???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13267
Tipo do documento: Dissertação
Título: Johann Heinrich Alsted e a árvore dos conhecimentos no século XVII
Autor: Fischer, Catarina Justus 
Primeiro orientador: Goldfarb, Ana Maria Alfonso
Resumo: Johannes Heinrich Alsted (1588-1638), um estudioso calvinista de Hesse, situado no então Sacro Império Germânico, é o reconhecido autor de Encyclopaedia Septem Tomis Reserata. Em função do peculiar contexto histórico em que se desenvolveu sua vida e sua obra, foi discípulo de importantes teólogos, filósofos, linguistas e matemáticos da rede germânico-calvinista da época. Apesar disso, para a construção de um método próprio de abordar o saber de modo sistemático, tomou como suas principais fontes obras aristotélicas, assim como as de Raimundo Lullio e de Petrus Ramus. Tendo a pedagogia como sua meta principal, o método desenvolvido por Alsted visava facilitar o aprendizado e, para tanto, valeu-se do conceito de enciclopédia. O presente estudo busca analisar as múltiplas fontes utilizadas por Alsted na elaboração da sua própria árvore do conhecimento , assim como os princípios epistêmicos e metodológicos que subjazem esse projeto, o qual culmina na célebre Encyclopaedia. Destaque especial foi dado à música, enquanto estudo de caso, de maneira a compreender melhor tanto a estrutura interna, quanto as motivações histórico-científicas dessa obra magna
Abstract: Johannes Heinrich Alsted (1588-1638), a Calvinist scholar from Hesse, which at that time was a part of the Holy Roman Empire was the reputed author of Encyclopaedia Septem Tomis Reserata. Due to the singular historical context within which his life and works developed, he was taught by several important theologians, philosophers, linguists and mathematicians belonging with the German-Calvinist contemporary network. Nevertheless, he appealed to the Aristotelian tradition, Raymond Lull and Petrus Ramus as main sources to build his own method for a systematic approach to knowledge. Since his main concern was with pedagogy, Alsted s method sought to make learning easier, and for this purpose he appealed to the concept of encyclopedia. The present study analyzes the multiple sources employed by Alsted to elaborate a Tree of Knowledge of his own, and the fundamental epistemic and methodological principles that underpin a project that culminated in the renowned Encyclopaedia. Special attention was paid to the section on music taken as study case, in order to understand better the internal structure as well as the historical-scientifically determinants of this extraordinary work
Palavras-chave: Johann Heinrich Alsted
Enciclopédias
Pedagogia
Música
Renascença germânica
History of Science
Encyclopedias
Pedagogy
Music
German Renaissance
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DAS CIENCIAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História da Ciência
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência
Citação: Fischer, Catarina Justus. Johann Heinrich Alsted e a árvore dos conhecimentos no século XVII. 2012. 138 f. Dissertação (Mestrado em História da Ciência) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13267
Data de defesa: 23-May-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História da Ciência

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Catarina Justus Fischer.pdf4,43 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.