???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13202
Tipo do documento: Tese
Título: Solidariedade e conflito: Estado liberal e nação católica no Pará sob o pastorado de Dom Macedo Costa (1862-1889)
Autor: Neves, Fernando Arthur de Freitas 
Primeiro orientador: Londoño, Fernando Torres
Resumo: Queria a igreja separar-se do estado? Queria o estado separar-se da igreja? Impossível reconhecer na hierarquia uma resposta positiva para esse dilema quando se percebe o vendaval de forças mobilizadas para a igreja permanecer na direção das almas e das instituições afeitas ao seu trabalho constante de regeneração religiosa e das estruturas necessárias ao aporte de recursos para o oferecimento de serviços simbólicos e dos serviços civis prestados por esta. Se alguns clérigos, no Brasil, a exemplo de outros estados nacionais, assumiram a responsabilidade de talharem um aparelho de estado segundo os modelos liberais de Inglaterra, EUA e França, nem por isso devemos atribuir a igreja ou a hierarquia à predileção por esse tipo de estado. Na década de 1870, os prelados romanizadores do Pará e de Pernambuco, D. Macedo Costa e D. Vital Lima, respectivamente, foram condenados à prisão por não levantarem o interdito imposto à Ordem Terceira do Carmo, conforme determinação do imperador, crime que lesava a autoridade deste sobre os assuntos religiosos, até então de alçada do poder civil. Essa condenação é o ápice do litígio entre estado e igreja no Brasil do último quartel do século XIX, pois desse momento em diante as alianças deste bloco de poder sofrerão outras crises (como, por exemplo, as procissões e círios civis, cemitérios, casamentos e registros civis), ganhando cada vez maior envergadura, levando à separação das duas instituições em 1890, pelo decreto da recente república. Esse tem sido o caminho percorrido pela historiografia ao investigar as relações entre estado e igreja. Notadamente, os historiadores da igreja têm assinalado a condição de subalternidade da igreja ante ao estado, visto aquela não controlar nenhum dos meios materiais necessários a sua reprodução institucional. A esse respeito, esse trabalho procura demonstrar os casos como dos bispados, na aurora da república, completamente desprovidos dos recursos necessários à continuidade da proposição católica, sendo imprescindível reaver as edificações, como igrejas, capelas, conventos e colégios, pois graças a estes a igreja conseguia, se fazer presente nos corações e mentes dos fiéis. Assim sendo, o mote da pesquisa é tentar perceber a relação entre igreja na Amazônia, estado e o episcopado nacional durante o pastorado de Dom Macedo Costa
Abstract: It wanted church to separate up itself of the state? It wanted the state to break up itself of church? Impossible to recognize in the hierarchy a positive answer for this quandary when if it perceives the gale of mobilized forces to church to remain in the head of the souls and institutions to its constant work of religious regeneration and of the necessary structures to the apport of resources for offering of symbolic services and the civil services given by this. If some clergymen in Brazil, for example of other national states had assumed the responsibility to slash a statal apparatus according to liberal models of England, U.S.A. and France, neither therefore must attribute to church or the hierarchy to the predilection for this type of state. In the decade of 1870, the prelates romanizadores of Pará and Pernambuco, D. Macedo Costa and D. Vital Lima, respectively, had been condemned to the arrest for do not suspend the injunction determinate to the Carmo Third Order , according to determination of the emperor, crime against the authority of this about the religious subjects, until then of court of appeals of the civil power. This conviction is the apex of the litigation between state and church in Brazil of the last quarter of century XIX, therefore from this moment the alliances of this block of power will suffer other crises ( for example, the civil processions and wax candles, civil cemeteries, civil marriages and civil registers), gaining more powerness ,and leading to the separation of the two institutions in 1890, by the decree of the recent republic. This has been the way covered for the historiography when investigating the relations between state and church. Notedly, the historians of church have designated the condition of secondary of church before the state, now that one does not control none of the necessary material ways to its institucional reproduction. To this respect, this work looks up to demonstrate the cases as of the bishoprics, in the born of the republic that were completely unprovided of the necessary resources to the continuity of the proposal catholic being essential to recover the constructions, such as churches, chapels, convents and high schools, therefore thanks to these church had obtained, to make present in the hearts and minds of the faithful. Thus being, the mote of the research is try to perceive the relation between church in the Amazônia, state and the national episcopate during pastorate of Dom the Macedo Costa
Palavras-chave: Episcopado
Liberalismo
Episcopate
Church
Church and State
Liberalism
Empire
Costa, Antonio de Macedo -- 1830-1891
Igreja Catolica -- Para, PA -- Historia
Igreja e Estado -- Brasil -- Historia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Neves, Fernando Arthur de Freitas. Solidariedade e conflito: Estado liberal e nação católica no Pará sob o pastorado de Dom Macedo Costa (1862-1889). 2009. 364 f. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13202
Data de defesa: 11-Dec-2009
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernando Arthur de Freitas Neves.pdf2,72 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.