???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15943
Tipo do documento: Dissertação
Título: Vida longa, longa vida - desafios da longevidade: grupo psicoterapêutico para mulheres na terceira idade
Autor: Schalch, Maria de Lourdes Soares 
Primeiro orientador: Macedo, Rosa Maria Stefanini de
Resumo: A mudança na fotografia etária da população nos mostra um mundo envelhecendo em um universo de grandes e rápidas transformações. A população envelhece e necessita manter uma boa qualidade de vida para esta etapa do ciclo vital que antes não se fazia tão representativa. Através da experiência com grupos de atividades voltados para esta população, observou-se a oportunidade de se investir em psicoterapia para a terceira idade, no intuito de proporcionar melhores condições de enfrentamento nas crises próprias do envelhecimento, refletindo sobre questões da rotina que vivem, como enfrentam as mudanças tecnológicas, físicas, sociais e afetivas, sua preocupações, medos, desafios, o que pensam da velhice, quais suas dificuldades, seus planos, como veem seu futuro, como veem a si mesmas, e por fim, como avaliam o grupo psicoterapêutico, o quanto as ajudou em seus dilemas, quais as conquistas advindas da participação no grupo. O presente trabalho visa a estudar a viabilidade e a validade de se realizar um grupo psicoterapêutico para mulheres na terceira idade. Para tanto foi proposta a realização de grupo formado por interessadas que participavam do grupo de convívio em unidade de saúde para ingressarem no trabalho de psicoterapia. Tal decisão se pauta no preconceito corrente contra a realização de trabalhos psicoterapêuticos para a terceira idade e a escassez de serviços voltados a essa população. O trabalho seguiu por dois anos, sendo que para participar da pesquisa as voluntárias deveriam frequentar o grupo psicoterapêutico por no mínimo quatro meses. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas e Genograma para avaliar qualitativamente o beneficio de se realizar esse tipo de atividade. De acordo com o resultado obtido pudemos enfatizar as contribuições para a melhora da qualidade de vida das participantes, e a recomendar a realização de psicoterapia para mulheres na terceira idade em outros serviços de saúde
Abstract: The change of the age standard in population shows us the world growing up in a universe of large and rapid changes. The population gets old and needs to maintain good quality of life for this stage of vital cycle that was previously not so representative. Through experience with groups of activities aimed at this population, was observed there was an opportunity to invest in psychotherapy for the elderly in order to provide better conditions to stand up against crises characteristic of aging, that reflects on routine s matters , such as technological, physical, social and emotional changes, their concerns, fears, challenges, what they think of third age, their difficulties, their plans, how they picture their future, how they see themselves, and finally how they evaluate the group of therapy, the much that helped in their problems, what were the achievements resulting from participation in the group. The current work aims to study the possibility and validity of conducting a group therapy for women in old age. Therefore it was proposed the fulfillment for a group with people who was interested and was already participating in the group of living in the Health Unit. They were invited to join the work of psychotherapy. Such a decision is taken because of the prejudice against the execution of psychotherapy for the elderly and the lack of services aimed at this population. The work follows two years, and to participate in the study, the volunteers should attend the group at least four months. Semi-structured interviews were made and also Genograms to qualitatively evaluate the benefit of performing such work. According to the result aimed at this group, we could emphasize contributions to the improvement of quality of life in the participants, and recommend the conduct of psychotherapy for women in old age in other health services
Palavras-chave: Psicoterapia
Envelhecimento
Longevidade
Terceira idade
Psychotherapy
Aging
Longevity
Old age
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Schalch, Maria de Lourdes Soares. Vida longa, longa vida - desafios da longevidade: grupo psicoterapêutico para mulheres na terceira idade. 2010. 152 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15943
Data de defesa: 17-Aug-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria de Lourdes Soares Schalch.pdf936,13 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.