???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18479
Tipo do documento: Dissertação
Título: Traçando práticas culturais: a imprensa como agência e ferramenta de controle
Título(s) alternativo(s): Tracing cultural practices: the media as an agency and tool of contro
Autor: Martone, Ricardo Corrêa
Primeiro orientador: Banaco, Roberto Alves
Resumo: Alguns analistas do comportamento, seguindo e ampliando as contribuições de B.F.Skinner para o estudo do comportamento social, vêm abordando questões referentes a fenômenos sociais de grande escala. Dentre as questões abordadas a análise do "relatar" da imprensa vem sendo apontada como fundamental para a compreensão dos controles exercidos sobre o comportamento humano e as formas pelas quais os indivíduos passam a "conhecer" o mundo a partir deste relato. Partindo-se desta linha de estudo, o objetivo deste trabalho foi apresentar uma análise sobre o relato da Imprensa enquanto agência controladora sobre um conjunto de práticas produzidas por uma cultura imediatamente após o episódio que ficou conhecido como os "ataques terroristas de 11 de setembro de 2001" contra os Estados Unidos. Para isso foram coletadas, via sUe eletrônico, notícias produzidas por um veículo de comunicação pertencente a um grande conglomerado de empresas de comunicação (CNN). Foram analisadas notícias veiculadas durante três dias subseqüentes aos episódios de 11 de setembro de 2001, utilizando-se a classificação empregada pela própria agência controladora na divulgação dos relatos, e uma classificação criada a partir da identificação dos sujeitos das ações identificadas na notícia. Estas notícias também foram categorizadas e organizadas em um quadro de forma a encadear os eventos relatados em uma seqüência causal. Os resultados indicam que o relato da Imprensa foi parcial, não fornecendo qualquer dado sobre a motivação envolvida no "ataque", e privilegiou as ações da agência governamental e econômica. Também foi dado destaque à mobilização social em torno de uma "reconstrução". Ainda foi possível observar a utilização de termos que pudessem mobilizar a opinião pública para uma possível retaliação enérgica contra os responsáveis indicados pelas agências controladoras Governo e Imprensa. A discussão reitera os dados já encontrados na literatura sobre a associação das agências Governo e Imprensa para obter controle social
Palavras-chave: Relatos verbais
Agências controladoras
Social control
Cultural practices
Verbal report
Controlling agencies
Controle social
Imprensa
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Martone, Ricardo Corrêa. Traçando práticas culturais: a imprensa como agência e ferramenta de controle. 2003. 152 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2003.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18479
Data de defesa: 20-Nov-2003
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ricardo Correa Martone.pdf5,14 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.