???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17515
Tipo do documento: Dissertação
Título: A intersetorialidade das políticas sociais na urbanização de favelas: uma possibilidade para a concretização do direito à cidade?
Autor: Oliveira, Priscila Beralda Moreira de 
Primeiro orientador: Wanderley, Mariangela Belfiore
Resumo: A presente dissertação teve como objeto de estudo a intersetorialidade das políticas sociais na urbanização de favelas como elemento potencializador do direito à cidade. A investigação centrou-se nos limites existentes para uma atuação articulada das políticas sociais na urbanização da Favela Tiro ao Pombo com foco no Plano do Trabalho Social, tendo como idéia central refletir se a política social de urbanização de favelas, juntamente com as demais políticas sociais presentes no território, enfrentam as desigualdades socioterritorias e concretizam o direito à cidade, sendo esse um dos objetivos da Política Habitacional. A metodologia abrangeu pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, pesquisa de campo por meio de uma entrevistas com coordenadora do projeto de urbanização, técnicas sociais e moradores da área. Para compreensão do nosso objeto de estudo, trabalhamos, com um referencial conceitual que abrangeu, além do conceito intersetorialidade, os conceitos de território e de direito à cidade. A pesquisa evidenciou que a gestão intersetorial não é uma realidade no projeto de urbanização, não existe ações articuladas com as demais políticas sociais, mantendo a atuação fragmentada e focalizada. Para os sujeitos da pesquisa, ações articuladas entre as diferentes políticas sociais tornaria o atendimento as famílias mais efetivo, porém, para se tornar uma realidade, precisa ser uma diretriz para o trabalho, tornando a urbanização de determinada área responsabilidade de todas as políticas, o que potencializaria a intervenção e as possibilidades para que o direito à cidade se efetivasse. Pensar intersetorialidade ainda é um grande desafio, é um processo que exige aprendizagem e principalmente vontade política dos governantes e gestores públicos. A gestão intersetorial precisa ser pressuposto para a urbanização de favelas, sendo fundamental no enfrentamento das situações de pobreza , possibilitando que áreas segregadas passem a se integrar à totalidade da cidade
Abstract: The present dissertation had as study object the intersect lines of the social politics in the urbanization of slum as full potential element of the right to the city. The inquiry centered in the existing limits for a articulated performance of the social politics in the urbanization of the Slum Shot to the Pigeon with focus in the Plan of the Social Work, having as central idea to analyze if the social politics of urbanization of slums, together with excessively social politics presents in the territory face the socio-territorial inequalities and materialize the right to the city, being this one of the objectives of the Habitation Politics.The methodology enclosed bibliographical research, documentary research, field research by means of interviews with coordinator of the urbanization project, social technical team and resident of the area. For understanding of our object of study, we work, with a conceptual referential that it enclosed, beyond the concept intersect lines, the concepts of territory and right to the city. The research evidenced that the intersect lines management is not a reality in the urbanization project, does not exist actions articulated with excessively the social politics, keeping the fragmented and focused performance. For the citizens of the research, actions articulated between the different social politics would become the attendance the families most effective, however, to become a reality, it needs to be a line of direction for the work, becoming the urbanization of determined area responsibility of all the politics, what it would provide a full potential to the intervention and the possibilities, so that the right to the city would be accomplished. To think intersect line still is a great challenge, is a process that demands learning mainly and good will politic from de governments and publics managers. The management of intersect line needs to be considered as presupposes for the urbanization of slums, being basic to face the poverty situations, making possible that segregated areas pass to integrate to the totality of the city
Palavras-chave: Intersetorialidade
Território
Direito à cidade
Intersetorialidade
Territory
Right to the city
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Serviço Social
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Oliveira, Priscila Beralda Moreira de. A intersetorialidade das políticas sociais na urbanização de favelas: uma possibilidade para a concretização do direito à cidade?. 2011. 154 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17515
Data de defesa: 13-Jun-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Priscila Beralda Moreira de Oliveira.pdf1,7 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.