???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13344
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os quatro temperamentos na Antroposofia de Rudolf Steiner
Autor: Mutarelli, Sandra Regina Kuka
Primeiro orientador: Martins, Lilian Al-Chueyr Pereira
Resumo: Rudolf Steiner (1861-1925) foi um filósofo, jornalista e educador. Atualmente seu nome está associado ao movimento Camphill de educação curativa, sua arquitetura, vários estudos sobre religião, à agricultura biodinâmica e à medicina antroposófica. . O objetivo principal desta pesquisa é analisar as idéias de Steiner acerca dos quatro temperamentos, dentro de seu contexto histórico, procurando verificar até que ponto existem semelhanças e diferenças entre as concepções de Steiner e o conceito dos quatro temperamentos que faz parte da antiga tradição hipocráticogalênica. Esta dissertação contém uma introdução e cinco capítulos. O capítulo 1 discute alguns aspectos da teoria humoral, da teoria dos temperamentos e seus desdobramentos. O capítulo 2 dá uma idéia geral do contexto de Steiner e trata de sua formação, carreira, interesses profissionais, bem como sobre algumas possíveis influências sobre seu pensamento. O capítulo 3 apresenta a concepção dos temperamentos em Steiner que aparece na obra Das Geheimnis der menschlichen Temperamente e suas relações com outros estudos do autor. Discute também a aplicação da concepção dos quatro temperamentos à educação. O capítulo 4 compara as idéias de Rudolf Steiner acerca dos quatro temperamentos com a concepção dos quatro temperamentos na tradição hipocrático-galênica. O capítulo 5 apresenta algumas considerações finais sobre o assunto. Este estudo levou à conclusão de que, embora existam algumas semelhanças entre as duas concepções em relação a alguns pontos, existem também grandes diferenças. Por exemplo, em ambas concepções a terminologia empregada para se referir aos tipos de temperamentos é a mesma. Porém, enquanto na tradição hipocrático-galênica os temperamentos eram determinados pela predominância de um dos quatro humores (sangue, bílis negra, bílis amarela e fleuma), na concepção de Steiner eles eram determinados pela predominância de um dos quatro membros constitutivos do homem (corpo físico, corpo etéreo, corpo astral e o eu). Além disso, verifica-se que a concepção dos quatro temperamentos de Steiner constitui uma ponte de integração entre saberes pedagógicos e os saberes sobre a constituição humana
Abstract: Rudolf Steiner (1861-1925) was a philosopher, journalist and educator. Nowadays he is usually associated with lhe Camphill movement of curativa education and its architecture, several studies on religion, lhe biodynamical agricultura and lhe anthroposophical medicina. The aim of this research is to analyse Steiner's ideas concerning lhe four temperaments, taking into account its historical context, trying to check lhe similarities and differences between Steiner's conceptions and lhe concept of lhe four temperaments which is present in some writings belonging to lhe ancient Hippocratic-Galenic tradition. This dissertation contains an introduction and five chapters. Chapter 1 discusses some features of lhe ancient theory of lhe four humours, lhe theory of lhe temperaments and their developments. Chapter 2 providas a general overlook of Steiner's context and deals with his background, career, professional interests as well as some of lhe possible influences he received. Chapter 3 studies Steiner's conception of lhe four temperaments as presented in his work Das Geheimnis der menschlichen Temperamenteas well as olhar works by Steiner. It algo analyses lhe application of lhe conception of lhe four types of temperaments to education. Chapter 4 compares Rudolf Steiner's ideas concerning lhe four temperaments to lhe ideas which are part of lhe Hippocratic-Galenic tradition on this respect. Chapter 5 presents some final remarks on lhe subject. This study lead to lhe conclusion that although there are some similarities between lhe two conceptions in some respects, there are algo wide differences between them. For example, in both cases lhe terminology is lhe sarna. However, whereas in lhe Hippocratic-Galenic tradition, lhe temperament is produced by lhe predominance of one of lhe four humours (blood, yellow bife, phlegm and black bife), in Steiner's conception it is produced by lhe predominance of one of lhe four components of man (the physical body, lhe astral body, lhe ethereal body and lhe selt). Moreover, it was pointed out that Steiner's conception of lhe four temperaments providas a bridge uniting lhe pedagogical knowledge and lhe knowledge of lhe human constitution
Palavras-chave: Temperamento colerico
Temperamento sanguineo
Temperamento fleumatico
Temperamento melancolico
Steiner, Rudolf -- 1861-1925 -- Critica e interpretacao
Antroposofia
Temperamento
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Mutarelli, Sandra Regina Kuka. Os quatro temperamentos na Antroposofia de Rudolf Steiner. 2006. 169 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13344
Data de defesa: 21-Jun-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sandra Regina Kuka Mutarelli.pdf865,34 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.