???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15007
Tipo do documento: Dissertação
Título: A hiperatividade e o brincar: uma experiência clínica fundamentada na teoria de D. W. Winnicott
Título(s) alternativo(s): Hyperactivity and play: a clinical experience based on the theory of D. W. Winnicott
Autor: Souza, Priscila Rocha de 
Primeiro orientador: Safra, Gilberto
Resumo: Esta dissertação enfoca a relação de uma criança hiperativa com o brincar. Examina, numa perspectiva psicanalítica, principalmente winnicottiana, as questões emocionais relacionadas à hiperatividade e de que forma o brincar, no contexto terapêutico, pode auxiliar a terapia. A investigação é feita por meio de um estudo de caso de um trabalho clínico com uma criança, utilizando a técnica psicanalítica, observação e análise de como se manifesta a hiperatividade e a dificuldade de concentração dessa criança, no início do trabalho, durante o processo e após o término de todos os atendimentos. A perspectiva teórica escolhida é a psicanálise winnicottiana, primeiramente para compreensão da hiperatividade, aprofundando os conceitos de estados excitados e estados tranquilos. Em relação ao brincar, aborda especialmente os conceitos de espaço potencial, fenômenos transicionais, objeto subjetivo e criatividade. A pesquisa contribui para ampliar a compreensão do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, trazendo novas visões no campo da psicanálise, por meio da contribuição de Winnicott. Além disso, desenvolve novas possibilidades de atuação, ao analisar os benefícios do brincar em atendimentos com crianças que possuem o transtorno
Abstract: This paper focuses on a hyperactive child‟s relationship with play. It examines, in a psychoanalytic perspective, especially winnicottian, the emotional issues related to hyperactivity and how play in a therapeutic context, may assist the therapy. The research is done through a case study of a clinical work with a child, using psychoanalytic technique, observation and analysis of how this child‟s hyperactivity and concentration difficulties are manifested, at the begining of the treatment, during the process and after termination. The theoretical perspective chosen is Winnicott‟s psychoanalytic theory, first for the understanding of hyperactivity and then to deepen the concepts of excited states‟ and quiet states‟. Regarding the play, this paper discusses especially the concepts of potential space, transitional phenomena, subjective object and creativity. The research contributes to deepening the understanding of attention deficit hyperactivity disorder, bringing new insights in the field of psychoanalysis, through Winnicott‟s contributions. It also develops new possibilities of action, analyzing the benefits of play in sessions with children who have the disorder
Palavras-chave: Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH)
Brincar
Psicanálise winnicottiana
Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD)
Play
Winnicottian psychoanalysis
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Psicologia
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica
Citação: Souza, Priscila Rocha de. Hyperactivity and play: a clinical experience based on the theory of D. W. Winnicott. 2011. 94 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15007
Data de defesa: 16-May-2011
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Psicologia: Psicologia Clínica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Priscila Rocha de Souza.pdf524,55 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.