???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13419
Tipo do documento: Dissertação
Título: Alberto José de Sampaio (1881-1946): contexto, vida e obra de um conservacionista brasileiro
Autor: Oliveira, Arthur Henrique de 
Primeiro orientador: Martins, Lilian Al-Chueyr Pereira
Resumo: No Brasil, a consciência crítica em relação à degradação ambiental costuma ser identificada como algo recente, uma problemática exógena importada dos países desenvolvidos em decorrência da influência do movimento ambientalista internacional cuja expansão ocorreu durante a década de 1960. No entanto, alguns pensadores e pesquisadores de áreas diferentes do conhecimento parecem ter deixado contribuições relevantes para a gênese do pensamento e da crítica ambiental no país, logo nas primeiras décadas do século XX, muito antes, portanto, do que convencionalmente se imagina como sendo o momento de origem desse tipo de debate. As discussões ocorridas em torno das questões ambientais nas primeiras décadas do século XX culminariam, na década de 30, no estabelecimento de mecanismos legais de proteção a natureza e na Primeira Conferência Brasileira de Proteção à Natureza. Organizada pela Sociedade dos Amigos das Árvores, essa conferência contou com apoio e infra-estrutura do Museu Nacional do Rio de Janeiro, sendo Alberto José de Sampaio, botânico e professor dessa instituição, o seu relator. A relevância das atividades de Alberto Sampaio levou-nos a tomar o livro Biogeographia Dynamica: a natureza e o homem no Brasil (1935) como objeto central dos nossos estudos. Esta dissertação inicia-se com a apresentação de Sampaio diante do contexto histórico, social, político e econômico da década de 1930. Destacamos as suas atividades acadêmicas, bem como sua participação em organizações civis que se dedicavam à causa conservacionista. Apresentamos a inserção do debate sobre a conservação da natureza no âmbito de diferentes instituições como alguns Institutos de Pesquisa e Museus, bem como relacionamos alguns dos contemporâneos de Sampaio igualmente envolvidos com a temática em questão. Abordamos a constituição das primeiras áreas protegidas no Brasil e dos principais instrumentos institucionais de proteção a natureza. Explorando os ideais conservacionistas de Alberto Sampaio procuramos evidenciar que as preocupações com a conservação e a preservação dos elementos naturais, no Brasil, não é algo tão recente como se supõe
Abstract: In Brazil, the critical conscience in relation to environmental degradation generally is identified as something recent, a problematic imported exogenous from countries developed by the influence of the international environmentalist movement whose expansion occurred during the sixties. However, some thinkers and researchers of different areas of the knowledge of the beginning of century XX seem to have helped with important contributions for genesis of the environmental thought and critical in the country a long time before than conventionally is thought as being the moment of origin of this type of discussion. The discussions that occurred about the environmental questions in the first decades of century XX would culminate, late in the thirties, in the establishment of the first legal mechanisms of protection to the nature and in the Primeira Conferência Brasileira de Proteção a Natureza. Organized by the Society of the Friends of the Trees, it counted on strong support and infrastructure of the Museu Nacional do Rio de Janeiro, being Alberto Jose de Sampaio, botanical and teacher of this institution, its reporter. By the relevance of the activities of Alberto Sampaio we made as central object of our studies his book Biogeographia Dynamica: a natureza e o homem no Brasil (1935). This dissertation begins with the presentation of our author, the historical, social, economic and political context in the thirties, and his participation in institutions as the Brazilian Academy of Sciences and civil organizations that dedicated its work to the conservationist cause. We also pointed out the importance of the research institutes and some personalities whose names had been linked up with the protection to nature, beyond treating to the first areas protected in Brazil and the main institutional instruments to protection to nature, and the Alberto Sampaio s ideals conservationists and for last, we present our final consideration, detaching that the concerns about the conservation and the preservation of the natural elements, in Brazil, is not so recent, as one suppose mistakenly
Palavras-chave: História da proteção à natureza no Brasil
História do ambientalismo no Brasil
History of protection to the nature in Brasil
History of environmentalism in Brasil
Sampaio, Alberto Jose de -- 1881-1946 -- Biogeographia dynamica : a natureza e o homem no Brasil -- Critica e interpretacao
Conservacao da natureza -- Brasil -- Historia
Ambientalismo -- Brasil -- Historia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Oliveira, Arthur Henrique de. Alberto José de Sampaio (1881-1946): contexto, vida e obra de um conservacionista brasileiro. 2009. 125 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13419
Data de defesa: 14-May-2009
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Arthur Henrique de Oliveira.pdf1,72 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.