???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16769
Tipo do documento: Dissertação
Título: A emergência de relações condicionais entre estímulos como resultado de treino de pares de discriminações simples simultâneas
Título(s) alternativo(s): The emergence of condictional relations among stimuli as the result of a simple simultaneous discrimination trining of pairs of stimuli
Autor: Montans, Maria Paula Soares 
Primeiro orientador: Andery, Maria Amália
Resumo: Classes de estímulos têm sido definidas por um conjunto de determinadas propriedades que compartilham. Analistas do comportamento têm estudado procedimentos para produzir e para identificar ou avaliar a formação de classes de estímulos e mais recentemente têm proposto que há mais de um tipo de classe de estímulos, por exemplo, classes de estímulos funcionais (ou funcionalmente equivalentes) e classes de estímulos equivalentes. Tais classes se distinguiriam pelas relações que os estímulos pertencentes a uma mesma classe estabelecem entre si e/ou pelos seus efeitos sobre o responder. Nestes casos, os procedimentos envolvidos no estabelecimento de classes de estímulos seriam responsáveis pela formação de distintas classes e de distintos tipos de classes. O procedimento de matching to sample, por exemplo, tem sido visto como procedimento privilegiado para estabelecer discriminações condicionais entre estímulos e para testar se houve o estabelecimento de relações entre estímulos tais que as três propriedades definidoras de classes de estímulos equivalentes emergem. No entanto, outros procedimentos de treino discriminativo também têm sido apontados como procedimentos efetivos para o estabelecimento de classes de estímulos tais que se pode afirmar a existência das relações entre os estímulos que são definidoras de classes de estímulos equivalentes. O presente trabalho teve por objetivo estudar se um procedimento que estabelece conjuntos de discriminações simultâneas simples, com base em discriminações já existentes, sem reversões repetidas e sem (ou quase sem) erros, possibilitaria a emergência de relações condicionais entre uma série de estímulos SD e entre uma série de SΔ. Seis crianças entre 6 e 7 anos de idade participaram deste estudo. Os participantes trabalharam em um computador equipado com um programa que controlava as condições do experimento e registrava as respostas. O presente experimento teve um pré-treino e seis fases: (1) treino discriminativo de 3 pares de estímulos denominados A, B e C, (2) treino discriminativo dos 3 pares mixados com 100% e 50% das tentativas reforçadas, (3) treino de discriminação condicional, (4) teste de relações emergentes entre estímulos, (5) treino e teste de formação de classes de estímulos, e (6) agrupamento de estímulos em cartões. Os resultados mostraram que todos os participantes aprenderam as discriminações simples entre os pares A, B e C sem erro ou quase sem erro. Foi constatado também que esse procedimento de discriminação simples, sem reversões ou erros permitiu estabelecer discriminações simples entre os 3 pares de estímulos e permitiu também a emergência de relações condicionais entre as séries de estímulos SD e entre a série de SΔ para três participantes. Palavras chaves: discriminação simples, discriminação condicional, classes de estímulos, classes de estímulos funcionais, classes de estímulos equivalentes
Abstract: Stimulus and response classes are defined by a given set of shared properties. Stimulus classes are identified when different stimuli affect an organism in the same way. Processes, procedures and variables responsible for the establishment of stimulus control and stimulus classes and for the testing of such classes have been studied and today a number of authors argue that such processes and procedures may generate distinct types of stimulus classes such as functional stimulus classes and equivalent stimulus classes. Matching to sample is nowadays the choice procedure to establish conditional discriminations and classes of equivalent stimuli. Nevertheless, other procedures for the establishment of conditional discriminations among stimuli that prove to be effective for the emergence of equivalent classes have been described. The current study tested if a procedure that established errorless (or almost errorless) simple simultaneous discriminations based on discriminations already established, without any reversals, could establish conditional discriminations and equivalence classes formed by a SD series and a SΔ series of stimuli. Six children aged between 6 and 7 participated in the study. They worked in a computer equipped with a programme that controlled all the experiment conditions and also recorded the necessary data. Six experimental conditions, were successively presented: (1) simultaneous discrimination training of 3 stimuli pairs named A, B, C, (2) discriminative training of all stimuli pairs with 100% and 50% of trials reinforced, (3) conditional discrimination training, (4) test of emergent stimuli relations, (5) training and test of stimuli class formation, (6) grouping card stimuli. Results have shown that each participant has achieved criterion on the simple discrimination training of stimuli pairs A, B and C without errors or almost without errors or reversals and that the procedure allowed the establishment not only of the simple discriminations among the 3 pairs of stimuli, but also aloowed for the emergence of conditional relations among the S+ and S- stimuli series, for three participants
Palavras-chave: discriminação simples
discriminação condicional
classes de estímulos
classes de estímulos funcionais
classes de estímulos equivalentes
Simple discrimination
Avaliacao do comportamento
Estimulos
Conditional discrimination
Stimulus class
Functional stimulus class
Equivalent stimulus class
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Montans, Maria Paula Soares. A emergência de relações condicionais entre estímulos como resultado de treino de pares de discriminações simples simultâneas. 2006. 71 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16769
Data de defesa: 10-May-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MariaPaulaMontans.pdf953,51 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.