REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/17125
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorFarias, Marcio-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4440828J7por
dc.contributor.advisor1Furtado, Odair-
dc.date.accessioned2016-04-29T13:31:19Z-
dc.date.available2015-10-22-
dc.date.issued2015-09-22-
dc.identifier.citationFarias, Marcio. Relatos de imigrantes africanos na cidade de São Paulo sobre preconceito. 2015. 180 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2015.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/17125-
dc.description.resumoEste trabalho tem como objetivo geral descrever e analisar relatos de imigrantes africanos que residem e/ou trabalham na cidade de São Paulo há, no mínimo, 02 anos sobre preconceito e racismo. Do ponto de vista prático, adotou-se, para captar o conteúdo a ser analisado, entrevistas semiestruturadas. Para análise de conteúdo, a proposta foi analisar as entrevistas por categorias que são elaboradas conforme elementos contidos no discurso dos sujeitos de pesquisa e que se relacionam diretamente com os objetivos desse trabalho. Na parte teórica, buscou-se analisar os elementos centrais da migração em relação à reestruturação produtiva do capital, tentando estabelecer nexos comparativos entre formas desiguais de objetivação do capitalismo e as relações sociais de produção. Partindo desse panorama, exploraou-se as concatenações possíveis entre a migração no mundo contemporâneo e a imigração africana na cidade de São Paulo. Diante da revisão bibliográfica sobre a imigração africana no Brasil, cujos temas do preconceito e discriminação racial são frequentemente abordados, adentrou-se na seara do debate sobre relações raciais no Brasil. Abordaram-se os estudos sobre relações raciais no Brasil, enfatizando a dinâmica de estudos contemporâneos que partem da proposição analítica de que as relações raciais no Brasil, dada a característica continental do país, são mediadas por variáveis que devem levar em consideração as diferenças regionais na conformação histórica das relações raciais, ainda que exista elementos que nacionalizam os estudos e que permitem falar sobre relações raciais em âmbito nacional. Em seguida adentramos nas perspectivas teóricas acerca do cotidiano e do preconceito a partir de uma perspectiva psicossocial. Abordaremos esses conceitos, na perspectiva teórica proposta por Agnes Heller. Qualquer conclusão sobre o tema em questão é parcial. A migração no mundo contemporâneo exibe facetas das mais diversas e suas conexões analíticas exigem um tempo amplo para afirmações mais conclusivas. Mas, é possível afirmar que para pensar a condição migrante é preciso enxergá-los, identificar suas diversidades internas e demandas, conhecer suas experiências de vida, seus anseios quando migram e suas lutas, suas agruras, fomentar o surgimento e divulgar os grupos existentes, conhecer seus trabalhos e condições, como também a vida familiar e suas aspiraçõespor
dc.description.abstractThis work has as main objective to describe and analyze accounts of African immigrants who live and / or work in São Paulo city for at least two years below prejudice and racism. From a practical point of view, if adopted, to capture content to be analyzed, semi-structured interviews. For content analysis, the proposal was to analyze the interviews by categories that are drawn up as elements in the research subjects' speech and that relate directly to the objectives of this work. In the theoretical part, we tried to analyze the core elements of migration in relation to the productive restructuring of capital, trying to establish links between comparative unequal forms of objectification of capitalism and the social relations of production. Based on this outlook, it sought to explore the possible concatenations between migration in the contemporary world and the African immigration in São Paulo. For this, it delineated the key elements of this new phase of capitalism, called productive restructuring. On the literature review about African immigration to Brazil, whose themes of prejudice and racial discrimination are often addressed in existing research, entered in the debate on race relations in Brazil. Studies on racial relations approached in Brazil, emphasizing the dynamics of contemporary studies departing from analytical proposition that race relations in Brazil, given the continental character of the country, are mediated by variables to take into consideration regional differences in historical conformation of race relations, although there elements that nationalized the studies and allow talk about race relations in national scopes. Then we enter the theoretical perspectives about the everyday and prejudice from a psychosocial perspective. We discuss these concepts in theoretical perspective proposed by Agnes Heller. Given the above the theoretical part, methodological and content analysis, any conclusion on the subject in question is partial. Migration in the contemporary world displays facets of the most diverse and their analytical connections require ample time for more conclusive statements. It is certainly not the case with this dissertation. But as conclusive opinion, we can say that to think the migrant condition one must see them, identify their internal diversity and demands, know their life experiences, their concerns when they migrate and their struggles, their hardships, promoting the emergence and spread existing groups, know their jobs and conditions, as well as family life and their aspirationseng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/36003/Marcio%20Farias.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentFaculdade de Ciências Humanas e da Saúdepor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Socialpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectImigração africanapor
dc.subjectRelações raciaispor
dc.subjectPreconceitopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIALpor
dc.titleRelatos de imigrantes africanos na cidade de São Paulo sobre preconceitopor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Marcio Farias.pdf1,25 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.