???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13348
Tipo do documento: Dissertação
Título: Alfred Marshall e a institucionalização da escola de economia
Autor: Pavon, Paula Regina
Primeiro orientador: Goldfarb, Ana Maria Alfonso
Resumo: A obra de Alfred Marshall (1842-1924), até o momento, foi pouco explorada no país. Em geral, Marshall aparece na historiografia econômica apenas como o autor da chamada escola marginalista ou neoclássica. Como o propósito do presente trabalho será dar maior visibilidade a esse autor, pareceu-nos que os passos iniciais não deveriam estar centrados na complexa discussão de suas teorias econômicas ou nos aspectos matemáticos das mesmas. Quanto a esse último item, o próprio Marshall fez questão de colocar em apêndices para, como disse o autor, tornar sua obra acessível ao maior número de pessoas. Assim, decidimos percorrer a trajetória intelectual desse autor a fim de descobrir suas contribuições na definição da ciência econômica a partir de seu livro principal, Princípios de Economia: tratado introdutório, publicado em 1890. Marshall torna-se o responsável pela institucionalização de uma nova área do saber, ao fundar a Escola de Economia e Política da Universidade de Cambridge, definir o papel da economia e a função do economista. A pesquisa tem como escopo duas linhas principais. Primeiro abordar a obra de Marshall a partir das condições de contorno da era Vitoriana, período compreendido entre 1837 e 1901. Nesse sentido, investigamos quais seriam os elementos que teriam influenciado na formação do autor e que ele teria influenciado. Depois, os aspectos filosóficos e científicos das idéias de Marshall contidas no livro Princípios de Economia: tratado introdutório, em que ele define a amplitude dos estudos econômicos. Nesta parte do trabalho, buscamos os substratos de correntes filosóficas vigentes na época e que estariam presentes na análise de Marshall.
Abstract: So far, Alfred Marshall s work (1842-1924) has been little explored in Brazil. Typically, Marshall is mentioned in economic historiography only as the author of the so-called marginalist or neoclassic school. Since our aim in this paper is to give a broader visibility to this author, it appeared to us that the initial steps here should not be centered around the complex discussion that involves economic theories or the mathematical aspects of such discussions. As regards the latter, Marshall himself insisted in distributing them into appendices aimed at, as told by the author, rendering his work accessible to as many people as possible. Therefore, we decided to follow this author s intellectual path in order to out the contributions he gave to the definition of economic science from his major book, Principles of Economics, published in 1890. Marshall became the responsible for the institutionalization of a new science when he founded the School of Economics and Politics at Cambridge University, defining the role of both economics and economists. The scope of this research encompasses two principal lines: first, to approach Marshall s work from the conditions found in the Victorian age, between 1837 and 1901. In this sense, we looked for those elements which influenced the formation of the author, and which have been influenced by him. Then, we looked for the philosophic and scientific aspects of Marshall s ideas contained in his book Principles of Economics, in which he defines the extent of economic studies.
Palavras-chave: Teorias economicas
Economic theories
Marshall, Alfred -- 1842-1924 -- Principios de economia -- Critica e interpretacao
Economia -- Historia
Ciencia -- Historia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Pavon, Paula Regina. Alfred Marshall e a institucionalização da escola de economia. 2006. 98 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13348
Data de defesa: 11-Oct-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HCS - Paula Regina Pavon.pdf239,82 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.