjobs and work practices and methodologies have had their names and titles changed in order to make them sound more attractive. Commodificationis the process whereby social goods that ought not to be treated as commodities, like education and health,have been transformed into objects of tradewhiletheir discursive domainhas been colonized by the advertising discourse
Palavras-chave: Anglicismos
Discurso empresarial contemporâneo
Análise do discurso
Anglicisms
Contemporary business discourse
Discourse analysis
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa
Citação: Vernalha, Hercules Brasil. Discurso empresarial contemporâneo: anglicismos e prática social. 2016. 162 f. Tese (Doutorado em Língua Portuguesa) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/19187
Data de defesa: 16-Aug-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hercules Brasil Vernalha.pdf622,37 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.