???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14756
Tipo do documento: Dissertação
Título: A decadência portuguesa n´Os Lusíadas e a recepção contemporânea brasileira e portuguesa do épico camoniano
Autor: Fiquer, Beatriz Teixeira 
Primeiro orientador: Berrini, Beatriz
Resumo: Este estudo busca confirmar que Camões não narrou apenas as gloriosas e ilustres façanhas dos portugueses. Junto com essa glória, aparece em seu poema épico todo o tipo de desventuras que estavam a assolar os navegantes e o reino, permitindo-se afirmar, depois de uma análise do momento histórico, que a epopéia camoniana, apesar de exaltar os grandes feitos lusitanos, não cala os infortúnios do povo português. Objetivando ainda evidenciar a repercussão que Camões e seu poema épico têm na contemporaneidade, apresento um repente brasileiro inédito, que retoma Camões como o clássico escritor d Os Lusíadas, narrando as glórias portuguesas. A seu lado mostro as letras de músicas do cantor português Fausto, que faz muito sucesso cantando a outra face das navegações: a dos perigos e decadência da pátria lusitana, comprovando que a recepção atual do vate português aborda as mesmas questões tratadas por Camões no século XVI. Para tanto, a metodologia utilizada pressupõe a leitura atenta do texto épico camoniano, bem como de outros textos, tais como a Peregrinação, de Fernão Mendes Pinto, e outras obras relacionadas ao assunto Auto da Índia, de Gil Vicente, História Trágico-Marítima, reunidas por Bernardo Gomes de Brito, as quais são mencionadas e analisadas quando julguei necessário. Conseqüentemente, os fundamentos teóricos utilizados são as análises literárias encontradas sobre Os Lusíadas, em especial aquelas voltadas para o episódio do Velho do Restelo, considerando as várias possibilidades de interpretação do citado episódio; mostro ainda a repercussão atual da epopéia camoniana, o seu diálogo com a música, por meio da teoria da literatura comparada e da teoria da recepção. Assim, além de confirmar que Camões e seus Lusíadas apresentam os dois aspectos das navegações, este trabalho possibilita, com esse novo olhar sobre a epopéia, a descoberta, análise e estudos de textos, tão caros à nossa literatura, como as letras do repente e do compositor Fausto.
Abstract: This study attempts to confirm that Camões did not only narrate the glorious and illustrious feats of the Portuguese people. Along with this glory, all kinds of misfortune that devastated the seafarers and the Portuguese kingdom appear in his epic poem. After analyzing the historical moment, one can state that Camões' epic, though exalting the big Lusitanian act, did not silence the Portuguese people's distress. Trying to demonstrate the reflection that Camões and his epic poem have in contemporary literature, an unpublished Brazilian improvised verse ( repente ) inspired in Camões as the classic author of Os Lusíadas narrating the Portuguese glories is presented. There is also the lyrics of a Portuguese singer named Fausto, who is a big hit singing the othe face of the navigations: the danger and decadency of the Lusitanian country, confirming that the present Portuguese poetry deals with the same questions treated by Camões in the XVI century. To reach the goal shown above, an attentive reading of the camonian epic is assumed; as well as the reading of other texts, including the Peregrinação by Fernão Mendes Pinto, Auto da Índia by Gil Vicente, História Trágico-Marítima, brought together by Bernardo Gomes de Brito, all of which are mentioned and analyzed when necessary. Consequently, the theoretical bases used are the literary analyzes found about Os Lusíadas, in particular the ones concerned with the episode of the Velho do Restelo. The diversity of interpretations of the mentioned episode is considered. The present repercussion of the camonian epic and its dialogue with music is shown, through comparative literature theory and reception theory. Besides confirming that Camões and Os Lusíadas present two aspects of the navigations, this paper makes possible, with this new look about the epic, to analyzes and to study precious literary texts like the words of an improvised verse and the lyrics of the singer Fausto.
Palavras-chave: Camões Os Lusíadas Velho do Restelo recepção camoniana
Camões Os Lusíadas Velho do Restelo camonian reception
Camoes, Luiz Vaz de 1524?-1580 Os Lusiadas -- Critica e interpretacao
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Literatura
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária
Citação: Fiquer, Beatriz Teixeira. A decadência portuguesa n´Os Lusíadas e a recepção contemporânea brasileira e portuguesa do épico camoniano. 2006. 88 f. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14756
Data de defesa: 17-Feb-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Beatriz Teixeira Fiquer.pdf330,86 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.