Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1430
Tipo do documento: Dissertação
Título: Um estudo sobre a adoção dos IFRS pelas instituições financeiras brasileiras
Autor: Dourado, Athos Marcello de Belém
Primeiro orientador: Iudícibus, Sérgio de
Resumo: A presente pesquisa tem por objetivo dissertar a respeito das exigências de informações atualmente demandadas aos bancos pelo Banco Central relativas à adoção do IFRS, conforme Comunicado BACEN n.º 14259, processo este que deverá ser concluído até o final de 2010. Vale lembrar que, atualmente, o IFRS é utilizado na preparação de relatórios financeiros em mais de 100 países e deverá ainda ser adotado por vários outros em horizonte de tempo bem próximo, a exemplo do Canadá (2011) e dos próprios Estados Unidos da América (2013). Recentemente, estes propuseram um plano de ação específico para a adoção do IFRS, existindo atualmente um grupo de estudo formado especialmente para tratar de assuntos relacionados à convergência. Empresas brasileiras que captam capital externo ou operam no exterior precisam freqüentemente elaborar vários conjuntos de demonstrações e relatórios financeiros para atender aos princípios contábeis locais de diferentes nações, o que muitas vezes pode se tornar uma tarefa difícil e bastante onerosa. O crescimento da economia e a globalização deram impulso a forte desenvolvimento no ambiente de negócios brasileiro nos últimos anos, o que tornou a possibilidade de adoção de um padrão contábil globalmente aceito em algo bem atraente, aumentando assim o interesse das empresas brasileiras em compreender (e aplicar) o IFRS e usufruir dos benefícios associados à adoção. Redução de complexidade e aumento na transparência, comparabilidade e eficiência na preparação dos relatórios financeiros são apenas alguns dos principais benefícios da adoção do IFRS. Vale ressaltar que, cada vez mais, os investidores estão à procura de informações financeiras de alta qualidade, principalmente em termos de comparabilidade, e vêem no uso do IFRS uma oportunidade de realizar uma comparação entre empresas de diversos setores e regiões diferentes no mundo. Quanto mais a exigência por informações financeiras baseadas no IFRS crescer, mais uniforme deverá se tornar a comparabilidade e as técnicas na preparação das informações financeiras, permitindo uma perspectiva comparativa cada vez mais eficaz dos resultados econômicos e financeiros de diversas entidades. A utilização de padrão uniforme de normas contábeis permite que empresas e investidores acessem mercados múltiplos ou estrangeiros com mais facilidade, o que estimula os investimentos e facilita o fluxo de capital entre os países e os diversos setores da economia. Em virtude do prazo para adoção do IFRS no Brasil, torna-se imprescindível que as empresas brasileiras comecem a buscar uma melhor compreensão do IFRS, de forma a avaliar melhor como sua adoção impactará a organização e a determinação de um plano de ação adequado para a convergência. Considerando este cenário, a convergência dos bancos assume importância fundamental, tendo em vista a forte influência do setor na economia, e o Banco Central, em conjunto com o Comitê de Pronunciamentos Contábeis e a Comissão de Valores Mobiliários, vem desempenhando papel preponderante neste processo. Neste contexto, e dentre as principais informações demandadas pelo BACEN e afetadas pela convergência, estão as demonstrações financeiras, as informações trimestrais (IFT) e a central de risco, onde são utilizados dados contábeis e financeiros para a composição do banco de dados geral a ser empregado pelo regulador para avaliar e controlar o mercado financeiro. Torna-se relevante avaliar quais impactos essa adaptação trará ao sistema financeiro nacional, por meio da comparação das necessidades de divulgação decorrentes da adoção. Ou, ainda, avaliar quais informações deverão ser minimamente providenciadas pelas instituições financeiras para uma adequada adaptação aos IFRS, e quais divergências ainda persistem e precisam ser sanadas. Dentre os principais impactos para a implantação, destacamos as divulgações relacionadas a gerenciamento de riscos, derivativos e instrumentos financeiros de acordo com os ditames do IFRS 7, à adoção do custo atribuível conforme CPC 37, a valorização de ativos e passivos a valor justo, assim como diversas mudanças operadas na forma como as demonstrações financeiras deverão ser divulgadas, tais como a apresentação do balanço patrimonial baseado na liquidez de seus componentes, entre outras. Tais conceitos não estão suficientemente impregnados nas mentes dos profissionais de contabilidade no Brasil, podendo representar um desafio tanto em termos de prazo quanto em termos de custo para as instituições financeiras e os contadores responsáveis por sua elaboração. Espera-se que o levantamento de impactos discutidos neste documento sirva como um instrumento de orientação quanto aos pontos mais impactantes em uma implantação dos IFRS em instituição financeira sediada no Brasil
Abstract: This research aims to discuss about the necessary requirements for the proper adoption of IFRS by financial institutions in Brazil, which are listed by the Central Bank of Brazil (BACEN) and the local Securities Exchange Commission (CVM). According to the Communication BACEN no. 14.259, such adoption must be completed by 2010. It is worth to mention that IFRS is currently used on the preparation of financial reports over 100 countries throughout the world and should be adopted for the first time in several other nations within a short timeframe, such as Canada (2011) and USA (2013). Recently, the United States proposed a roadmap to IFRS adoption, and now there is a specific group focused on issues related to the first-time adoption. Brazilian companies who borrow money and operate abroad often need to prepare several financial statements and report packages in order to attend to the different general accepted accounting principles in each country, what very often turns out to be a very hard and time-consuming task. Economy growth and globalization helped boast strong development to Brazilian business environment over the recent years, what turned the possibility of globally accepted accounting standards very attractive, thus increasing Brazilian companies interest in understanding and applying IFRS as well as take advantage of the benefits derived from its adoption. The reduction of complexity allied with the enhancement in the transparency, comparability and efficiency on the preparation of the financial statements are just some of the main benefits achieved with IFRS adoption. It is worth to mention that investors are increasingly searching for higher quality financial information, mainly in terms of comparability, and foresee in IFRS adoption an opportunity to perform a comparison between companies in different segments and several regions around the globe. The more the demand for IFRS based information grows, the more standardized comparability will be, as well as the techniques on the preparation of financial statements, thus enabling a more effective perspective and an ever more efficient approach on the economic and financial outcomes of the most diverse entities. The utilization of a single accounting standard provides much faster access to diverse foreign markets for companies and investors, therefore encouraging investments and making the flow of capital between countries and different economy segments easier. Given the deadline scheduled for the IFRS first-time adoption in Brazil, it becomes indispensable for Brazilian companies the searching for a better understanding of the issues related to these standards, in order to better appraise how its adoption will impact the organization and the determination of a proper action plan for the convergence. Considering this scenario, bank´s convergence becomes essential considering the segment s strong influence on the economy, whereas the Central Bank of Brazil, together with the Accounting Pronouncements Committee (CPC) and the Securities Exchange Commission (CVM), has been currently performing a relevant role towards IFRS adoption. In this context, the list of top financial information affected by the convergence and demanded by BACEN comprises the financial statements, quarterly information reports (IFT) and Risk Center Files, where accounting and financial data are used to compound a huge database oriented for monitoring and controlling purposes over financial markets. Therefore, it becomes extremely relevant to appraise which impacts such adoption should bring to financial markets by comparing the disclosure requirements demanded by both accounting standards Brazilian and International (IASB). Or, on the other hand, to assess which information must be at least provided by financial entities in order to properly comply with IFRS requirements, and which divergences still exist and which ones shall be eliminated. Among the impacts derived from the adoption, it can be highlighted the disclosure related to risk management, derivatives and financial instruments in accordance with IFRS 7, the deemed cost adoption according to CPC 37, assets and liabilities assessment at fair value, as well as other changes operated in the form financial statements should be presented, such as the line items content, sequencing and format to achieve a fair presentation for the financial position, for example. Also, such concepts are not sufficiently inserted in Brazilian accountants minds, thus becoming a challenge both in deadline and cost terms for banks and controllers in charge of financial statements preparation. The IFRS adoption issues discussed in this document should serve as a guidance in order to provide orientation and highlights over the most impacting points during the IFRS implementation at any Brazilian bank or financial institution
Palavras-chave: Contabilidade
Finanças
Instituições financeiras
Banco Central
IFRS
Accounting
Finance
Financial institutions
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: Ciências Cont. Atuariais
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais
Citação: Dourado, Athos Marcello de Belém. Um estudo sobre a adoção dos IFRS pelas instituições financeiras brasileiras. 2010. 157 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Cont. Atuariais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/1430
Data de defesa: 28-Out-2010
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Contábeis e Atuariais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Athos Marcello de Belem Dourado.pdf11,96 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.