???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16739
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeitos de instruções e de manipulação do formato de frutas na redução da seletividade alimentar em crianças com Transtorno do Espectro Autista
Título(s) alternativo(s): Effects of instructions and shape manipulation of fruits to reduce food selectivity in children with Autism Spectrum Disorder
Autor: Furine, Laís Sassaki 
Primeiro orientador: Malerbi, Fani Eta Korn
Resumo: O presente estudo teve como objetivo avaliar se procedimentos que utilizam uma sequência de instruções ou que manipulam o formato do alimento seriam capazes de melhorar a aceitação de frutas por crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Além disso, pretendeu-se verificar se a aceitação se manteria com a suspensão gradual da manipulação da forma e com a redução progressiva das instruções. Participaram do estudo dois meninos com diagnóstico de TEA, com 3 e 8 anos de idade. As sessões ocorreram na casa dos participantes nos horários de lanches intermediários. O procedimento foi dividido em três fases: (1) Pré-teste que comprovou a rejeição das frutas; (2) Sequência de Instruções (SI) na qual foram utilizadas instruções de aproximação sucessiva ao alimento; (3) Manipulação do Formato (MF) em que as frutas foram inicialmente apresentadas em formas lúdicas preferidas pela criança e depois tiveram o formato esvanecido até que a fruta fosse apresentada em formato regular. Transcorridos 40 dias do final do procedimento, foi realizado o Seguimento. Nas fases SI e MF foram apresentadas duas frutas para cada criança. A seleção foi baseada na lista de frutas do Guia Alimentar para a População Brasileira (2005), e teve como critérios a rejeição e sazonalidade, priorizando sabor e cores. As variáveis dependentes foram o seguimento das instruções, o consumo de cada fruta e a frequência de respostas de recusa ativa. Os resultados mostraram que para ambos os participantes o procedimento de SI foi acompanhado pelo consumo das frutas previamente rejeitadas ocorresse. Já o procedimento de MF foi associado ao consumo somente para um dos participantes. Os dados do Seguimento apontaram que houve manutenção do consumo das frutas utilizadas nas fases anteriores. Com o intuito de auxiliar as mães dos participantes a manter as atividades realizadas durante o estudo e favorecer a inclusão de novos alimentos à dieta dos mesmos, foram elaborados materiais para cada família, com base nos resultados obtidos. O delineamento intra-sujeito empregado neste estudo permitiu verificar a necessidade de planejamento de intervenções individualizadas, que considerem a história e as características de cada participante
Abstract: The objective of the present study was to assess whether a sequence of instructions or the manipulation of food shape would improve the acceptance of fruit by children with Autism Spectrum Disorder (ASD). Furthermore, it aimed to determine if this acceptance would remain with fading of shape manipulation and progressive reduction of instructions. Two boys with ASD, 3 and 8 years old, participated as subjects. The sessions took place at the participant s home at intermediate snack times. The procedure was divided into three phases: (1) Pre-test that confirmed fruit rejection; (2) Sequence Instructions (SI) that promoted successive approximations to the fruit; (3) Format Manipulation (FM) in which the fruits were initially presented in ludic shapes preferred by the child and then had their format vanished until the fruit was presented in its regular shape. Forty days after the end of the last phase, a Follow-up session was conducted. Two fruits were presented to each child in the SI and MF phases. The fruit s selection was based on the list of fruits Food Guide for the Brazilian Population (2005), and followed the criteria of rejection by the children and their seasonality, prioritizing flavor and color. The dependent variables were the percentage of compliance with instructions, the consumption of each fruit and the frequency of active refusal. The results showed that for both participants the SI procedure was associated with the consumption of previously rejected fruits. The FM procedure was effective for only one participant. Follow-up data showed the maintenance of fruits consumption previously rejected. In order to assist the mothers of the participants to maintain the activities performed during the study and encourage the inclusion of new foods to children s diet, the researcher elaborated materials for each family, based on the results obtained. The intra-subject design used in this study offered evidence for the need of individualized interventions that take into account the history and the characteristics of each participant
Palavras-chave: Seletividade alimentar
Crianças
Transtorno do Espectro Autista
Instruções
Manipulação do formato
Food selectivity
Children
Autism Spectrum Disorder
Instructions
Shape manipulation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Furine, Laís Sassaki. Effects of instructions and shape manipulation of fruits to reduce food selectivity in children with Autism Spectrum Disorder. 2014. 115 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16739
Data de defesa: 15-Aug-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lais Sassaki Furine.pdf2,65 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.