???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12929
Tipo do documento: Tese
Título: A reinvenção e representação do seringueiro na cidade de Rio Branco: Acre (1973-1996)
Autor: Rocha, Airton Chaves da
Primeiro orientador: Antonacci, Maria Antonieta Martinez
Resumo: Abordamos na tese a constituição da periferia da cidade de Rio Branco nas três últimas décadas do século XX, por migrantes seringueiros, priorizando o fazer-se urbano destes. Questionamos uma produção acadêmica que tornou praticamente invisível e inaudível, as experiências de milhares de seringueiros na formação da periferia da capital do Acre. Apresentamos uma versão sobre a constituição da periferia da cidade, destacando onde foram morar as famílias migrantes ao chegarem dos seringais, as lutas que efetivaram pela adoção de infra-estrutura dos novos bairros, as estratégias que forjaram para garantir a desapropriação das áreas ocupadas e a relação política que estabeleceram com os poderes constituídos. Historicizamos como muitas famílias de seringueiros fizeram-se moradores urbanos ao participarem da constituição das Comunidades Eclesiais de Base, vinculadas a Igreja Católica e como algumas delas que chegaram à cidade no anonimato, ao viverem as experiências das CEBs, tornaram-se sujeitos sociais atuantes na cena pública da cidade. Mapeamos como seringueiros que migraram para a cidade de Rio Branco, bem como descendentes destes, expressaram a cultura seringueira através do teatro, da pintura, da literatura, da música, caracterizando os modos da vida da floresta e fazendo a denúncia da cultura forânea. Discutimos como várias expressões artísticas culturais, problematizaram temáticas como a migração de seringueiros para a cidade e a formação da periferia, a expulsão de seringueiros para a capital, a situação de pessoas que ficaram na floresta, etc. Finalmente, problematizamos como famílias egressas da floresta viveram os contrastes sociais da e na cidade, os conflitos culturais e a interpenetração cidade/floresta
Abstract: We Broach in this thesis the constitution of the suburbs of the city of Rio Branco in the three last decades of the 20zoth century, by migrating rubber latex extractors, giving priority the making of their new urban identity. We question an academic production that became practically invisible and inaudible, the experiences of thousands of rubber latex extractors in the formation of the suburbs of the capital of Acre. We present a version concerning the constitution of the suburbs of the city, highlighting where the migrating families have been settled on arriving from the rubber plantations, the fights they effected aiming at the adoption of substructure of the new quarters, the strategies they forged to garantee the dispossession of the taken areas and the political relation they established with the constituted powers. We historized how a great many families of rubber latex extractors became urban dwellers when they participated in the constitution of Eclesiais de Base Communities, linked to the Catholic Church, and how some of them, became operating social subjects in the public scene of the city, after they had undergone the experiences of the CEBs . We researched how the rubber latex extractors who migrated to the city of Rio Branco, as well as their descendants, expressed their own culture through the theater, painting, literature and music, characterizing the ways of life of the forest and denouncing the foreign culture. We discuss how several cultural artistic expressions showed problematic themes, namely: the migration of rubber latex extractors to the city; the formation of the suburbs; the expulsion of rubber latex extractors to the capital city; the situation of people that remained in the forest, etc. Finally, we broached some problems, such as: how families originating from the forest lived the experience the social contrasts of and in the city; the cultural conflicts and the interpenetration city/forest
Palavras-chave: Seringueiro
Cidade
Cultura
Migração
Historia social
Memoria
City
Memory
Culture
History
Migration
Comunidades Eclesiais de Base -- Acre, AC
Seringueiros -- Rio Branco, AC
Rio Branco, Regiao Metropolitana de, AC
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Rocha, Airton Chaves da. A reinvenção e representação do seringueiro na cidade de Rio Branco: Acre (1973-1996). 2006. 245 f. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12929
Data de defesa: 26-May-2006
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Airton Chaves da Rocha.pdf7,53 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.