???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15777
Tipo do documento: Dissertação
Título: Algumas funções do silenciar na clínica psicanalítica
Autor: Carvalho, Peggy Coelho
Primeiro orientador: Naffah Neto, Alfredo
Resumo: O objetivo deste trabalho é investigar algumas funções do silenciar na clínica psicanalítica. Neste espaço psicanalítico, no qual o cerne do trabalho é o conversar, o dialogar, as experiências silenciosas podem dificultar a capacidade de observação e apreensão da realidade psíquica por parte do analista, uma vez que alguns elementos observáveis ficam indisponíveis. O método adotado é o meu próprio estilo poético e, através do vínculo poético estabelecido com o leitor, proponho expandir nossos conhecimentos, nossas reflexões e compreensão sobre as situações silenciosas. Faço analogia com a técnica contrapontística musical no sentido de que utilizo três principais acontecimentos simultâneos, ou, vozes: de Beethoven, de John Milton e a minha própria voz que se inter-relacionam em torno do tema do silenciar durante toda a narrativa. Minha hipótese é a de que seja possível que o ser/não ser possa revelar-se e/ou ocultar-se através do silêncio, pregnante de dor mental. Nesta trajetória, fui deparando não com o silêncio, coisa-em-si, mas com o processo de silenciar e, ao final, encontrei o silenciar como dor e prazer mentais
Abstract: This work aims to investigate some functions of silence on the psychoanalytic pratice. In his psychoanalytic space, where the core of the work is talking, dialoguing, the silent experiences can upset the analyst s capacity of observation and apprehension of the psychic reality, since some observable elements become unavailable. The adopted method is my own poetic style and, through the poetic bond established with the reader, I propose to expand the knowledge, reflections and comprehension of silent situations. I make an analogy with the musical technique of counterpoint using trhee principal and simultaneous events, or voices: Beethoven s, John Milton s and my own, interrelated around the theme of silence during all the narrative. My hypothesis is that it is possible that the being/not being can reveal and/or hide itself through silence, pregnant of mental pain. In this trajectory, I did not come across the silence by itself, but with the process of silence and, at the end, I found the silence as mental pain and pleasure
Palavras-chave: Dor
Prazer
Revelação
Ocultação
Pensar
Ser
Não ser
Silence
Pain
Pleasure
Revelation
Occultation
Thought
Being
Not being
Bion, Wilfred Ruprecht -- 1879-1979 -- Critica e interpretacao
Psicanalise
Silencio
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Carvalho, Peggy Coelho. Algumas funções do silenciar na clínica psicanalítica . 2008. 90 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15777
Data de defesa: 19-Dec-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Peggy Coelho Carvalho.pdf489,76 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.