???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13395
Tipo do documento: Dissertação
Título: A solução para os problemas da câmara escura no Paralipomena de Johannes Kepler (1571 1630)
Autor: Canato, Veranice
Primeiro orientador: Beltran, Maria Helena Roxo
Resumo: Com o objetivo de apresentar teorias capazes de explicar a refração da luz nos corpos celestes e de solucionar problemas nas observações de eclipses solares com câmaras escuras. Johannes Kepler (1571-1630) publicou, em 1604, o seu Ad VItellionem Paralipomena ,quibus Astronomiae pars Optica Traditvr. Esse livro vem despertando a atenção de pesquisadores em história da ciência desde as primeiras décadas do século XX e se constituiu como objeto de um polêmico debate em torno de sua classificação como uma continuidade ou uma ruptura com os tratados ópticos desenvolvidos no medievo. Os diferentes aspectos destacados nesse debate possibilitam uma compreensão do trabalho de Kepler como uma apreensão dos diversos estudos de óptica, de astronomia e de magia natural que circulavam no final do século XVI. Nesta dissertação, procuramos mostrar que a elaboração de sua teoria para a câmara escura, apresentada no segundo capítulo do Paralipomena, é uma conseqüência dessa apreensão. Para tal, procuramos analisar vários trabalhos que circulavam à época de Kepler e que possivelmente contribuíram para a sua solução dos problemas da câmara escura
Abstract: In the year of 1604, with the objective to produce a theory, that would explain the refraction of light of celestial bodies and solve the existing problems in the observation of solar eclipses through camera obscura, Johannes Kepler published Ad VItellionem Paralipomena, quibus Astronomiae pars Optica Traditvr. Paralipomena has been raising the attention of history of science researchers since the first decades of the twentieth-century, and its classification, as either a continuity or a break with the treatises of optics developed during the Middle Ages, has become a controversial theme. Different aspects in this debate lead to a comprehension of Kepler's work as an appreciation of several studies of optics, astronomy and natural magic available at the end of sixteenth- century. Several studies available in Kepler s times, which probably contributed for his solution of the problems with the camera obscura, are presented in this dissertation in an attempt to show that Kepler s elaboration of his camera obscura theory, presented in chapter second of Paralipomena, is a consequence of this appreciation
Palavras-chave: Óptica
Paralipomena
Camera obscura
Optics
Kepler, Johannes -- 1571-1630 -- Ad Vitellionem paralipomena, quibus astronomiae pars optica traditur
Camara escura
Otica geometrica
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Canato, Veranice. A solução para os problemas da câmara escura no Paralipomena de Johannes Kepler (1571 1630). 2008. 95 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13395
Data de defesa: 2-Oct-2008
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Veranice Canato.pdf2,07 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.