???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12763
Tipo do documento: Tese
Título: Tramas de um destino: maternidade e aleitamento. São Paulo, 1899-1930
Autor: Moraes, Mirtes de
Primeiro orientador: Matos, Maria Izilda Santos de
Resumo: Este trabalho tem como proposta mapear um conjunto de práticas discursivas responsáveis pela construção de uma concepção ideal de mulher que se alcançaria através do exercício da maternidade. Pretende-se identificar como a maternidade passou a ser apregoada por diversas instituições e a circular imoderadamente no social. A pesquisa focaliza o período que vai do final do século XIX até as primeiras décadas do século XX, momento em que se assistiu a uma grande preocupação médica com a mortalidade infantil, que aguardava uma política pública eficiente, capaz de reduzi-la a um patamar aceitável por uma sociedade que se pretendia civilizada. Já que a alta taxa da mortalidade infantil se relacionava principalmente aos problemas digestivos, os médicos, então, passaram a estabelecer uma relação direta entre o serviço das amas-de-leite e o alto índice da mortalidade de recém-nascidos. Dessa forma, construía-se um nexo causal entre a baixa qualidade do leite fornecido pelas amas o alto índice de óbitos infantis ocasionados por disenterias e enterites. Ao mesmo tempo em que o olhar médico projetava desconfianças variadas sobre o trabalho das amas, ia-se fortalecendo um discurso de exaltação da mulher enquanto mãe, a quem se destinava a importante missão de cuidar das crianças. Entre esses cuidados, a amamentação do recém-nascido pela própria mãe passou a ser algo identificado como uma prática essencial. Assim, foi-se valorizando positivamente a maternidade através da construção de enunciados que iam sendo tecidos continuamente a partir de uma mescla de considerações científicas, morais, filosóficas, religiosas, legais, pedagógicas e até mesmo artísticas
Abstract: This study sets out to describe a set of discursive practices responsible for the construction of an ideal concept of a woman that can be achieved through motherhood. It aims to identify how the importance of motherhood was preached by various institutions and began to circulate extensively throughout society. The study focuses on the period from the end of the nineteenth century until the first decades of the twentieth century. This period saw great concern among the medical profession about infant mortality, which required effective public policies capable of reducing it to levels acceptable to a society that considered itself civilized. Given that the high rate of infant mortality was caused principally by digestive problems, doctors established a direct connection between the services of wet nurses and the high number of deaths among new-born babies. Thus a causal link was established between the low quality of the milk provided by the wet nurses and the high number of infant deaths caused by dysentery and gastro-enteritis. Just as doctors were increasingly suspicious of the work of wet nurses, there was a growing movement to promote the role of women as mothers, as those entrusted with the mission of looking after children. Among the tasks involved in caring for children, breast feeding by the child s own mother began to be looked upon as an essential practice. Thus the importance of motherhood grew through the construction of statements that were made continuously from a combination of scientific, moral, philosophical, religious, legal, pedagogical and even artistic considerations
Palavras-chave: Maternidade
Aleitamento materno
mulher
discurso
focault
focault
woman
motherhood
construction of an ideal concept
discursive practices
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL::HISTORIA DO BRASIL REPUBLICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Moraes, Mirtes de. Tramas de um destino: maternidade e aleitamento. São Paulo, 1899-1930. 2005. 203 f. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12763
Data de defesa: 20-Oct-2005
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Mirtes de Moraes.pdf8,59 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.