???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18047
Tipo do documento: Dissertação
Título: O autorretrato da vida: experiências de sujeitos em sofrimento psíquico
Autor: Moya, Maira Kelly Verengue 
Primeiro orientador: Martinelli, Maria Lúcia
Resumo: A presente dissertação parte da experiência profissional da pesquisadora como assistente social no Centro de Atenção Psicossocial CAPS de Pindamonhangaba, SP. Tem como objetivo conhecer os significados atribuídos pelos sujeitos, usuários matriculados neste serviço, à sua experiência de vida, especificamente, conhecer suas trajetórias e identificar o modo como se reconhecem socialmente. Parte do princípio que a Saúde Mental tem se configurado como um campo crescente de intervenção para o assistente social e considera necessária a produção de conhecimento científico, a fim de fundamentar teoricamente a prática cotidiana destes profissionais. Encontra nesta argumentação a justificativa para a pesquisa, na medida em que se propõe a conhecer o ponto de vista dos usuários sobre sua condição de sujeito na sociedade. Fundamenta-se no conceito de processo saúde-doença, entendido como a síntese da totalidade de determinações que operam sobre a qualidade da vida da população. Tem na Reforma Psiquiátrica sua orientação política e nos CAPS uma das tecnologias possíveis no cuidado da pessoa em sofrimento psíquico. Pauta-se no materialismo histórico e dialético como referencial teórico para apreensão e análise da realidade e do material da pesquisa. Recorre ao uso da História Oral como metodologia de pesquisa por privilegiar a experiência social e histórica dos sujeitos: o cotidiano, a vida diária, a memória e a cultura. Trabalha a narrativa dos sujeitos gravada durante a realização de um projeto de intervenção denominado Autorretrato da Loucura, realizado no CAPS Pindamonhangaba no ano de 2008. Por último, faz uma síntese aproximativa da realidade estudada
Abstract: This dissertation is based on the researcher's professional experience as a social worker at the Center for Psychosocial Care - CAPS Pindamonhangaba, SP. Aims to research the meanings given by the users enrolled in this service to their experience of life, specifically, to know their life stories and identify how they recognize themselves socially. Assumes that Mental Health has represented a growing field of intervention for the social worker and considers necessary the production of scientific knowledge to enable the theoretical justification of these professionals daily experience. Based on these arguments resides the justification for this research, to the extent it purports to know the views of the users enrolled in this service about their status in society. Has as foundation the concept of Health-Disease Process, understood as the synthesis of the totality of determinations that operate the quality of people's lives. The Psychiatric Reform is the political orientation and the CAPS represent one of the technologies available in the care of the person in psychic distress. It is guided in dialectical and historical materialism as a theoretical framework for understanding and analysis of reality and the researching material. Encourages the use of Oral History as the research methodology once it privileges the social and historical experience of the users: the everyday life, memory and culture. Makes use of the user s narrative recorded during the execution of an intervention project named "Autorretrato da Loucura (Self Portrait of Madness), held in CAPS Pindamonhangaba in 2008. Finally, makes a rough summary of the reality studied
Palavras-chave: Saúde mental
Processo saúde-doença
Reforma psiquiátrica
Mental health
Health-disease process
Psychiatric reform
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Moya, Maira Kelly Verengue. O autorretrato da vida: experiências de sujeitos em sofrimento psíquico. 2010. 229 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18047
Data de defesa: 24-Jun-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maira Kelly Verengue Moya.pdf3,08 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.