???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16822
Tipo do documento: Dissertação
Título: O efeito da produção de variabilidade sobre o comportamento verbalmente controlado
Título(s) alternativo(s): The effects of variability on verbally-governed behavior
Autor: Fonai, Ana Carolina Vieira 
Primeiro orientador: Andery, Maria Amália
Resumo: Com o presente estudo pretendeu-se avaliar se manipular condições antecedentes que seriam facilitadoras de variabilidade comportamental de comportamento supostamente sob controle verbal promoveria rapidamente mudanças no comportamento quando mudassem as contingências de reforçamento. Participaram do estudo 19 estudantes entre 17 e 27 anos que trabalharam em um jogo de computador similar a um caça-níqueis, no qual deveriam clicar com o mouse em um botão na tela enquanto janelas com figuras giravam por 3 segundos. Ao final do período as janelas paravam e a taxa de clicar gerava ou não figuras iguais nas janelas e pontos. Na Fase 1 os participantes foram distribuídos em 2 grupos: de alta taxa (10 ou mais respostas necessárias para atribuição de pontos) e de baixa taxa, (1 a 3 respostas). Na Fase 1 havia na tela um instrução sobre a resposta de clicar para todos os participantes que era coerente com a contingência de reforçamento. Na Fase 2 as contingências de reforçamento foram invertidas para todos os participantes, que foram subdivididos em 3 novos subgrupos de acordo com as instruções: (a) a instrução anterior permaneceu; (b) foi apresentada nova instrução: Tente descobrir agora como ganhar ; (c) a instrução foi removida. Um outro grupo foi para a Fase 3. Na Fase 3 as contingências de reforçamento da Fase 2 foram mantidas, as instruções (quando existiam) foram retiradas e aspectos da tela irrelevantes com relação às contingências de reforço (cor do fundo, figuras e posição das janelas) foram modificadas. Os resultados indicaram que 14 dos 19 participantes não se comportaram de maneira coerente com a instrução no início da Fase 1, porém 16 participantes terminaram a fase sistematicamente recebendo reforço. 12 dos 14 participantes que fizeram a Fase 2, a iniciaram sem receber reforço; ao final todos os participantes que receberam instruções incoerentes não recebiam reforço. Na Fase 3, todos os 18 participantes apresentaram variabilidade comportamental com a introdução da fase, na taxa e/ou na latência das respostas. Dos 12 participantes que não ficaram sob controle da nova contingência durante a Fase 2, 5 variaram seu responder de modo que padrões de comportamento de acordo com as contingências foram selecionados na Fase 3. Os esquemas de reforçamento iniciais (de alta ou baixa taxa) estão correlacionados com diferenças significativas nos desempenhos; apenas 1 participante dos 9 que iniciaram o estudo no grupo taxa alta não ficou sob controle da nova contingência até o final do experimento, enquanto que 6 participantes dentre os 10 que iniciaram o estudo no grupo taxa baixa tiveram o mesmo resultado
Abstract: The present study aimed at evaluating the effects on behavior variability of manipulating antecedent irrelevant conditions of verbally governed behavior. 19 college students aged 17 to 27 years were recruited. Students worked on a computer task. On each trial 3 windows with the same different shapes moved for 3 seconds. If the shapes were the same on the 3 windows when they stopped points were delivered. This outcome was determined by the rate of the participant s clicking of the mouse on a button on the screen. Participants were assigned to a high rate group (10 or more responses on each trial) or to a low rate group (1 to 3 responses on each trial) on Condition I. A correspondent instruction describing the rate as the reinforcement criterion was present for all participants on this condition. On Condition II the contingency of reinforcement was reversed for all participants and participants were further assigned to 3 new subgroups according to the instructions on the screen: (a) the instruction present on the previous condition was maintained, (b) there was no instruction, (c) a new instruction (Discover how to win).was shown on the screen. Another group of participants was not submitted to Condition III. On Condition III there were no changes on the contingencies of reinforcement, instructions were absent, and other irrelevant elements of the screen (screen color, shapes on the windows, and windows positions) were changed. Results showed that 14 (out of 19) participants did no respond according to the instructions at the onset of Condition I, nevertheless 16 participants were systematically responding according to the contingencies (and instructions) at the end of the condition. 14 participants were submitted to Condition II: 12 of them did not produce reinforcement at the beginning of the condition, but at the end of the condition 5 of them were consistently behaving according to the contingencies and 7 were not. At the onset of Condition III there was variability on the latency and/or rate of responding of all 18 participants, and for 5 of the 12 participants whose behavior was not under contingency control on Condition II such variation was enough to promote the selection of a new response pattern that met the contingency. The initial schedule of reinforcement (of low or high response rate) was highly correlated with participants performances when (and thereafter) contingencies changed: Only 1 of the 9 participants of the high rate group on Condition I was not responding in accordance with the contingency at the end of the experiment, but 6 of the participants of the low rate group on Condition I were still not being systematically reinforced at the end of the study
Palavras-chave: Comportamento verbalmente controlado
Regra
Variabilidade
Verbally-governed behavior
Rule
variability
Comportamento verbal
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Fonai, Ana Carolina Vieira. O efeito da produção de variabilidade sobre o comportamento verbalmente controlado. 2008. 177 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16822
Data de defesa: 24-Apr-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Carolina Vieira Fonai.pdf1,42 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.