???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12795
Tipo do documento: Dissertação
Título: Comunidade negra rural de Lagoa Santa: história, memória e luta pelo acesso e permanência na terra (1950-2011)
Autor: Silva, Egnaldo Rocha da 
Primeiro orientador: Peixoto, Maria do Rosário da Cunha
Resumo: O presente estudo busca apresentar e discutir questões referentes à comunidade Remanescente Quilombola de Lagoa Santa, localizada na zona rural do município de Ituberá-BA. Nele, buscamos investigar o processo de formação histórica da comunidade, bem como compreender a dinâmica socioeconômica e cultural desta na atualidade: suas dificuldades, desafios e lutas, problematizando estas questões e tendo como perspectiva a questão racial. Procuramos demonstrar que o racismo atua como fator determinante na condição de vida da população negra. Por ser a região, o Baixo Sul da Bahia, onde a referida comunidade está inserida uma das primeiras a sofrer os efeitos da colonização no Brasil, apresentamos uma discussão sobre o passado colonial escravista desse território, pontuando que, apesar de a região não ter se consolidado como zona produtora de cana-de-açúcar para exportação, desenvolveu-se nela uma economia de subsistência voltada para abastecer o mercado interno/regional, tendo como principal força de trabalho a mão de obra de negros escravizados que, constantemente, lutaram pela liberdade e por espaços de autonomia onde pudessem ter acesso à terra e nela permanecer - fato que corroborou para consolidar na região dezenas de territórios quilombolas, formados durante e após a escravidão. Por fim, buscamos compreender os conflitos agrários que envolveram a comunidade e grileiros durante a segunda metade do século XX, levando à subtração de parte significativa do território ancestralmente ocupado pela comunidade. Para isso, observamos, através das narrativas dos atores envolvidos, de que forma e em que medida esses conflitos atingiram os núcleos que compõem a comunidade, o papel desempenhado por esses atores e as consequências para a comunidade
Abstract: The present study aims at presenting and discussing issues related to the remnant quilombola community of Lagoa Santa, located in the rural area of Ituberá-BA. We investigate the community historical formation process and we look for understanding its current cultural and socioeconomic dynamics: its difficulties, challenges and struggles, discussing these issues with the prospect of the race issue. We seek to demonstrate that racism acts as a determining factor in the black population life condition. Due to the Southern Bahia -- the region where the investigated community is located -- be one of the first Brazilian regions to suffer the effects of the colonization process, we present a discussion on the colonial past of slavery of that territory, pointing out that although the region has not consolidated itself as a sugar cane producing area for export, it has developed a subsistence economy focused on supplying the domestic/regional market. In that market, the primary workforce was composed by black slaves who constantly fought for their freedom and for autonomy in order to both have access to the land and remain there - a fact that corroborated to consolidate in that region dozens of quilombola territories formed during and after slavery. Finally, we aim at understanding the agrarian conflicts involving both the community and land grabbers during the second half of the twentieth century, leading to a significant territory reduction ancestrally occupied by the community. For that end we have observed, through the narratives of the actors involved, how and to what extent those conflicts reached the nuclei that make up the community, the role played by those actors as well as the consequences for the community
Palavras-chave: Comunidade remanescente
Quilombola
Memória
História oral
Conflito agrário
Remnant community
Memory
Oral history
Agrarian conflict
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Silva, Egnaldo Rocha da. Comunidade negra rural de Lagoa Santa: história, memória e luta pelo acesso e permanência na terra (1950-2011). 2013. 226 f. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12795
Data de defesa: 7-Jun-2013
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Egnaldo Rocha da Silva.pdf3,08 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.