???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18049
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBettiol, Líria Maria-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4227384J1por
dc.contributor.advisor1Marsiglia, Regina Maria Giffoni-
dc.date.accessioned2016-04-29T14:18:03Z-
dc.date.available2010-09-14-
dc.date.issued2010-04-30-
dc.identifier.citationBettiol, Líria Maria. Atualizando o debate: formação profissional, trabalho em saúde e serviço social. 2010. 177 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/18049-
dc.description.resumoO presente estudo advém da interlocução do serviço social com a saúde, guiado pelo processo da formação profissional. É resultado de inquietações oriundas da vivência como assistente social e pesquisadora da área, inserida na realidade da saúde pública brasileira, que apontava a necessidade de refletir sobre a questão da formação de recursos humanos em consonância com as demandas do Sistema Único de Saúde (SUS). Dessa forma, o objetivo geral do trabalho consiste em situar, analisar e articular o projeto de formação profissional expresso nas Diretrizes curriculares nacionais para os cursos de serviço social e o debate nacional sobre a formação dos profissionais em saúde. Para isso, especificamente, refletiu-se sobre as discussões acerca da formação profissional para o trabalho em saúde e a trajetória do serviço social na referida área. A metodologia baseou-se na abordagem qualitativa, que teve como primeiro momento a pesquisa documental, seguida pela de campo, realizada por meio de entrevistas semiestruturadas com roteiro norteador. A amostra utilizada foi a intencional: selecionamos quatro sujeitos assistentes sociais, dentro da denominada vanguarda acadêmica , por sua experiência na área ou por serem representantes da profissão em espaços coletivos, próprios e multiprofissionais, de discussão acerca da formação profissional.Verificou-se que as Diretrizes curriculares são majoritariamente avaliadas como positivas e entendidas como uma resposta coletiva às demandas da formação de qualidade e à existência de vários elementos que carecem de maior debate e instrumentalização das unidades de ensino superior. Por outro lado, divergem as posições sobre o trato da intervenção profissional dentro das Diretrizes curriculares e a forma como tem sido encaminhada a discussão no conjunto da profissão. Evidenciou-se também que a relação do serviço social com a saúde, mediatizada pelas mudanças nessa política a partir da Constituição de 1988 e a instituição do SUS, sobretudo tomado o princípio da integralidade, reforça a participação dos assistentes sociais no conjunto das profissões de saúde. Porém, a participação do serviço social no movimento nacional de mudança nos cursos de graduação da área da saúde, por meio do Fórum Nacional de Educação das Profissões na Área de Saúde (Fnepas), está em construção, demonstrando posições contrárias quanto ao alcance desse espaço e da participação do serviço social nele. Notou-se, portanto, que as Diretrizes curriculares comportam lacunas que ainda não foram preenchidas e indicam a urgência de ampliar o debate sobre o projeto de formação profissional, bem como introduzir a questão dos recursos humanos para o trabalho em saúde, sobretudo na perspectiva interdisciplinar, em que a troca de conhecimentos e experiências pode sedimentar um novo tipo de trabalhador em saúdepor
dc.description.abstractThe present study results from the interlocution of Social Work and the Health System and it is conducted by the social worker education. This is a result of inquietudes acting as a Social Work and Researcher in the field in touch with the Brazilian Health Care System reality that pointed the reflection necessity about the human resources education in consonance with the Health System (SUS). Based on what was exposed, the work main goal consists in locating, analyzing and articulating the professional project education according to the National Curriculum Guidelines to the Social Work Schools and the national debate about the health professional education. Specifically for this purpose, it was reflected about the discussions involving the social worker education and the Social Work trajectory focusing the Health System field. The adopted methodology was the qualitative approach having as a first moment a documental research. As a second moment, a field research was taken on a semi-structured interview basis. The used sampling was the intentional: four leading academic social workers that discuss the social worker education were selected. They were chosen by their experience in the field or by representing the Social Work in multi-professional spaces. It was observed that the most of the Curriculum Guidelines are positively analyzed and they are also a collective response to quality educational needs and the existence of many elements that demand a discussion and their operationalization in the universities. On the other hand, some positions divert on the way a professional should intervene according to the guidelines and on how the discussion on the profession has been taken. It was also evident that the Social Work and the Health System relationship, mediated by changes in the politics after the 1988 Constitution and the Health System (SUS) establishment, as well the integrality, intensifies the social workers participation in the Health Sector. However, the Social Work participation in the national graduation courses changing movement in the health sector, by means of the National Education Forum of Health Sector Professions (Fnepas), is building up. Opposite positions about the Social Work range and participation in the movement are shown. It is noticed that there are blanks in the Curriculum guidelines not filled yet and they indicate that is necessary to make the debate on the education project wider, as well to introduce the question about the human resources to the health sector, specially on an interdisciplinary perspective where the knowledge and experiences exchange can consolidate a new professional kind on the Health sectoreng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-04-29T14:18:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Liria Maria Bettiol.pdf: 1205482 bytes, checksum: ade4df4226d7e9c5654e520ea3c69451 (MD5) Previous issue date: 2010-04-30eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/37046/Liria%20Maria%20Bettiol.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentServiço Socialpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Serviço Socialpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectSaúdepor
dc.subjectFormação profissionalpor
dc.subjectTrabalhador em saúdepor
dc.subjectSocial workeng
dc.subjectHealtheng
dc.subjectProfessional educationeng
dc.subjectHealth workereng
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIALpor
dc.titleAtualizando o debate: formação profissional, trabalho em saúde e serviço socialpor
dc.typeTesepor
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Liria Maria Bettiol.pdf1,18 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.