???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13400
Tipo do documento: Dissertação
Título: Uma noção de dor nos estudos sobre a histeria de Sigmund Freud
Autor: Bohmer, Mônica Gonçalves
Primeiro orientador: Silva, Paulo José Carvalho da
Resumo: Nesta pesquisa investigamos o pensamento de Sigmund Freud sobre a dor, utilizando, para isso, a obra Estudos sobre a Histeria, publicada em 1895. Esse livro, que aborda especificamente a histeria, contém uma privilegiada fonte para estudo do tema proposto, pois um dos principais sintomas em pacientes histéricos era algum tipo de dor. Os sintomas dolorosos, que são apresentados nos casos clínicos relatados no decorrer do livro, não eram facilmente diagnosticados, uma vez que a própria natureza da histeria dificultava o trabalho. Freud começou, então, a investigar as causas das dores histéricas, por meio da escuta da história de vida dos pacientes. Essa nova forma de tratar o doente possibilitou que Freud elaborasse algumas hipóteses sobre as origens dos sintomas dolorosos, à medida que avançava com o trabalho clínico. A fim de identificarmos os pressupostos para a elaboração dessas hipóteses, analisamos alguns textos que seriam, pelo tema, ocasiões para se refletir sobre a dor. Esses textos foram escritos por Freud e são anteriores e contemporâneos ao livro Estudos sobre a Histeria. Analisamos, também, as pesquisas que estavam sendo realizadas sobre a dor no decorrer do século XIX, com o propósito de contextualizar as descobertas de Freud e verificar as possíveis relações dessas descobertas com o pensamento médico da época
Abstract: In this research, we have investigated the way of thinking of Sigmund Freud about pain, based on Studies in Hysteria, published in 1895. This work aproaches histery specifically, and has a grantee source for studying the proposed theme, as one of the major sympthoms in hysterical patients was some kind of pain. The painful sympthoms showed in the presented clinical cases inside the book were not identified with ease, as the nature of hystery on its own turned it difficult. Freud started to investigate the causes for hysteric pain, by hearing the patients lives history. This new way of treating the patient enabled Freud to create some theories on the origin of the painful sympthoms, as long as the clinical tasks were being developed. As a way of identifying the pressuposed facts for creating these hypothesis, we have analysed some texts which, according to the theme, would be opportunities to reflect about pain. These texts were written by Freud and are previous and contemporary to the book Studies in Hysteria. We have also analysed the researches that were happening during the 19th century, aiming to put in the context Freud s findings and to check the relation of these same findings to the medical thoughts of that time
Palavras-chave: Dores histéricas
Hysteric pain
Freud, Sigmund -- 1856-1939 -- Estudos sobre a histeria -- Critica e interpretacao
Dor -- Aspectos psicologicos
Histeria
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Bohmer, Mônica Gonçalves. Uma noção de dor nos estudos sobre a histeria de Sigmund Freud. 2008. 80 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13400
Data de defesa: 10-Oct-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monica Goncalves Bohmer.pdf357,47 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.