???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16888
Tipo do documento: Dissertação
Título: Classificação dos estímulos reforçadores quanto às condições de produção das consequências: um estudo conceitual
Título(s) alternativo(s): Classification of reinforcing stimuli according to the conditions of consequences production: a conceptual study
Autor: Dorigon, Lygia T. 
Primeiro orientador: Andery, Maria Amália
Resumo: Uma análise das publicações que trataram do tema dos estímulos reforçadores classificados quanto às condições de produção das consequências apontou diversidade tanto de ordem terminológica quanto conceitual. Tal diversidade impede a formulação de um corpo teórico consistente sobre o tema dos estímulos reforçadores assim classificados. Por esse motivo, foram analisadas um conjunto de publicações sobre o tema. A análise foi feita a partir de um banco de dados construídos com trechos selecionados destas publicações. Foram selecionados parágrafos que continham pelo menos uma de um conjunto de palavras-chaves relacionadas ao tema de interesse, todos os parágrafos selecionados foram identificados de acordo com a obra, o ano, o capítulo e subtítulo. Em seguida, todos foram classificados de acordo com seu conteúdo, podendo ser considerados trechos que continham definição do conceito, implicação do conceito, exemplificação ou outro assunto. Os resultados da análise destes parágrafos indicaram que os termos natural reinforcer/reinforcement e automatic reinforcer/ reinforcement foram os mais citados pelos autores analisados. No entanto, em relação ao conteúdo dos parágrafos analisados, constatou-se um número reduzido de ocorrências de trechos contendo definição (explícita ou parcial) do conceito. Os trechos contendo as palavras-chaves selecionadoras tratavam principalmente de implicações (teóricas ou práticas), ou ofereciam exemplos e em meio a discussão de outros assuntos (parte de outro assunto). A análise das referências bibliográficas indicou ausência de concentração de referências em um autor ou conjunto de autores específicos e pouca articulação entre aos autores que tomaram como seu objeto esta discussão. Os parágrafos classificados como definição e exemplificação do conceito levaram à formulação de uma sistematização para os estímulos reforçadores classificados com base nas condições de produção das consequências, a saber: a) estímulo reforçador automático, aquele que possui uma conexão mecânica com a reposta e faz parte de contingências naturais; b) estímulo reforçador natural, aquele que segue consistentemente o responder, podendo ser intermediado, desde que não por aquele que planejou a contingência e que faz parte de contingências naturais ou construídas e c) estímulo reforçador arbitrário ou construído que sempre é intermediado pelo mesmo indivíduo que arranjou ou facilitou a contingência da qual participa e sempre participa de contingências construídas. Os trechos classificados como implicação do conceito resultaram na análise das discussões da utilização de reforçadores arbitrários ou construídos, em contexto aplicado e natural. Para os autores analisados as condições de utilização de reforçadores arbitrários ou construídos são específicas e devem cuidadosamente acompanhadas quanto ao planejamento de sua retirada. Discute-se estas recomendações à luz de críticas que foram feitas ao conceito de reforçamento e à utilização de técnicas de reforçamento por psicólogos cognitivistas
Abstract: An analysis of the publications which dealt with reinforcing stimuli classified according to the conditions of consequences production pointed to diversity in the terminological and conceptual orders. This diversity prevents the construction of a solid theoretical frame about the reinforcing stimuli in issue. For that reason a group of publications was analyzed. The analysis was conducted based on a database developed with passages of these publications. It was selected the paragraphs which contained at least one of a list of key-words related to the issue of interest, all the selected paragraphs were identified according to its original publication, year, chapter and caption. Next, all the paragraphs were classified according to its content; it could be classified as passage which contained a conceptual definition, conceptual implication, exemplification or a part of another subject. The results of these paragraphs analysis indicate that the terms natural reinforcer/reinforcement e automatic reinforcer/ reinforcement were most frequently cited by the authors analyzed. However, it was found that a small number of passages in the analyzed paragraphs were classified as conceptual definition (explicit or partial). The passages which contained the selected key-words were mainly related to implication (theoretical or practical), or offered some kind of exemplification and during the discussion of other subjects. The analysis of the references cited by the authors analyzed indicated the absence of concentration in one specific author or group of authors and the minor articulation between authors who took this theme as their interest. The paragraphs classified as conceptual definition and exemplification lead to a construction of a systematic approach to the reinforcing stimuli classified according to the conditions of consequences production, as follows: a) automatic reinforcer stimulus has a mechanic connection with the response and is part of natural contingencies; b) natural reinforcing stimulus consistently follows a response, it can be mediated, as long as the mediator is not the one who planned the contingency and is part of natural or constructed contingencies; and c) arbitrary or contrived reinforcing stimulus is always mediated by the same individual who arranged or facilitated the contingency in which participates and always participates in contrived contingencies. The passages classified as conceptual implication resulted in the analysis of the discussions about the utilization of contrived or arbitrary reinforcers in natural and applied settings. To the analyzed authors the conditions for the utilization of arbitrary reinforcers are specific and it must be carefully accompanied by its withdrawal planning. These recommendations are discussed based on the critics which were made to the concept of reinforcement and the utilization of reinforcement techniques by cognitive psychologists
Palavras-chave: Reforçador/reforçamento automático
Reforçador/reforçamento natural
Natural reinforcer/reinforcement
Automatic reinforcer/reinforcement
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Dorigon, Lygia T. Classificação dos estímulos reforçadores quanto às condições de produção das consequências: um estudo conceitual. 2010. 96 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16888
Data de defesa: 6-May-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lygia T Dorigon.pdf1,08 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.