Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15921
Tipo do documento: Dissertação
Título: Homoconjugalidade masculina, revelação e redes sociais: um estudo de caso
Título(s) alternativo(s): Gay male couple, disclosure and social network: a case study
Autor: Defendi, Edson Luiz 
Primeiro orientador: Macedo, Rosa Maria Stefanini de
Resumo: Este estudo teve como objetivo compreender como o processo de revelação da conjugalidade homossexual masculina reflete na construção da rede social do casal e na dinâmica de seus relacionamentos. Para a construção deste estudo realizamos uma pesquisa qualitativa e interpretativa enfatizando a natureza socialmente construída da realidade e a importância de compreender o fenômeno de forma contextualizada e sistêmica. A estratégia metodológica adotada para este trabalho foi o estudo de caso que buscou conhecer o caso a ser pesquisado sem a pretensão de esgotar e ou fazer generalizações, atendo-se à singularidade e riqueza do caso escolhido. Os instrumentos utilizados foram a entrevista semiestruturada, o Mapa de Rede de Social proposto por Sluzki (1997) e a Linha do Tempo do casal. Foram entrevistados dois casais homossexuais masculinos e, para fins deste estudo, foi escolhido um casal que apresentou riqueza e diversidade de informações para o tema proposto. Com este casal foram realizados três encontros, sendo um encontro individual com cada membro da díade e um encontro em conjunto. A análise e os resultados da pesquisa apontam que construir uma relação conjugal homossexual requer de seus membros uma consciência de suas identidades e uma clareza quanto ao desejo conjugal. Para o casal participante, revelar não significa necessariamente contar sobre a relação para qualquer pessoa da rede social. Viver como um casal, coabitar, estarem sempre juntos socialmente e também contar explicitamente sobre sua conjugalidade, preservando certa privacidade quanto a vida pessoal, são formas de legitimar socialmente a relação e dar visibilidade a mesma. Apesar da diferença de significado e conseqüentes atitudes sobre revelar ou não suas conjugalidades, cada membro do casal respeita a posição do outro e tal situação não é geradora de conflitos na relação. Revelar aproxima as pessoas da rede e não revelar mantém limites entre o casal e sua rede social. Limites esses mais aparentes em relação à família de origem com reflexos de rejeição ao casal, até incorporação do mesmo por parte da família de um dos participantes, porém com pouca intimidade entre as partes. As relações de amizade são as que oferecem maior intimidade e proximidade ao casal quando cientes da sua condição, e nas relações de trabalho, preservar a identidade do casal pela não revelação da situação aparece como condição de convivência mais confortável entre o casal e os colegas. Consideramos que o conhecimento de tais características sobre a homoconjugalidade masculina é relevante para o trabalho na área de saúde mental
Abstract: This study aimed to understand how the process of disclosure of gay male couples reflects in the construction of the couple's social network and the dynamics of their relationships. For the construction of this study we conducted a qualitative and interpretive research emphasizing the socially constructed nature of reality and the importance of understanding the phenomenon in a contextualized and systemic way. The methodological strategy adopted for this work was the case study, without exhausting it and/or making generalizations, but only considering the uniqueness and richness of the chosen case. The instruments used were a semi-structured interview, the Map of Social Network proposed by Sluzki (1997) and the Timeline of the couple. We interviewed two gay male couples and for purposes of this study a wealthy couple with diversity of information was chosen. We had three meetings with this couple an individual meeting with each member of the dyad and a joint meeting. The analysis and the results of the research show that building a gay male couple relationship requires of its members a sense of identity and clarity as to the desire to live together. For the participating couple, disclosing does not necessarily mean that they must tell everyone of their social network about their relationship. Living as a couple, living together, being always socially together and also rely on each other, preserving a certain personal life privacy are ways of socially legitimate their relationship and turn it visible. Despite the difference in meaning and the consequent attitudes about disclosing or not their relationship, each member of the couple respects the other's position and that does not generate conflicts in their relationship. Disclosing brings people closer, keeping their relationship secret builds boundaries between the couple and their social network. These limits are more visible in the family of origin, reflecting on the rejection of the couple, and when the family of one of the participants incorporates the couple but with little intimacy between the parties. Friendly relationships offer more intimacy and closeness to the couple when they are aware about their condition, and at work, the more comfortable coexistence between the couple and their colleagues is when they do not disclose their gay male couple condition. We believe that the knowledge of such features of gay male couples is relevant to the work in the mental health area
Palavras-chave: Conjugalidade homossexual
Gay male couple
Social network
Companheiros homossexuais
Redes de relacoes sociais
Identidade sexual
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Defendi, Edson Luiz. Gay male couple, disclosure and social network: a case study. 2010. 141 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15921
Data de defesa: 18-Mai-2010
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Edson Luiz Defendi.pdf1,27 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.