???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12758
Tipo do documento: Dissertação
Título: Quando o futuro é inscrito no passado: colonização e pioneirismo nas memórias públicas de Toledo-PR (1950-2010)
Autor: Langaro, Jiani Fernando 
Primeiro orientador: Brites, Olga
Resumo: O trabalho discute as relações entre história e memória a partir das temáticas da colonização e do pioneirismo veiculadas em Toledo-PR, entre 1950 e 2010. Através desses temas foram difundidas versões que tratavam um empreendimento privado de colonização , realizado na região oeste do Paraná entre as décadas de 1940 e 1950, como marco histórico do passado local e regional e como gênese de uma trajetória venturosa que teria gerado um município em contínuo progresso . Tais versões, geralmente enfatizavam apenas a participação de alguns sujeitos, como aqueles ligados às empresas colonizadoras e ao clero, além dos migrantes sulistas de ascendência europeia e silenciavam sobre os impactos negativos desses processos, o que acabou sendo incorporado sem maiores críticas por determinadas tendências da historiografia acadêmica regional. Inicialmente, a hipótese era de que tais memórias não surgiam espontaneamente na cidade, mas eram difundidas por determinados sujeitos e grupos sociais através de instituições e projetos, o que logo pôde ser confirmado. Diante disso, com base nos conhecimentos de história social, o objetivo passou a ser o estudo de como essas memórias se instituíram e se tornaram hegemônicas no lugar, os elementos díspares que emergiram dessas disputas e as outras formas existentes de se explicar o passado local. Assim, com base em fontes como literatura memorialística, a imprensa, livros didáticos, esculturas, monumentos e os próprios espaços da cidade e de entidades voltadas ao trabalho com as memórias locais, foram problematizados diferentes projetos culturais e educacionais promovidos pelo poder público e iniciativas independentes dos moradores. A partir disso, foi constatado que em Toledo existia um campo de disputas pelo passado, no qual as memórias da formação do município adquiriram centralidade e tornaram-se elemento basilar para desenhar o futuro. Mais do que isso, tais disputas acabaram envolvendo a própria historiografia acadêmica regional e o que foi evidenciado é que história e memória não eram campos separados da realidade social. Através do recurso às narrativas orais, também foi observado que na recepção dessas memórias, os moradores da cidade não as absorviam simplesmente, mas as refletiam e reelaboravam, o que fez perceber a existência de versões hegemônicas, porém não únicas, sobre o passado de Toledo e do oeste do Paraná
Abstract: This work intent to establish some relationships between history and memory considering the ideas of colonization and pioneering disseminated in Toledo-PR, during 1950 to 2010. Trough this ideas were scattered many versions about a colonization private enterprise, achieved on Paraná West between 1940 and 1950, as a mark in history from local and regional past and as genesis of a fortunate journey which would raise a city in continuous progress . Such versions generally emphasizes just a few participations, like the ones connected to colonialist industries and clergy or southerner migrants which were European descendants, and keep in secret the negatives effects of that project, and this thought was accepted with no strings for some areas in local academic historiography. Initially, the hypothesis was that those memories grew from somewhere in the city, probably spread by some stiffs and social groups through institutions and projects, hypothesis that later on was proved. Having this as beginning point, and basing on social history knowledge, the target turn into the study of how these memories were established and became hegemonics in that place, the different elements emerged from wrangles and any other ways to explain the local past. In this way, drawing heavily on sources like recolection literature, printing press, schoolbooks, monuments and spaces on the city or on entities that studied local past, many cultural and educational projects created by the public authorities and independent initiatives turned questionable. From this point, it is possible to certify that in Toledo existed a battlefield for the past in which city foundation memories acquired centrality and became groundwork to picture the future. More than this, such wrangles involved local academic historiography its own and make clear that history and memories were attached to social reality. Through oral narratives it was also observed that in the admission of these memories the inhabitants did not just absorb than, but reflected and elaborated it again, this is what makes possible to perceive the existence of hegemonic versions, but not unique, about Toledo and Paraná West past
Palavras-chave: Mito fundador
Oeste do Paraná
Progresso
Trabalhadores
Founding myth
Paraná west
Progress
Workers
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Sigla da instituição: PUC-SP
Departamento: História
Programa: Programa de Estudos Pós-Graduados em História
Citação: Langaro, Jiani Fernando. Quando o futuro é inscrito no passado: colonização e pioneirismo nas memórias públicas de Toledo-PR (1950-2010). 2012. 472 f. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/12758
Data de defesa: 26-Oct-2012
Appears in Collections:Programa de Estudos Pós-Graduados em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jiani Fernando Langaro.pdf27,77 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.