???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18841
Tipo do documento: Dissertação
Título: A inclusão educacional do sujeito surdo: direito garantido ou reprimido?
Título(s) alternativo(s): The educational inclusion of the deaf subject: guaranteed or repressed right?
Autor: Ruzza, Mara Lopes Figueira de 
Primeiro orientador: Silveira, Nadia Dumara Ruiz
Resumo: A valorização do sujeito Surdo e de sua Cultura, Língua, Identidade e Comunidade Surda exige uma leitura crítica do contexto atual da educação brasileira e das políticas de inclusão que vêm sendo implantadas. Tendo em vista a relevância científica e social desta dissertação intitulada “A Inclusão Educacional do Sujeito Surdo: Direito garantido ou reprimido?”, o problema de pesquisa dá-se pela complexa relação entre a inclusão educacional do Surdo na escola comum e a falta de garantia de seu direito pleno de ser Sujeito Surdo. O objetivo geral da pesquisa decorre da contextualização da sua problemática: analisar criticamente a política de inclusão educacional, verificando em que condições o sujeito Surdo tem seus direitos garantidos ou reprimidos. Para discussão de temas como Sujeito Surdo e suas diferenças, direito à educação passando pela educação inclusiva e educação bilíngue para Surdos, foram utilizados como base teórico conceitual da pesquisa: Constituição Federal (1988), Dorziat (2011), Estatuto da Pessoa com Deficiência (2015), Lodi e Lacerda (2009), Moura (2000), Plano Nacional de Educação (2010), Pereira (2011), Quadros (1997 e 2004), Sá (2006), Skliar (1998 e 2003), Strobel (2008) e Vieira (2000). Pautadas nas reflexões de Severino (2002) e Ludke e André (2013), as opções metodológicas desta dissertação foram: mapeamento por meio de questionário virtual de 194 educadores de Escolas Públicas Municipais e Estaduais de São Paulo com posterior análise qualitativa e entrevista estruturada com 12 professores que tiveram em suas turmas regulares alunos Surdos. Os dados analisados demonstram que apesar de haver conhecimento sobre a legislação vigente e de alguns aspectos que perpassam a constituição do Sujeito Surdo, não há mudança efetiva nas práticas escolares de forma que as diferenças do Sujeito Surdo sejam consideradas. Portanto, como uma das considerações finais dessa pesquisa, é possível afirmar que a inclusão educacional de alunos Surdos na escola comum caracteriza-se como uma condição de repressão, não garantindo assim o pleno direito de ser Sujeito Surdo
Abstract: The appreciation of the subject Deafness and its culture, language, identity and Deaf Community requires a critical reading of the current context of Brazilian education and inclusion policies that are being implemented. Given the scientific and social relevance of this dissertation entitled " The Educational Inclusion of the Deaf Subject: guaranteed or repressed Right?" the research problem occurs by the complex relationship between the educational inclusion of the Deaf in regular schools and the lack of guarantee in its own right to be Subject Deafness. The overall objective of the research results from the contextualization of its problematic: Critically analyze the educational inclusion policy, checking the conditions in which the subject Surdo has its guaranteed rights or repressed. For discussion of topics such as subject Deafness and their differences, the right to education through the inclusive education and bilingual education for the Deaf, it was used as a conceptual theoretical basis of the research: Federal Constitution (1988), Dorziat (2011), The Person Statute with Disabilities (2015), Lodi and Lacerda (2009), Moura (2000), National Education Plan (2010), Pereira (2011), Quadros (1997 and 2004), Sá (2006), Skliar (1998 and 2003), Strobel (2008) and Vieira (2000). Guided in Severino reflections (2002) and Ludke and André (2013), the methodological options of this work were: mapping through a virtual questionnaire to 194 teachers of Municipal and State Public Schools in São Paulo with subsequent qualitative analysis and structured interviews with 12 teachers who had students in their regular classes Deaf. The data demonstrate that although there knowledge of current legislation and some aspects that underlie the constitution of the subject Deafness, there is no effective change in school practices so that the differences of the Deaf subject are considered. Therefore, as one of the final considerations of this research, it is clear that educational inclusion of deaf students in regular schools is characterized as a repressive state, not ensuring the full right to be Subject Deafness
Palavras-chave: Sujeito surdo
Educação inclusiva
Direito à educação
Subject deafness
Right to education
Inclusive education
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Educação
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo
Citação: Ruzza, Mara Lopes Figueira de. A inclusão educacional do sujeito surdo: direito garantido ou reprimido?. 2016. 134 f. Dissertação (Mestrado em Educação: Currículo) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18841
Data de defesa: 20-Jun-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mara Lopes Figueira de Ruzza.pdf1,86 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.