???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16254
Tipo do documento: Dissertação
Título: Agressividade em crianças: um estudo em contexto educacional pré-escolar
Autor: Silva, Deise Rosa da
Primeiro orientador: Moroz, Melania
Resumo: A presente pesquisa, que teve como foco de estudo a agressividade por crianças, propôs-se a verificar se ocorrem comportamentos agressivos durante as atividades extra-classe desenvolvidas na pré-escola e, em caso afirmativo, a descrever quais são tais comportamentos, identificando possíveis fatores a eles relacionados. Este trabalho, desenvolvido numa pré-escola de um colégio particular de Cascavel no Paraná, teve como participantes crianças com faixa etária entre 4 e 6 anos; durante as atividades recreativas em ambiente externo à sala de aula, foram realizadas, duas a três vezes por semana, 25 sessões de observação de aproximadamente uma hora de duração cada. Foram identificados 31 episódios agressivos, envolvendo 68 incidentes de agressão, os quais foram classificados como agressividade física, verbal e gestual. Tendo com referencial teórico a abordagem comportamental, foi realizada uma proposta de análise funcional dos dados coletados, permitindo identificar as circunstâncias frente as quais ocorrem os comportamentos agressivos e a forma como os pares e os docentes agem após a ocorrência da agressão. Verificou-se, dentre outros aspectos, que os incidentes agressivos físicos foram os mais freqüentes, envolvendo mais os meninos do que as meninas; os comportamentos agressivos ocorreram principalmente como forma de obter reforçadores, como reação à retirada de um reforçador, ou ainda como forma de reagir frente a um evento aversivo, mesmo sendo este um fato acidental; na maior parte das vezes, as docentes interferiram em função da solicitação das crianças e com a finalidade de cessar a ocorrência de agressão, não aproveitando a oportunidade para ao ensino de habilidades sociais. Os resultados obtidos permitem sugerir que tais comportamentos poderiam se tornar esporádicos, caso o ensino de habilidades sociais fosse um objetivo assumido por professores da educação infantil
Abstract: The present research, that had as focus of study the aggressiveness for children, was considered to verify it if aggressive behaviors occur during the developed activities extra-classroom in the daily pay-school and, in affirmative case, to describe which they are such behaviors, identifying possible factors related they. This work, developed in a daily pay-school of a particular college of Cascavel, Paraná, had as participant children with age between 4 and 6 years; during the recreational activities in external environment to the classroom, they had been carried through, the two three times per week, 25 sessions of comments of approximately one hour of duration each. 31 aggressive episodes had been identified, involving 68 incidents of aggression, which had been classified as physical aggressiveness, verbal and gestual. Having with theoretical referencial the mannering boarding, it was carried through a proposal of functional analysis of the collected data, allowing to identify to the circumstances front which occur the aggressive behaviors and the form as the pairs and the professors after act the occurrence of the aggression. It was verified, amongst other aspects, that the physical aggressive incidents had been most frequent, involving more the boys of whom the girls; the aggressive behaviors had occurred mainly as form to get stiffener, as reaction to the withdrawal of a stiffener one, or still as form to react front to a aversive event, exactly being this an accidental fact; with the biggest part of the times, the professors had intervened with function of the request of the children and with the purpose to cease the occurrence aggression, not using to advantage the chance for the o education of social abilities. The gotten results allow to suggest that such behaviors could become sporadical, case the education of social abilities were an objective assumed for professors of the infantile education
Palavras-chave: Agressividade infantil
Relação professor-aluno
Infantile aggressiveness
Conceptions of professors
Agressividade nas criancas (Psicologia)
Educacao pre-escolar
Professores e alunos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::PSICOLOGIA EDUCACIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação
Citação: Silva, Deise Rosa da. Agressividade em crianças: um estudo em contexto educacional pré-escolar. 2006. 79 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/16254
Data de defesa: 3-Aug-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao DEISE ROSA DA SILVA.pdf474,48 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.