???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13223
Tipo do documento: Dissertação
Título: O surgimento do PC do B na crise do comunismo brasileiro entre 1954 a 1962
Autor: Carvalho, Daniel Ilirian 
Primeiro orientador: Vieira, Vera Lúcia
Resumo: Esta dissertação de mestrado trata da divisão do PCB ocorrida no início dos anos 60, quando surgiu o PC do B em contraponto àquela primeira organização. Para realizar esta pesquisa, foram utilizados os documentos oficiais do PCB, que consistem nas Teses para discussão, e os artigos produzidos pelos dirigentes comunistas, publicados no jornal comunista Novos Rumos, durante o V Congresso realizado em 1960; a Declaração de Março, produzida e publicada pelo PCB em 1958, e o Manifesto Programa, produzido e publicado pelos dissidentes que formaram o PC do B em fevereiro de 1962. Para trabalhar a documentação, buscou-se extrair suas temáticas mais recorrentes, não se atribuindo às informações significados definidos a priori, mas respeitando-se a lógica que conduziu os debates naquele momento, compreendendo de maneira mais precisa o contexto histórico. O objetivo da pesquisa foi analisar as divergências e as circunstâncias que levaram à ruptura do Partido Comunista, considerando as proposições contidas no debate entre os seus dirigentes. Tais debates disseram respeito principalmente ao entendimento sobre a política de desenvolvimentismo nacionalista que permeou o governo de Juscelino Kubitschek, bem como as relações do Brasil com os países imperialistas e as contradições provocadas pelo capitalismo brasileiro, do que decorreram as propostas de estratégia política do partido no que se referia às relações sociais entre a classe operária e a burguesia, assim como a proposta da Frente Única. Observou-se que as dificuldades no entendimento dos processos políticos e suas conexões com o desenvolvimentismo nacional, assim como as polêmicas sobre as decorrências do aprofundamento da relação com o capital estrangeiro, levaram à ruptura dos comunistas naquele momento, a que se somou a dubiedade no entendimento dos reais interesses da burguesia brasileira, a qual, mesmo que cindida, pretendia apenas retomar suas posições frente ao governo de Juscelino, sem alterar as estruturas sociais
Abstract: This Master's degree dissertation is about the division of PCB occurred in the early 1960 s, when the PCdoB has created as a counterpoint of that previous organization. To conduct this research, official documents of the PCB had been used. They consisted in Theses for Discussion and articles produced by the Communist leadership and published on Communist newspaper Novos Rumos (New Paths) during the V Congress held in 1960; the Declaration of March produced and published by the PCB in 1958 and the Manifesto Program produced and published by the dissidents who have created the PCdoB in February 1962. To deals with these documents, it was extract their most recurrent themes, not giving previous defined meanings to the information , but taking in account the logic that led those debates in that moment, understanding more precisely the historical context. The objective of this research was to analyze the differences and circumstances that led to the split of the Communist Party, considering the proposals contained in the debate between its leadership. These debates were related mainly to the understanding about the nationalist-development politics that was a part of the a Juscelino Kubitschek s administration, as well as the relations between Brazil and the imperialist countries and the contradictions caused by the Brazilian capitalism, from which it was surged the Party s political strategy on social relationship between the working class and the bourgeoisie, and the proposed Frente Única (Unique Front). It was observed that the difficulties to understanding the political processes and their connections with national development, as well as the controversy about the consequences of deepening the relations to the foreign capital, have led to the split of Communists at that moment, beside the suspicion about the Brazilian bourgeoisie real wishes, which even divided, simply wanted to recover its positions at the Juscelino s government, without changing social structures
Palavras-chave: PC do B
PCB
Partido Comunista do Brasil (1961- )
Comunismo -- Brasil -- Historia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Carvalho, Daniel Ilirian. O surgimento do PC do B na crise do comunismo brasileiro entre 1954 a 1962. 2010. 142 f. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13223
Data de defesa: 17-May-2010
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniel Ilirian Carvalho.pdf463,83 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.