???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13186
Tipo do documento: Tese
Título: A rainha destronada:discursos das elites sobre as grandezas e os infortúnios da Bahia nas primeiras décadas republicanas
Título(s) alternativo(s): The queen dethroned: discourses of the elites on the greatnesses and misfortunes of Bahia in the first republic times
Autor: Leite, Rinaldo César Nascimento
Primeiro orientador: Cruz, Heloisa de Faria
Resumo: A implantação da República no Brasil engendrou duros embates políticos e simbólicos entre as diversas unidades da Federação pelo domínio do poder no novo regime, ou, ao menos, pela garantia de uma inserção que parecesse suficientemente vantajosa a cada uma delas. As elites baianas, que gozaram de posição privilegiada no império, sofreram um grande choque com os rearranjos então operados, quando novos grupos regionais ascenderam no plano nacional. Discute-se, neste trabalho, como na chamada Primeira Republica, sobretudo nas décadas de 1910 e 1920, a Bahia respondeu a estes fatos, operando a invenção de uma identidade local que se apresentava como alternativa às narrativas identitárias advindas de outros lugares do país, e por meio da qual procurava se mostrar enquanto uma integrante de relevo na construção da nacionalidade. Trata-se de perceber as elites cantando as grandezas baianas, que se respaldavam, por um lado, numa série de idealizações ligadas às tradições históricas do passado, vivamente conservada na memória, e, por outro lado, num conjunto de falas que acentuavam as qualidades da gente e as potencialidades da terra o que ajudaram a configurar uma identidade local. E para compreender quais necessidades concorreram para a formulação desta, torna-se imprescindível ouvir as acusações das elites acerca dos infortúnios vivenciados pela Bahia na era republicana, momento em que se sentiram preteridas no jogo do poder político nacional. Diante de uma realidade que lhes parecia adversa, construíram um tipo de discurso que servia para reivindicava maior espaço de atuação na cena nacional, especialmente no que concernia ao exercício do poder político. Enfim, analisando livros, folhetos e periódicos da época, com especial destaque na revista Bahia Ilustrada, pretende-se reconstituir alguns daqueles discursos sobre as grandezas e os infortúnios da Bahia que foram produzidos durante a primeira fase republicana brasileira, e que denotavam, nas suas linhas e entrelinhas, um nítido caráter político.
Abstract: After the establishment of the republican order in Brazil, in 1889, the confederated States started some tough political and symbolic struggles among them in order to ensure shares of the power in the new political system. The elites of Bahia, which had been enjoying a privileged situation during the period of Monarchy, experienced a great chock from this new context, when other regional groups raised up in the national scenery. It is discussed, in the present work, how, during the so called First Republic (1889-1930), mainly in the 1910 s and 1920 s, Bahia reacted to the occurring changes, by conceiving the invention of a local identity that sets against the narratives of identity proceeding from other parts of the country, seeking for presenting itself as a preeminent participant in the nationality sense build-up. It concerns to notice the elites declaiming the Bahia's greatnesses, shown through many idealizations about the past historical traditions and through a set of speeches that emphasized the people attributes and the land potentialities. It is also intended to focus on elites complaints about the misfortunes experienced by Bahia in the republican period, moment in which they felt intentionally left behind in the game for the national political power, investigating a certain claiming for a bigger range of action in the national context. By analyzing books, papers and magazines of that time, with a special spotlight to the magazine Bahia Ilustrada, it is aimed to recompose some of the discourses on the greatnesses and misfortunes of Bahia , produced during the First Republic times, which were determining to the configuration of a local identity, besides an undeniably political aspect that they display.
Palavras-chave: Bahia - História
Primeira República
Identidade Local/Regional
Elites Baianas
Bahia
First Republic
Local Identity
Elites of Bahia
Elites (Ciências Sociais) - História - Bahia
Intelectuais - Bahia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL::HISTORIA DO BRASIL REPUBLICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Leite, Rinaldo César Nascimento. A rainha destronada:discursos das elites sobre as grandezas e os infortúnios da Bahia nas primeiras décadas republicanas. 2005. 339 f. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/13186
Data de defesa: 1-Jul-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_A Rainha Destronada - Rinaldo Leite.pdf4,28 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.