???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15034
Tipo do documento: Dissertação
Título: Maternagem e função materna em UTI neonatal: um estudo psicanalítico
Autor: Barreto, Cristiane Palmeira de Oliveira 
Primeiro orientador: Violante, Maria Lucia Vieira
Resumo: A presente dissertação tem como objetivo estudar a relação entre a maternagem e a função materna em UTI Neonatal. Proponho propositalmente um distanciamento entre os dois conceitos, onde à maternagem cabe a incumbência dos cuidados necessários à sobrevivência e à função materna o exercício de uma função simbólica - que remete o sujeito à dimensão de sua constituição psíquica por sua relação com o campo da linguagem. Neste trabalho, a investigação consiste em verificar se a dificuldade no exercício da maternagem, que ocorre no âmbito de uma unidade de terapia intensiva neonatal, pode interferir nas condições de sustentação da função materna, via de regra exercida pela mãe. A pesquisa foi realizada em um hospital da rede privada de saúde da cidade de São Paulo, com mães de bebês de ambos os sexos, nascidos prematuros e internados na UTI Neonatal e, posteriormente, no pós-alta. Os recortes clínicos das falas das mães em entrevista e apresentados neste trabalho são analisados à luz da teoria psicanalítica de Freud e de Lacan. E, para a investigação das condições para o exercício da função materna, inspirei-me nos quatro eixos teóricos formulados na pesquisa Indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil (IRDI). A escuta das mães durante e após a hospitalização revela a presença de sofrimento pelo impacto psíquico causado pelo nascimento prematuro de um filho e a internação em UTI Neonatal, bem como pela dificuldade em maternar o bebê. No entanto, apesar do arrebatamento psíquico, na análise da função simbólica a partir das quatro operações fundamentais, deduzidas por mim a partir dos IRDI -, foi possível notar as condições para que a função materna possa vir a se desempenhar
Abstract: The following dissertation has the purpose of studying the relation between mothering and mother s function in neonatal ICU. I intentionally propose to set a distance between the two concepts, being mothering the incumbency of the necessary caretaking for survival and mother s function, the practice of a symbolic function that relates the subject to its psychic constitution in its relation with the language field. In the present study, the inquiry consists in verifying whether the difficulty in practicing mothering, which occurs within the neonatal intensive care unit, may interfere with the conditions that support mother function or not, as a rule, practiced by the mother. The inquiry was conducted at a private hospital in São Paulo city, with mothers of both male and female babies, born preterm and admitted at the neonatal ICU and, subsequently, after discharge. The clinical extracts of the mother s saying during the interviews and presented in this paper are analyzed in the light of the Freud and Lacan psychoanalysis theory. And, regarding the investigation of the conditions for the performance of mother s function, I sought inspiration on the four theoretical axis formulated in the Clinical Indicators of Risk for the Child Development (IRDI). By listening to the mothers during and after the hospital admission reveals the presence of psychic impact caused by the preterm birth of a child and the admission in the neonatal ICU, as well as the difficulty in mothering the baby. Albeit, despite the psychic rapture, in the analysis of the symbolic function based on the four fundamental operations, deduced by me according to the IRDI -, it was possible to notice conditions for the mother s function to be performed
Palavras-chave: Maternagem
Função materna
UTI neonatal
Pesquisa IRDI
Mothering
Mother s function
Neonatal ICU
IRDI research
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Barreto, Cristiane Palmeira de Oliveira. Maternagem e função materna em UTI neonatal: um estudo psicanalítico. 2011. 213 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15034
Data de defesa: 6-May-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cristiane Palmeira de Oliveira Barreto.pdf1,97 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.