???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1876
Tipo do documento: Dissertação
Título: Um poder infernal: a poesia de Adelia Prado
Autor: Steiner, Neusa Cursino Santos
Primeiro orientador: Nunes, Maria José Fontelas Rosado
Resumo: Esta dissertação procurou demonstrar que é possível encontrar na poesia de Adélia Prado elementos que configuram transgressão e resistência às concepções negativas praticadas pela Igreja Católica, em relação às mulheres. Um caminho escolhido foi levantar dois relatos bíblicos, o pecado original e a concepção virginal, para focalizar as figuras de Eva e Maria. Procuramos observar a maneira pela qual estas figuras foram transformadas em símbolos, e assimiladas como paradigmas nas relações de gênero no ocidente cristão. Os poemas foram selecionados na medida em que refletiam um diálogo com estes modelos de conduta feminina. O outro caminho foi a compilação de entrevistas da autora e análises diversas de sua obra, tendo em vista uma aproximação maior com sua persona pública. Assim procedendo pudemos colocar em confronto duas vias de expressão de sua religiosidade: uma na poesia e outra na vida pessoal. Estes dois caminhos permitiram contrapor na religiosidade da autora, o posicionamento claro e os sentimentos ambíguos, salientando um conflito subjacente. A pesquisa concluiu que Adélia Prado revela em sua poesia uma apropriação da religião que professa, recuperando as imagens de Eva e Maria, ao expor em seus versos uma sexualidade sem culpa e ao revelar no cotidiano doméstico, mulheres não definidas pela passividade, bem como um espaço privado não esvaziado de poder. A análise dos poemas salientou, em um eixo, imagens que expressassem o conflito religioso, sentimentos de culpa e de libertação erótica, a ligação entre erotismo e religião. O outro eixo pautou-se pela poesia do cotidiano, não apenas como rotina e detalhes, mas também como espaço de resistência e articulações. A mesma religião que oprime irá oferecer significados e símbolos que viabilizam uma poesia de afirmação pessoal e, através dela, a expressão da poeta no espaço público
Palavras-chave: literatura
feminismo
Mulheres
Erotismo
Religião
Igreja Católica
Poesia brasileira
Prado, Adelia, 1935- - Crítica e interpretação
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências da Religião
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião
Citação: Steiner, Neusa Cursino Santos. Um poder infernal: a poesia de Adelia Prado. 2005. 187 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1876
Data de defesa: 17-Oct-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NeusaSteiner.pdf1,02 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.