???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18835
Tipo do documento: Tese
Título: Homofobia, véu do real
Título(s) alternativo(s): Homophobia, real veil
Autor: Schirmer, Anderson 
Primeiro orientador: Pacheco Filho, Raul Albino
Resumo: Fenômeno muito antigo, a perseguição, a agressão e a morte aos homossexuais vêm sendo tomado como problema de justiça pelo Estado Moderno e uma questão contemporânea para cientistas sociais e ativistas políticos. Os atos criminosos revelam uma série de pensamentos negativos associados à população de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT), que produzem uma discriminação que propicia os ataques não só físicos, mas também simbólicos. Estas ações violentas contra estes sujeitos e os pensamentos que levam às mesmas são denominadas homofobia. Nosso trabalho analisa a homofobia do ponto de vista da psicanálise freudo-lacaniana, não ignorando a contribuição das outras áreas, sobretudo das teorias de gênero e da sociologia. Após abordarmos o surgimento do termo, aplicamos o esforço de buscar circunscrever este fenômeno de forma transdisciplinar e investigar os espaços, saberes e poderes, identificando seus modi operandi, sobretudo onde ele é mais notável; seguimos para problematizá-lo dentro do campo amplo e complexo da sexualidade, tal como investigado e teorizado pela Psicanálise, apresentando-o e discutindo-o em cada plano que compõe este conceito. Nosso avanço, no entanto, se mostra com mais força em submeter este tema ao escrutínio do que Lacan denominou “campo do gozo” e, em especial, à contribuição da sua teoria da sexuação. Vamos, no plano enodado dos três registros dimensionais da estrutura do sujeito, problematizá-lo para discutir masculinidades no campo da cultura, no plano das identificações, da escolha do sexo do parceiro e, sobretudo, posições de gozo. Discursos homofóbicos e, por vezes, dados e detalhes de crimes, nos servirão como objetos na discussão com nossa teoria. Utilizando as fórmulas da sexuação lacanianas, vamos interrogar: o que é homem para psicanálise? E o que é uma mulher? Também nos interessa como podemos conceber e aplicar estas categorias na compreensão da alteridade e na formulação da política, seja esta de exclusão ou não. Trazemos ainda um debate com a teoria queer, destacando o que esta tem em comum com a psicanálise, a capacidade subversiva e o tratamento às novas configurações de desejos, mas também às diferenças entre elas. Nosso trabalho se lança a pensar as homossexualidades e as aversões a estas, ditas: homofobias. Nossa tese buscará trazer este debate principalmente no campo do real lacaniano, com sua ética e sua política
Abstract: Very old phenomenon, persecution, aggression and death to homosexuals have been interpreted as problem of justice by the modern state and a contemporary issue for social scientists and political activists. The criminal acts reveal a series of negative thoughts associated with population of Lesbian, Gay, Bisexual, Transsexual and Transgender (LGBT), which produce a breakdown that provides them not only physical attacks, but also symbolic. These violent actions against these guys and the thoughts that lead to them are called homophobia. Our work examines homophobia from the point of view of Freudian-Lacanian psychoanalysis, not ignoring the contribution of other areas, especially the gender and sociology theories. After we approach the emergence of the term, we apply the effort of seeking to circumscribe the phenomenon of cross-disciplinary manner and investigate the gaps, knowledge and power, identifying their modi operandi, especially where it is most remarkable; we went to problematize it within the broad field and complex sexuality, as investigated and theorized by psychoanalysis, presenting and discussing in each plan that makes up this concept. Our progress, however, is proving harder to submit this issue to the scrutiny of what Lacan called the "field of jouissance" and, in particular, the contribution of his theory of sexualization. We start then crisscrossing the knot within the plane of the three dimensional record of the subject's structure, problematize it to discuss masculinity in the field of culture, in terms of identification, the sex partner of choice and above all jouissance positions. Homophobic speeches and sometimes data and details of crimes, will serve us as objects in discussion with our theory. Using the formula of the Lacanian sexuation, we ask: what is man to psychoanalysis? And what is a woman? Also interested in how we design and apply these categories in the understanding of otherness and the formulation of policy, whether or not exclusion. Still bring a discussion with queer theory, highlighting what it has in common with psychoanalysis, the subversive capacity and treatment to new desires settings, but also the differences between them. Our job propose to thinking the homosexualities and these aversions, said: homophobia. Our thesis will seek to bring this debate mainly in the real Lacanian field, with its ethical and political
Palavras-chave: Homofobia
Gênero
Masculinidade
Homophobia
Genre
Masculinities
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Faculdade de Ciências Humanas e da Saúde
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Citação: Schirmer, Anderson. Homofobia, véu do real. 2016. 179 f. Tese (Doutorado em Psicologia: Psicologia Social) - Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18835
Data de defesa: 29-Apr-2016
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Anderson Schirmer.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.