REPOSITORIO PUCSP Teses e Dissertações dos Programas de Pós-Graduação da PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucsp.br/jspui/handle/handle/13373
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorCasemiro, Renato-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4556227E7por
dc.contributor.advisor1Goldfarb, Jose Luiz-
dc.date.accessioned2016-04-28T14:16:30Z-
dc.date.available2008-01-28-
dc.date.issued2007-10-24-
dc.identifier.citationCasemiro, Renato. Consonâncias planetárias: apresentação e fundamentação da terceira lei do movimento planetário no livro V do Harmonices Mundi (1619) de Johannes Kepler (1571 1630). 2007. 168 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007.por
dc.identifier.urihttps://tede2.pucsp.br/handle/handle/13373-
dc.description.resumoUm dos significados da palavra consonância é harmonia. Harmonia, no contexto matemático, remete-se a proporção, ordem e simetria. No contexto musical, harmonia indica uma sucessão lógica dos sons. No contexto espiritual, denota aproximação com o divino, paz. A obra de Johannes Kepler (1571 1630), Harmonices mundi (1619), é uma composição harmoniosa destes três contextos aplicados ao cenário astronômico do século XVII. É neste livro que Kepler apresenta a relação matemática existente entre os períodos de revolução dos planetas e suas respectivas distâncias em relação ao Sol ou como conhecemos nos dias atuais, terceira lei do movimento planetário, lei harmônica ou terceira lei de Kepler. Baseando-se em suas conclusões anteriores, principalmente as que foram publicadas no Mysterium Cosmographicum (1596), e na hipótese de uma ligação entre as freqüências das notas musicais e as velocidades assumidas pelos planetas ao longo de suas trajetórias, Kepler utilizou-se de um arcabouço teórico característicos de sua época: a mística pitagórica, a filosofia platônica, a geometria euclidiana, a teoria musical de Ptolomeu e o heliocentrismo de Copérnico. O objetivo desta dissertação é examinar a fundamentação teórica e epistemológica empregada por Kepler na elaboração da lei harmônica , bem como discutir sua relevância na cosmologia kepleriana e para a astronomia da épocapor
dc.description.abstractOne of the meanings of the word consonant is harmony. Harmony, in a mathematical context, refers to proportion, order and symmetry. In a musical context, harmony indicates a logical succession of the sounds. In a spiritual context, it denotes an approach to the divine, peace. Johannes Kepler´s work Harmonices mundi (1619) presents a harmonious composition of these three contexts set in the astronomical scene of the seventeenth century. In this book Kepler shows the existing mathematical relation between the planets periods of revolution and their respective distances from the Sun or as we know at the present time, the third law of the planetary motion, harmonic law, or Kepler s third law. Based on his own previous conclusions, essentially the ones published in Mysterium Cosmographicum (1596), and on the hypothesis of a relationship between the musical note frequency and the velocities of the planets in its orbits, Kepler made use of a theoretical structure typical of his period, which includes the Pythagoras mystics, the Platonic philosophy, the Euclidian geometry, the Ptolemaic music theory, and the Copernican heliocentricism. The aim of this dissertation is to examine the theoretical and epistemological basis used by Kepler on the development of the harmonic law , and to discuss its significance in the keplerian cosmology and for the astronomy of the periodeng
dc.description.sponsorshipFundo de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucsp.br/tede/retrieve/30008/Renato%20Casemiro.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de São Paulopor
dc.publisher.departmentHistória da Ciênciapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUC-SPpor
dc.publisher.programPrograma de Estudos Pós-Graduados em História da Ciênciapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAstronomiapor
dc.subjectTerceira lei de Keplerpor
dc.subjectHarmonia musicalpor
dc.subjectAstronomyeng
dc.subjectKepler´s third laweng
dc.subjectMusical harmonyeng
dc.subjectKepler, Johannes -- 1571-1630 -- Harmonices mundi libri V -- Critica e interpretacaopor
dc.subjectAstronomia -- Obras anteriores a 1800por
dc.subjectMusica -- Obras anteriores a 1800por
dc.subjectTeoria dos planetas -- Obras anteriores a 1800por
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIASpor
dc.titleConsonâncias planetárias: apresentação e fundamentação da terceira lei do movimento planetário no livro V do Harmonices Mundi (1619) de Johannes Kepler (1571 1630)por
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Renato Casemiro.pdf757,2 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.