???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16861
Tipo do documento: Dissertação
Título: Variabilidade comportamental e a aquisição de respostas com baixa probabilidade inicial de ocorrência
Autor: Caldeira, Karine Marques 
Primeiro orientador: Sério, Tereza Maria de Azevedo Pires
Resumo: A variabilidade comportamental é uma dimensão operante do comportamento e, assim como outras dimensões, é passível de ser diretamente reforçada. Estudos realizados com animais demonstraram que uma história envolvendo reforçamento de variabilidade ajuda na aquisição de novas respostas. O objetivo deste trabalho foi verificar se o reforçamento direto da variabilidade pode ajudar participantes humanos a adquirir uma resposta com baixa probabilidade inicial de ocorrência e, também, verificar se condições que envolvem diferentes custos de respostas têm influência na variabilidade produzida. Dezoito adultos foram participantes e eles tinham que pressionar duas teclas (em teclados diferentes, colocados um ao lado do outro) para produzir uma seqüência de quatro respostas. Foram formados seis grupos, que poderiam variar com relação à distância entre os teclados (distantes ou próximos), às condições a que os participantes foram expostos e à ordem de exposição às condições. A condição Var envolvia duas contingências operando concorrentemente: 1) completar seqüências que atingissem o critério de variabilidade estabelecido (em esquema RDF), e 2) completar uma seqüência alvo específica em um esquema de VR2. A condição Aco também envolvia duas contingências operando concorrentemente: 1) completar seqüências sem exigência de variabilidade, mas com a liberação do reforço acoplada à liberação do reforço obtida na condição Var, e 2) completar uma seqüência alvo específica em um esquema de VR2. A condição controle envolvia apenas uma contingência: completar a seqüência alvo específica em um esquema de VR2. Os resultados foram analisados de acordo com a distribuição das respostas entre todas as seqüências possíveis e a uniformidade desta distribuição e, também, com relação ao índice U. Pôde-se observar pelos resultados que a contingência RDF foi eficaz para produzir maior variação de respostas em comparação com a variabilidade observada na linha de base. Entretanto, a maioria dos participantes que aprenderam a completar a seqüência alvo era dos grupos da condição controle, a qual também produziu variabilidade de respostas. Além disso, as diferentes distâncias entre os teclados não produziram diferenças na variabilidade de respostas entre os grupos. Os resultados apresentados neste trabalho não corroboram os dados encontrados na literatura com relação à aprendizagem da seqüência alvo em maior número pelos participantes que não passaram pelo reforçamento direto da variabilidade
Abstract: Behavioral variability is an operant dimension of behavior and, as like other dimensions, can be directly reinforced. Researches with animals have demonstrated that a history involving reinforcement of variability helps in the acquisition of new responses. The goal of the present work was to verify if direct reinforcement of variability can help human participants to acquire a response with low initial probability of occurrence and verify if conditions which involve different response cost have influence on produced variability. Eighteen adults were participants and they had to press two keys (on two keyboards, placed side by side) to produce a sequence of four responses. Six groups were made and they could vary the distance of the keyboards (distant or close), the conditions to which the participants were exposed to, and the order of exposition to the experimental conditions. The Var condition involved two contingencies operating concurrently: 1) completing sequences that reached the variability criterion established (on a schedule that consider the weighted relative frequency of a response called RDF), and 2) completing a specific target sequence on a VR2 schedule. The Aco condition also involved two contingencies operating concurrently: 1) completing sequences without being required to vary, but with availability of reinforcement according to the availability of reinforcement obtained in Var, and 2) completing a specific target sequence on a VR2 schedule. Control condition involved only one condition: completing a specific target sequence on a VR2 schedule. The results were analyzed according to the distribution of the responses within all the possible sequences and the evenness of this distribution, and also in relation to the U value. The results point that the contingency that required variability was effective in producing higher variability of responses compared to the variability observed in baseline. Nevertheless, the majority of participants that learned to complete the target sequence were from the groups of control condition. Furthermore, the different distances between the keyboards did not produce differences in response variability among the groups. The results presented on this work do not corroborate the results found on the literature in relation to the participants that were not exposed to direct reinforcement of variability learn the target sequence more frequently
Palavras-chave: Variabilidade comportamental
Esquema RDF
Acoplamento
Custo de resposta
Aprendizagem
Behavioral variability
RDF schedule
Yoked
Response cost
Learning
Avaliacao de comportamento
Comportamento operante
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Caldeira, Karine Marques. Variabilidade comportamental e a aquisição de respostas com baixa probabilidade inicial de ocorrência. 2009. 121 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16861
Data de defesa: 20-May-2009
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Karine Marques Caldeira.pdf5,25 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.