???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17313
Tipo do documento: Tese
Título: Marketing político e racionalidade tecnológica: um estudo psicossocial
Título(s) alternativo(s): Political marketing and technological rationality: a psychosocial study
Autor: Gonçalves Júnior, Gil 
Primeiro orientador: Sass, Odair
Resumo: O objeto de estudo desta pesquisa é o marketing político, especialmente quando acionado pelas campanhas eleitorais. Considerando que o intento do marketing, tanto na esfera política, quanto na esfera das relações econômicas, é mobilizar conteúdos psíquicos subjacentes aos desejos dos seus destinatários, de modo a induzi-los a decisões não necessariamente racionais, exercendo assim uma função psicotécnica, o eventual sucesso do marketing político nega a individualidade implícita no mecanismo da delegação do poder pelo voto direto e livre dos cidadãos. Desse modo, o marketing político constitui-se em tema de interesse da psicologia social, área do saber na qual este estudo se insere e, na medida em que o seu acionamento pode afetar o fundamento básico do regime democrático: a delegação do poder pelo voto direto e livre dos cidadãos, também consiste em tema de interesse científico e social, o que justifica o seu estudo. Este estudo tem início com a análise do modo como o marketing político é apresentado em obras escritas por profissionais da área e estudiosos do tema, mediante a qual foi possível verificar a presença da racionalidade tecnológica no e em conseqüência do acionamento do marketing político. Em seguida, recorrendo-se a formulações de teóricos críticos da sociedade, esse vínculo do marketing político com a racionalidade tecnológica é analisado mais detalhadamente, de modo a explicitar as determinações históricas e econômicas de tal vínculo, bem como delimitar mais precisamente a sua dimensão psicossocial. Finalmente, com base nas reflexões e conclusões anteriores, analisa-se uma peça publicitária de campanha eleitoral veiculada pela televisão. Como resultado desse conjunto de procedimentos, verificou-se que o marketing político, assim como seu símile aplicado à esfera das relações econômicas, constitui-se em fator da racionalidade tecnológica e, desse modo, configura-se como uma prática condizente com a redução de democracia aos seus mecanismos, determinada por essa mesma racionalidade, uma vez que o seu acionamento pressupõe e reitera dois aspectos dessa redução: o fechamento do universo do político e o impedimento da constituição da individualidade implícita no mecanismo da delegação do poder pelo voto
Abstract: The subject in study in this research is political marketing, especially when it happens through election campaigns. Considering that the marketing intuit, when we talk about politics, or about economic relations, is to mobilize psychic matters presents in the wishes of their addressee, taking them into decisions which are not necessarily rational, having a psycho technical function, the possible success in the political marketing denies the identity implied in the mechanism of power delegations through the straight and free vote of the citizens. This way, the political marketing is a matter of interest of the social psychology, area in which this work is inserted and, the way it may affect an important basis of democracy: power delegation through straight and free vote of the citizens, also consists in a theme with scientific and social interest, what justifies its study. This study starts analyzing the way political marketing is introduced into written material by professionals of the area and studiouses of the theme, through it was possible to observe the presence of rational technology into and in consequence of the political marketing. After that, recurring to sayings of critical theorists of the society, this connection between political marketing and technological rationality is analyzed in details, in a way to explicit the historical and economical determinations of such connection, as well as delimitate more precisely its psychosocial dimension. Finally, with basis into the previous reflections and conclusions, it was analyzed a publicity election key diffused by the television. As a result of this set of procedures, it was verified that political marketing, as well as its simile applied to economical relations, is constituted into the factor of technological rationality and, this way, is configured as a suitable practice with the reduction of democracy to its mechanisms, determined by this same rationality, once your action presupposes and reaffirms two aspects of this reduction: the shutting of the political universe and the obstruction of the constitution of the implied individuality to the mechanism of delegation through the power of the vote
Palavras-chave: Democracia burguesa
Racionalidade tecnológica
Political marketing
Bourgeois democracy
Technological rationality
Campanhas eleitorais
Comunicacao de massa -- Inovacoes tecnologicas
Democracia
Marketing politico
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social
Citação: Gonçalves Júnior, Gil. Marketing político e racionalidade tecnológica: um estudo psicossocial. 2008. 174 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/17313
Data de defesa: 7-Nov-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gil Goncalves Junior.pdf1 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.