???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16736
Tipo do documento: Dissertação
Título: Variabilidade comportamental em humanos: uma revisão de estudos publicados em periódicos
Autor: Figueiredo, Gabrielle Maria de 
Primeiro orientador: Micheletto, Nilza
Resumo: Esse trabalho teve o objetivo de caracterizar a literatura publicada em periódicos científicos acerca dos trabalhos de análise do comportamento sobre variabilidade comportamental realizados com participantes humanos a partir da análise das referências bibliográficas de 26 textos de conceituais e de revisão da área, foram selecionados 42 artigos experimentais que foram lidos integralmente e oito artigos experimentais em que apenas o resumo estava disponível e foram liodos parcialmente. A leitura destes artigos permitiu identificar que a maioria dos artigos publicados são de pesquisa básica, seguidos de pesquisa aplicada não foram encontrados artigos de intervenção e que não há um periódico de destaque para as publicações. Entre 92 autores encontrados, apenas publicaram mais de um artigo na área e 86% tem filiação acadêmica. Os temas predominantes são de variabilidade induzida por esquemas de reforçamento e variabilidade diretamente reforçada, porém outros temas estão presentes nas publicações, tais como características do responder e sequência de apresentação das contingências. Os resultados referentes à variabilidade induzida são inconclusivos em relação à efetividade dos esquemas em produzir responder variado, enquanto os esquemas que reforçam diretamente a variabilidade obtém resultados positivos. A maior parte dos artigos de pesquisa básica realiza seus experimentos com participantes universitários, em ambientes experimentais e com o uso de computadores. Por outro lado, nas pesquisas aplicadas há predominância de participantes crianças e!as coletas são realizadas em ambientes naturais e utilizam objetos do cotidiano. Em ambos os casos o principal agente de mudança é o próprio experimentador. As medidas de distribuição, dispersão e recência são as mais utilizadas pelos experimentadores para avaliar a produção de variabilidade e, com relação ao delineamento experimental, mais experimentos de pesquisa básica fizeram análises de grupo e, nas pesquisas aplicadas, há mais estudos com análises de sujeito único. Foi possível identificar que os trabalhos da área não discutem a variabilidade relacionando o conhecimento gerado pelas diferentes frentes da análise do comportamento conceitual, básica, aplicada e intervenção, o que pode atrasar o desenvolvimento da área como um todo.
Abstract: This study aimed to characterize the literature published in scientific journals regarding behavior analysis studies about behaviaral variability with human participants. From the analysis af the references of 26 canceptual and review texts, 42 experimental articles were read in full and eight experimental articles only had abstracts available and were partially read. It was passible to identify that the majority af published articles are basic researches, followed by applied researches (there were no intervention articles found) and there isn't a featured journal for publications. Between 92 authors found only 11 published more than one article in this theme and 86% have academic affiliation. The predominant themes are variability induced by reinfarcement schedules and directly reinfarced variability, but other themes are present in publications, such as characteristics af responding and different sequences of presentatians of contingencies. The results cancerning the induced variability are inconclusive regarding the effectiveness af the schemes in producing varied respanses, while the schedÍlles that directly reinforce variability have positive results. Most articles an basic research canduct the experiments with university participants in experimental enviranments and use camputers. On the ather hand, there is a predaminance af children participants on " pplied researches, which are conducted in natural environments and use everyday objects. In both cases, the main agent of change is the experimenter himself. Measures af distributian, dispersian and recency are the most used by the experimenters to evaluate the productian af variability and, regarding the experimental design, the basic research experiments have done:m(>re graup analysis, and in applied research, more studies are dane with single-subjett designs. We faund that the researches do nat discuss the variability relating the knowledge generated by the different areas of behaviar analysis (conceptual, basic, applied and interventian), which may delay the development afthe area as a whale
Palavras-chave: Revisão de literatura
Variabilidade comportamental
Humanos
Literature review
Behaviar variability
Humans
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento
Citação: Figueiredo, Gabrielle Maria de. Variabilidade comportamental em humanos: uma revisão de estudos publicados em periódicos. 2014. 137 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16736
Data de defesa: 7-May-2014
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia Experimental: Análise do Comportamento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gabrielle Maria de Figueiredo.pdf4,36 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.